conecte-se conosco


Entretenimento

Xuxa perde processo de R$ 150 mil contra Carla Zambelli

Publicado


source
Xuxa e Carla Zambelli
Reprodução Instagra / Divulgação

Xuxa e Carla Zambelli

Xuxa Meneghel perdeu um processo por danos morais contra a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP). Segundo Mônica Bergamo, a apresentadora ingressou com a ação em junho de 2020, quando Zambelli criticou o fato de ela lançar um livro com temática LGBTQIA+ destinado para crianças .

“O alvo dessa teia de destruição de valores humanos não é mais você. Essa mira está apontada para a mente das nossas crianças! Sexualizar e instigar inocentes ao sexo pavimenta a pedofilia e a depravação. Não tenhais medo. Lute por elas conosco”, escreveu Zambelli, à época, que também usou a hashtag “Xuxa Deixe Nossas Criancas Em Paz”. 

No processo em questão, a apresentadora pediu o pagamento de R$ 150 mil por danos morais. Entretanto, a decisão da juíza Carolina Pereira de Castro, acabou por não favorecê-la. “O comentário da ré [Carla Zambelli] em uma rede social — ainda que sobre um livro que sequer havia sido lançado — reflete a liberdade de expressão e a sua limitação pode ferir preceito constitucional e caracterizar censura, o que não é permitido”, diz a decisão. ​

“A manifestação, ainda que possa demonstrar desconhecimento pela ré acerca da temática do livro que seria lançado pela autora, apenas fez uma crítica —seja boa ou ruim— à obra que seria produzida pela autora, o que apesar de denotar uma preocupação exacerbada com a educação sexual de crianças, não implica a ocorrência de lesão extrapatrimonial digna de nota”, segue a decisão.​

A juíza acabou “extinguindo o processo com resolução de mérito”. A autoridade também determinou que Xuxa pague custas, despesas processuais e honorários advocatícios no valor de 10% da causa para Carla Zambelli.

Em resposta à decisão da juíza, Zambelli afirmou que irá doar o montante para caridade. “Continuo pensando da mesma forma. Não mexam com as nossas crianças, que precisam viver sua infância de forma plena sem se preocupar com preconceitos que normalmente são da cabeça dos adultos, e não delas”, disse.


Fonte: IG GENTE

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Entretenimento

‘A Fazenda 13’: Erika Schneider critica Dayane sobre expulsão de Nego do Borel

Publicado


source
'A Fazenda 13': Erika Schneider critica Dayane sobre expulsão de Nego do Borel
Reprodução/PlayPlus

‘A Fazenda 13’: Erika Schneider critica Dayane sobre expulsão de Nego do Borel


Os peões Rico Melquiades, Marina Ferrari e Erika Schneider de “A Fazenda 13” se reuniram na cozinha para conversar nesta segunda-feira (27).


Durante bate-papo, Erika criticou postura de Dayane Mello após expulsão do cantor Nego do Borel por dormir com a modelo bêbada. “O que aconteceu com o Nego, ninguém sabe. Uma hora conta uma coisa, outra hora conta outra coisa”, afirmou.

“Eu achei o jeito dela muito estranho”, concordou Marina.

Em contra partida, Rico defendeu a peoa. “Ela não quer prejudicar o cara, não quer falar que transou com o cara. Ela não quer se expor. […] Ela não quer expor isso aqui, ela tá certa”, explicou.

“Aconteceu alguma coisa e tá tudo mal contado”, respondeu a loira.

Nego do Borel foi expulso do reality  no último sábado (25) após ser acusado de assédio e estupro de vulnerável da peoa Dayane Mello. 

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Rolling Stones: conheça o baterista substituto de Charlie Watts

Publicado


source
Conheça o novo baterista do Rolling Stones
Reprodução/Instagram

Conheça o novo baterista do Rolling Stones


Os Rolling Stones abriram a turnê “No Filter” no último domingo (26) em St. Louis, Missouri, sem a presença do baterista Charlie Watts, que morreu em agosto deste ano. Para substituí-lo, o múscio Steve Jordan foi escolhido. Antes mesmo de Watts falecer, a banda já havia comunicado que ele ficaria afastado devido a uma cirurgia e que caberia a Jordan o papel de baterista durante os 13 shows da turnê.

Steve Jordan é parceiro dos Stones de longa data e chegou a fazer parte do X-Pensive Winos, grupo paralelo de Keith Richards. A primeira vez que Jordan participou de gravações dos Rolling Stones foi em 1986, quando gravavam o álbum “Dirty Work” e, um ano depois, substituiu Watts, que não estava disponível para participar de um documentário de Chuck Berry chamado “Hail! Saudação! Rock ‘n’ Roll”.

Em 1992, Keith Richards convidou Steve Jordan para colaborar em seu álbum solo “Main Offender”, parceria que se repetiu em 2015 com o lançamento de “Crosseyed Heart”.


Além dos Rolling Stones

Por trás dos holofotes, começou a carreira ainda adolescente quando se tornou membro honorário da banda de Stevie Wonder, “WonderLove”. Durante os anos 1970 e 1980, ele era membro das bandas dos programas de televisão Saturday Night Live e Late Night with David Letterman. Além de baterista, Jordan é cantor, compositor e produtor, chegou a trabalhar com nomes como Eric Clapton, Neil Young, Bob Dylan, Billy Joel, BB King, Stevie Nicks, Kelly Clarkson e John Mayer.

Nego do Borel : Acusações contra cantor, investigado por estupro, são noticiadas por imprensa estrangeira

Na carreira, teve a oportunidade de ser nomeado e vencer o Grammy. Ele venceu como produtor do álbum “Buddy Guy’s Bring ‘Em In”, de Robert Cray e foi nomeado pelo álbum “Take Your Shoes Off” do mesmo artista. Além disso, produziu álbuns vencedores do prêmio como Continuum, de John Mayer, That I Say, de John Scofield, Possabilities de Herbie Hancock, e 23rd St. Lullaby and Play It As It Lays, com Patti Scialfa.

Steve Jordan, em 2009, se aventurou no cinema e também foi bem sucedido. Recebeu outra indicação ao Grammy por melhor álbum de trilha sonora de compilação para um filme, televisão ou outra mídia visual, por seu trabalho na trilha sonora da produçao “Cadillac Records

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana