conecte-se conosco


Política MT

Xuxu Dal Molin comemora resultados de missão na China

Publicado

Foto: Ronaldo Mazza

Foto: KATIANA PEREIRA

O deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC-MT) comemorou o resultado da missão Brasil x China cumprida em maio de 2019, com liderança da ministra da Agricultura Tereza Cristina. Dal Molin representou o estado de Mato Grosso nas reuniões com autoridades chinesas em Xangai e Pequin, na China. Além disso, foi cumprida agenda em Tóquio e Niigata, no Japão; Hanói, no Vietnã; e na cidade de Jacarta, na Indonésia.

Na segunda-feira (9/9), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) recebeu um comunicado da GACC, órgão de sanidade chinês, informando a habilitação dessas plantas para a exportação de carnes para o país asiático.

Dos 25 frigoríficos habilitados, 17 são produtores de carne bovina, seis de frango, um de porco e um de asinino. As empresas já podem exportar imediatamente. Com a decisão do órgão de sanidade chinês, o número de plantas habilitadas passa de 64 para 89.

Somente em Mato Grosso, foram habilitados sete plantas frigoríficas, seis são indústrias produtoras de carne bovina e uma irá vender carne suína e de frango. Segundo Dal Molin, esse resultado também representa mais investimentos, mais empregos e aumento natural na arrecadação do Estado. “Essa notícia é o resultado da Missão Ásia que participamos em maio deste ano. Abrir mercado para a carne brasileira foi o nosso principal objetivo nessa viagem”, disse o representante de Mato Grosso na missão.

Outra vitória a ser comemorada pelos mato-grossenses é o avanço das tratativas para que o Governo de Mato Grosso instale um escritório de negócios na China. A ideia foi apresentada pelo deputado Dal Molin e tem sido apoiada por diversos deputados estaduais.“O ano de 2019 já pode ser considerado um ano de vitórias”, lembrou o parlamentar ao rever os números do mercado entre Brasil e China.

A quantidade de carne bovina matogrossense enviada para o gigante asiático cresceu 58%, somente em 2019. As exportações passaram de 9,859 mil toneladas em 2018 para 15,574 em 2019. Foram mais de 75 milhões de dólares negociados nos primeiros sete meses de 2019 com a China, 60,9% em comparação com o mesmo período do ano de 2018.

Moção de aplausos

Diante do sucesso da missão na Ásia, o parlamentar fez indicação para que a Assembleia conceda Moção de Aplausos à ministra Teresa Cristina e ao Secretário de Comércio e Relaçoes Internacionais do MAPA, Orlando Leite Ribeiro, pelos relevantes trabalhos pela expansão do mercado mato-grossense na Ásia.  

Vejam as novas indústrias habilitadas em Mato Grosso:

1. Frigorífico Redentor – Bovino – Guarantã do Norte

2. Vale Grande Indústria e Comércio – Bovino – Matupá

3. Naturafrig Alimentos – Bovino – Barra do Bugres

4. Marfrig Global – Bovino – Tangará da Serra

5. Marfrig Global – Bovino – Várzea Grande

6. Agroindustrial de Alimentos – Bovino – Rondonópolis

7. BRF – Suíno e Frango – Lucas do Rio Verde

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Após fechamento de hospital, Ulysses Moraes questiona destino de recursos da Covid-19

Publicado


.

Foto: ANGELO VARELA / ALMT

Após o fechamento do Hospital Regional de Barra do Bugres, o deputado Ulysses Moraes cobrou transparência de onde está sendo investido os recursos para combate à Covid-19 no município.  Vale destacar que só de repasses do governo federal, a cidade de Barra do Bugres já recebeu R$ 5.953.963, 19 e parte desse valor é exclusivo para combate ao coronavírus.

“Um hospital fechar em meio a uma pandemia é inacreditável. E o que me deixa mais intrigado é que o Estado já recebeu mais de R$ 1,5 bilhões em repasses do governo federal, de março até julho, e boa parte disso é só para Covid-19. E o município de Barra do Bugres já recebeu mais de R$ 5 milhões e uma boa parte também é só para combate ao coronavírus. Precisamos saber para onde está indo esse dinheiro”, disse Moraes.

No início de junho deste ano, o parlamentar esteve em uma fiscalização nesse hospital e a situação por lá era precária. No local não haviam leitos de Unidades de Terapias Intensivas (UTI) e nem semi leitos, por isso os pacientes estavam sendo encaminhados para Cuiabá.

“Na fiscalização que fizemos deu para notar que a cidade não tem a mínima estrutura para combater essa doença e nem existiam equipamentos adequados, mas a pergunta que fica é: onde está sendo investido esse dinheiro? Nunca antes veio tanto recurso para saúde e agora tem hospital fechado em meio a uma pandemia. Precisamos ficar de olho em cada centavo” pontuou o deputado.

O Hospital Regional de Barra do Bugres, era administrado por um Consórcio Intermunicipal de Saúde dos Municípios da região. O convênio com o Estado de Mato Grosso venceu no dia 31 de maio de 2020 e foi renovado até 27 de julho. Mas, com o fechamento do hospital, a gestão da unidade voltou para o governo do estado.

“Fiz um requerimento de informações e os gestores municipais vão ter que me explicar para onde foi gasto cada centavo desse repasse do governo federal. As cidades de Mato Grosso de maneira geral precisam ter mais transparência com a aplicação desse dinheiro. São milhões em recursos, por isso vamos fiscalizar tudo”, finalizou o parlamentar.

Fonte: ALMT

Continue lendo

Política MT

Silvio Fávero é autor de três leis em benefício de motoristas de Mato Grosso

Publicado


.

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Com o intuito de facilitar a vida dos cidadãos mato-grossenses, três das 19 leis de autoria do deputado estadual Silvio Fávero, já sancionadas, impactam diretamente em benefício dos contribuintes de Mato Grosso.

A primeira delas, a Lei nº 10.889, sancionada em maio de 2019, permitiu, desde então, o parcelamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), licenciamento, multas e demais débitos relativos aos veículos, por meio de cartão de crédito, em até 12 vezes.

“Além de facilitar a vida dos contribuintes que passaram a ter mais condições de quitar seus débitos, está Lei sancionada também ajudou Mato Grosso a aumentar sua arrecadação. Quando falamos em IPVA ou qualquer outro imposto, principalmente veicular, sabemos que não são baratos e essa foi uma maneira que encontrei de ajudar o contribuinte e também o nosso estado”, destacou o parlamentar.  

A segunda Lei que favorece os motoristas instituiu na esfera estadual o “Programa Veículo Legal” (Lei nº11.106/20), que tem possibilitado, desde abril de 2020, o acerto de dívidas relacionadas ao veículo no ato de uma possível abordagem, sem que ele precise ser recolhido ao pátio do Departamento Regional de Trânsito (Detran).

“O Programa Veículo Legal foi instituído com o objetivo de dar aos proprietários de veículos em atraso com algum dos pagamentos de encargos tributários a oportunidade de regularizarem a situação de imediato, como no momento em que foram abordados numa blitz ou operação de fiscalização de trânsito”, observou o parlamentar.

Ainda de acordo com Silvio Fávero, além da possibilidade de resolução da pendência imediata, com o programa ‘Veículo Legal’ o proprietário se isenta de outros gastos que poderia vir a ter caso o veículo seja apreendido. “Com isso, ganha o contribuinte e ganha também o Poder Público, na medida em que facilita o processo de arrecadação dos tributos que lhe são devidos, tendo o contribuinte a oportunidade de sanar a irregularidade por meio de aplicativos bancários de celular, caixas eletrônicos, bancos e correspondentes bancários”, complementou Fávero.

Mais recentemente, no início de julho, foi sancionada a terceira lei do deputado Silvio Fávero em benefício dos motoristas. Trata-se da Lei do Pedágio (Lei nº11.106/20), que visa facilitar as formas de pagamento nas praças de pedágio nas rodovias estaduais. Com a nova Lei em vigor, as concessionárias das rodovias passaram a oferecer opções de pagamento também via cartões de crédito e débito, transferência bancária, entre outros sistemas eletrônicos, sem acréscimos financeiros nas diferentes formas de pagamento.

Além destas ações, o parlamentar também se articula junto ao presidente da Câmara dos Deputados e representantes da bancada federal, cobrando celeridade na edição de normativas federais que também facilitem o pagamento dos pedágios com cartões, além de manifestar preocupação com a retomada das obras de duplicação BR-163, no trecho entre Cuiabá e o município de Sinop, de competência da Rota do Oeste.

“Fiz uma indicação para que a bancada federal do estado de Mato Grosso solicite celeridade, junto ao presidente da Câmara dos Deputados, na edição de normativas federais que também facilitem o pagamento com cartões de crédito e débito, a exemplo das novas normativas aplicadas em Mato Grosso com a Lei Estadual Nº11. 161/20”, finalizou o deputado.

 

Fonte: ALMT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana