conecte-se conosco


Policial

Operação prende três policiais civis e soldado da PM acusados de latrocínio e tráfico de drogas

Publicado

Prisões ocorreram na manhã desta quarta-feira em Várzea Grande, Vila Bela e Campos de Júlio

Uma operação da Polícia Civil, deflagrada na manhã desta quarta-feira (8), após investigações da Corregedoria de Polícia, prendeu três policiais civis e um soldado da Polícia Militar, e cumpriu 11 mandados de buscas e apreensão, nos municípios de Vila Bela da Santíssima Trindade, Campos de Júlio, Cáceres e Várzea Grande.

Em cumprimento de mandados de prisão preventiva foram presos dois investigadores de polícia, um na cidade de Vila da Santíssima Trindade e outro em Campos de Júlio, e um escrivão na cidade de Várzea Grande. O soldado teve o mandado de prisão cumprido em Vila Bela da S. Trindade, com apoio da Corregedoria da Polícia Militar.

As investigações são decorrentes de crimes de latrocínio, tráfico de drogas, corrupção passiva e outros, praticados no município de Vila Bela da Santíssima Trindade, locais onde os policiais eram lotados na época dos fatos. Um investigador conseguiu depois transferência para cidade de Campos de Júlio, local de sua prisão.

Leia Também:  Núcleo de Pessoas Desaparecidas preserva privacidade de vítimas localizadas

O escrivão de polícia é de Vila Bela, mas estava licenciado e teve o mandado de prisão cumprido em Várzea Grande, na casa do pai. Local onde os policiais apreenderam três armas de fogo e uma munição de fuzil.

A vítima do latrocínio é Jefferson Barrantes, fato ocorrido em 2018. Segundo as apurações, “Jeffinho”, como conhecido, era traficante de drogas e fazia o transporte de entorpecentes da Bolívia para a região de fronteira.

As investigações apontam que houve dois carregamentos interceptados pelos policiais, em que um deles os policiais negociaram com o traficante para não prendê-lo e ficar com a droga ou parte dela. Posteriormente, numa outra abordagem houve desentendimento do traficante com os policiais e ele foi morto.

Os policiais vão passar por audiência de custódia, nas comarcas dos municípios onde foram presos, que devem definir os locais em que permaneceram presos.

A operação teve a participação de 48 policiais civis (delegados, escrivães e investigadores) da Corregedoria de Polícia, Diretoria de Atividades Especiais (GGCO, GOE, DRE, Defron), Regional de Pontes e Lacerda e,Comando Geral da Polícia Militar por meio da  Corregedoria da Corporação.

Leia Também:  Acadepol divulga resultado final do XV Curso de Formação para delegados de polícia

publicidade
1 comentário

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
MORADOR Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
MORADOR
Visitante
MORADOR

Rua da Vitória, Bairro Alvorada Cuiabá, a polícia tá passando mas não prende ninguém Tá tudo traficando ali dia e noite sem parar. Ali é um beco que dá numa escada para a Av. Rep. do Líbano, Noiado dia e noite, tráfico, troca de coisa roubada. A maioria das casa ali é boca de fumo/ponto de venda. Tem gente que usa desse artífice para ludibriar a policia. Finge que é casa de família mas é ponto de drogas. Tudo CV, quem manda na cidade é o CV. Polícia só faz de conta que existe, justiça solta todo mundo. Mato Grosso… Read more »

Policial

Polícia desbarata quadrilha especializada em roubo de pick-ups e tráfico na fronteira

Publicado

Quatro integrantes de uma quadrilha envolvida em roubos de caminhonetes na região de fronteira foram presos, pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (18.10), em ação das Delegacias de Pontes e Lacerda e Vila Bela da Santíssima Trindade (448 e 521 km a Oeste de Cuiabá).

Robson Costa de Araujo Vieira, 27, Jacinto Neto Barbosa dos Santos, 38, Anderson Mateus Pedroso Camargo, 26 e Daniel Gomes de Toledo, 24, foram flagrados em um ponto de venda de entorpecentes em Vila Bela e confessaram a participação no roubo de um veículo na cidade de Conquista D’Oeste.

As investigações iniciaram quando os policiais da Delegacia de Pontes e Lacerda entraram em contado com a equipe da Polícia Civil de Vila Bela comunicando o roubo de uma caminhonete Chevrolet S10, ocorrido na quarta-feira (16), em Conquista D’Oeste, em que os suspeitos estariam deslocando com o veículo com destino a Bolívia.

Durante as diligências para interceptar o veículo, os policiais receberam informações de que a caminhonete foi encomendada por um traficante da Vila Bela, para ser trocado por drogas no país vizinho.

Leia Também:  Polícia Civil de MT participa de operação nacional para prender autores de homicídio e feminicídio

Com base na informação, os policiais passaram a monitorar pontos conhecidos por atuarem como bocas de fumo na cidade, onde foram verificadas fundadas suspeitas na casa de dois traficantes da cidade.

Após mais de 24 horas de vigilância, os policiais flagraram o momento que três suspeitos, com características pessoais semelhantes às passadas pela vítima, chegaram a casa. Diante das evidências, os policiais civis solicitaram o apoio da equipe da Polícia Militar para entrar na residência, onde surpreenderam os quatro suspeitos.

Durante a abordagem, os investigados tentaram resistir a prisão, porém acabaram detidos pelos policiais. Questionados, os presos confessaram a participação no roubo da caminhonete e disseram que o veículo foi levado para Bolívia ainda no dia 16.

Em buscas na casa, os policiais encontraram documentos pessoais de outros dois integrantes da quadrilha, responsáveis pela boca de fumo e também por levar a caminhonete para a Bolívia. Também foi apreendido no endereço, um prato com resquícios de entorpecente, aparelhos celulares de origem duvidosa e dois botijões de gás produto de furto.

Leia Também:  Núcleo de Pessoas Desaparecidas preserva privacidade de vítimas localizadas

Diante das evidências, os suspeitos foram conduzidos a Delegacia de Pontes e Lacerda, onde foi lavrado o flagrante pelos crimes de roubo e associação criminosa.

Continue lendo

Policial

Polícia Civil destrói 700 quilos de entorpecente apreendidos na região de fronteira

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Aproximadamente 700 quilos de entorpecentes foram incinerados pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta sexta-feira (18.10), em Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá). A destruição aconteceu em uma empresa de curtume, no bairro Jardim Industrial, zona rural do município.

A grande quantidade de drogas, sendo a maior parte pasta base e cloridrato de cocaína, é decorrente das ações realizadas pelas forças de Segurança Pública da região de fronteira. O montante refere-se a procedimentos registrados no ano de 2019, e que tiveram as autorizações expedidas pela Justiça Federal e Justiça Estadual.

O total do entorpecente queimado foi apreendido em diversas operações policiais, deflagrada pela Polícia Civil e Polícia Militar, por meio da Delegacia Especial de Fronteira (Defron), do Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), e das Delegacias de Polícia das cidades de Cáceres, Mirassol D’Oeste e São José dos Quatro Marcos.

Durante o evento, a delegada titular da Defron, Cinthia Gomes da Rocha Cupido, destacou a importância do ato de eliminação das substâncias ilícitas apreendidas.

“A integração entre os órgãos que compõem a segurança pública na fronteira, no trabalho diário, possibilitou o aumento no número de apreensões de entorpecentes, tirando de circulação o mal que causa a destruição de inúmeros lares e famílias”, destacou Cinthia Gomes da Rocha Cupido.

Leia Também:  Homem que traficava na frente dos filhos é preso em Cuiabá

Também participaram da incineração os delegados de polícia, Wilson Souza Santos, Judá Maali Pinheiro Marcondes, o coordenador da Politec de Cáceres, Ataíde de Campos Malheiros Filho, o coordenador do Gefron, CEL PM José Nildo Silva de Oliveira, além de outros convidados.

 

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana