conecte-se conosco


Carros e Motos

Yamaha NMax é revelado com novo visual e equipamentos na linha 2020

Publicado

Yamaha NMax arrow-options
Divulgação

Yamaha NMax Facelift: Apesar de ter sido revelada com o motor de 155 cc, no Brasil, a novidade terá o mesmo 160 cc

A Yamaha NMax surge com mudanças no novo visual e equipamentos. Agora, traz um painel frontal revisado que inclui faróis mais sofisticados, piscas dianteiros menores e reposicionados, além de um formato atualizado para o para-brisa. Uma vez no Brasil, a novidade deverá custar mais que os R$ 12.590 cobrados atualmente, junto do novo XMax 250, modelo que será posicionado no topo da linha de scooteres da marca japonesa, já com encomenda aberta por R$ 21.990.

LEIA MAIS: Yamaha XMax 250 já pode ser encomendado

A traseira do Yamaha NMax facelift recebe uma nova lanterna traseira de LED de estilo dividido. Outra mudança notável é o campo de proteção no cano de escape do modelo 2020.Por “dentro”, ganha uma nova tela LCD, com novo formato e disposição das informações. Os indicadores do rival do Honda PCX agora ocupam o espaço acima do console do instrumento. As luzes das setas, por outro lado, ficam nos dois lados da tela LCD.

LEIA MAIS: Yamaha NMax desafia Honda PCX

O sistema Yamaha Motorcycle Connect é a outra novidade, com possibilidade de acessar funções como notificação por telefone e mensagem, local de estacionamento, manutenção recomendada, consumo de combustível e notificação de mau funcionamento para os componentes. Entre outros itens inéditos, o scooter vem com função Start-Stop, controle de tração, ignição sem chave, luz de perigo e uma tomada elétrica.

Mecânica

Yamaha NMax arrow-options
Divulgação

Novo painel tem melhor visibilidade e mais funções para orientar o condutor

Não mudará em nada ante o que traz no modelo atual. ainda está entre os destaques a recalibragem dos amortecedores traseiros Double Shock, com curso de 90 milímetros em cada roda. Na parte mecânica, o motor deve continuar o monocilíndrico de 160 cc, capaz de gerar 15,1 cv e 1,47 kgfm. Precisou frear, os discos de 230 milímetros de diâmetro com sistema ABS nas duas rodas fará o seu trabalho. Se precisar levar algo, um porta-capacete de 25 litros está disponível na motocicleta.

LEIA MAIS: Honda PCX 2020 estreia nova versão de entrada com ABS, por R$ 13.190

O colunista do iG Carros, Gabriel Marazzi, já pilotou a Yamaha NMax 160 ABS e destacou a agilidade do scooter entre os pontos mais importantes. Ele disse que o motor refrigerado a água, com comando de válvulas variável, acaba ajudando bastante no desempenho. Isso pode ser notado com clareza nas arrancadas nos semáforos, ainda de acordo com Marazzi.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

VW Passat TS com turbo enruga o asfalto com motor de 380 cv

Publicado


source
VW Passat
Renato Bellote/iG

VW Passat TS1976 com preparação caprichada, passa a ter 380 cavalos de potência com ajuda do sistema de sobrealimentação

O Passat fez história no Brasil. O modelo médio da Volkswagen foi lançado por aqui em 1974. Vale lembra que naquela época a marca enaltecia os feitos e qualidades do motor boxer refrigerado a ar em detrimento da concorrência e seus propulsores que sempre aqueciam na subida da serra.

Mas a história mudaria com a chegada do VW Passat . Como típico modelo alemão trazia um visual limpo, austero e com personalidade. No início a empresa sofreu para emplacar a novidade, justamente por causa da política de marketing e dos consumidores típicos já acostumados com outro padrão.

Porém o público passou a conhecer o carro e logo suas qualidades técnicas se
sobressaíram. O ano de 1976 marcou a chegada da versão TS , esportivo de verdade, que trazia faixas nas laterais, carburação dupla e um espírito que conquistou os jovens que podiam pagar caro pela novidade.

Nessa semana a Volkswagen anunciou que não pretende mais vender o modelo no mercado nacional. Para todos os admiradores, como eu, é uma notícia triste. Afinal, o carro tem uma história rica e com vários momentos marcantes. Nessa despedida trouxe um projeto especial.

Este é um TS de 1976, o primeiro ano da versão esportiva, como dito há pouco. Eles são bastante raros. E está na mesma garagem há 13 anos. Recentemente o dono resolveu botar em prática um projeto para envenenar o clássico.

Ele recebeu um motor AP com cilindrada aumentada para 1,9 litro. Além disso, uma turbina, intercooler, bombas extras de gasolina e um escape dimensionado. Com tudo isso a potência chegou aos 380 cv no motor e aproximadamente 320 cv nas rodas.

Como o turbo é grande a força vem a partir dos 3 mil giros. E o clássico VW Passat TS acelera forte e pede cautela para não riscar o asfalto. O conforto é garantido pelos bancos Recaro do GTS Pointer e as peças forjadas do motor garante a durabilidade do conjunto. Dessa forma fica nossa homenagem a esse grande modelo da Volkswagen. Adeus!

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Nissan Versa V-Drive estreia com preços a partir de R$ 60.990

Publicado


source
Nissan Versa V-Drive
Divulgação

Nissan Versa V-Drive abre espaço para a chegada da nova geração do Versa, que chegará do Mèxico no último trimestre

A Nissan anuncia o início das vendas do Versa V-Drive. O modelo nada mais é do que o antigo Versa fabricado em Resende (RJ), que mudou de denominação para abrir espaço para a nova geração do sedã, que virá importada do México. O modelo chega com quatro versões e com preços a partir de R$ 60.990.


Diferente do México, onde o modelo também é produzido, o Nissan  Versa  V-Drive brasileiro não foi mantido apenas na versão mais despojada. O motor é o mesmo 1.6, de 111 cv, nas quatro configurações, mas as mais caras contam inclusive com itens como ar-condicionado digital e câmbio automático CVT.

A versão de entrada do V-Drive é a 1.6 16V, única com o câmbio manual de cinco marchas, traz na lista de equipamentos ar-condicionado, vidros e travas elétricas, preparação para som com dois alto-falantes, rodas de aço de 15″ e direção com assistência elétrica.


A configuração seguinte é a Special Edition (R$ 68.690). Mais acessível com o câmbio automático CVT, traz os mesmos itens da anterior mais sistema multimídia com tela de 6,75″ e conectividade Android Auto e Apple CarPlay, volante multifuncional e o painel Fina Vision.

A Plus (R$ 72.990) se destaca pela presença de equipamentos como as rodas de liga leve de 15″, bancos de couro, luzes de leitura para motorista e passageiro, para-sol com espelho e porta-malas com iluminação.

Ja a configuração de topo do Nissan  Versa  V-Drive é a Premium (R$ 77.990), que além dos itens das configurações mais simples traz ar-condicionado automático, rodas de liga leve de 16″, faróis de neblina, câmera de ré, sistema multimídia com tela de 7″ e retrovisores externos com pista integrado.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana