conecte-se conosco


Entretenimento

Wolverine poderá estar no próximo filme dos “Vingadores”

Publicado

Mesmo que o filme “Vingadores: Ultimato” tenha marcado o fim da franquia neste universo Marvel em particular, não parece que o grupo de super-heróis irá pendurar suas fantasias em breve.

Leia também: “Vingadores: Ultimato” ultrapassa interações de “Guerra Infinita” na web

Wolverine pode se juntar aos arrow-options
Divulgação

Wolverine pode se juntar aos “Vingadores” em novo filme

Leia também: Recorde! “Vingadores: Ultimato” é o filme mais Tweetado de todos os tempos

De acordo com fontes internas, um personagem amado da Marvel não apenas irá aparecer no universo cinematográfico, mas se juntará a Thor,  Homem-Aranha, Feiticeira Escarlate e companhia no próximo filme de ” Vingadores “. 

Desde a fusão entre Disney e Fox , os fãs têm se perguntado quando os personagens do X-Men e do Quarteto Fantástico começarão a aparecer. O diretor da Marvel Studios, Kevin Feige, confirmou que há planos em andamento enquanto estavam na Comic-Con no mês passado.

Leia também: “Vingadores: Ultimato” supera “Avatar” e alcança maior bilheteria da história

Recentemente foi divulgada a informação de que Wolverine — que é uma parte crucial da equipe mutante nas principais histórias da série de quadrinhos — será introduzido aos Vingadores após a aparição inicial dos X-Men num filme futuro. No entanto, não se sabe se Hugh Jackman irá viver o personagem nesta fase.

Com as alegações recentes de que um lançamento surpresa está sendo preparado para maio de 2024, significaria que um filme dos X-Men — ou até mesmo um quinto longa dos Vingadores — pode estar chegando antes do previsto.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Entretenimento

Jornalista da CNN dá show de homofobia ao falar sobre doação de sangue

Publicado


source

Leandro Narloch virou assunto por conta de um comentário dele durante a exibição do programa “Live CNN” desta quarta-feira (8). O comentarista afirmou ao vivo que a decisão do Supremo Tribunal Federal que libera homossexuais para doarem sangue é uma “mudança pequena” na sociedade e que “gays têm uma chance muito maior de ter Aids”. 


“A mudança na verdade é pequena, ela vai restringir mais a conduta, e não o tipo de pessoa, a opção sexual (sic) do indivíduo. Toda essa polêmica começou porque, não há dúvida disso, os gays, os homens gays, eles têm uma chance muito maior de ter Aids, né? Em 2018, uma pesquisa mostrou que 25% dos gays de São Paulo eram portadores de HIV”, começou Narloch, sem citar a fonte da pesquisa em questão.

“Mesmo que esse número seja exagerado, e de fato ele parece mesmo exagerado, o fato é que é dezenas de vezes maior, maior a chance do que na população geral. A questão é que outros critérios para exclusão já restringem os gays que têm comportamento promíscuo, né?”, continuou Leandro, piorando mais ainda a situação.

Os apresentadores do programa, Marcela Rahal e Phelipe Siani, ficaram sem reação diante das frases ditas pelo comentarista. “Bom, é… A gente acabou de falar sobre essa mudança de protocolo. 2020 e só agora a gente teve retirado de fato esse impedimento de homossexuais fazendo doação de sangue”, falou Siani. “Gente!”, limitou-se a falar Marcela, mudando repentinamente de assunto.

Na internet, a fala do jornalista da CNN Brasil foi bastante criticada. “Rapaz, nunca ouvi tanta merda na minha vida. E olha que acompanho Bolsonaro desde 2013, mas essa supera todas as merdas que o presidente já disse”, disse um usuário do Twitter.


Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Giulia Be lança clipe de sua música “Recaída”; confira

Publicado


source
Giulia Be
Reprodução/Instagram/@giuliabe

Giulia Be


Giulia Be, que é cantora, compositora e instrumentista , tem apenas 20 anos de idade, mas já está trilhando uma carreira brilhante. Nesta quarta-feira (8), ela lançou o clipe de seu single “Recaída”, que abre o seu EP de estreia “solta”.

O vídeo, dirigido por Fernando Moraes, tem participação do DJ e cantor Pedro Sampaio. Ele foi produzido e gravado na casa da própria artista, que mora no Rio de Janeiro, para contornar as restrições que pandemia do novo coronavírus trouxe.

“Dizem que a necessidade é a mãe da invenção, e pode ter certeza que fomos muito criativos na execução. O objetivo era fazer um vídeo, gravado dentro do meu box, parecer um clipe com acabamento incrível. Fiquei muito feliz com o resultado!”, diz Giulia à Folha.


O EP “solta” é composto por seis faixas, entre elas os hits de sucesso “menina solta” e “(não) era amor”. Nas plataformas digitais, Giulia já ultrapassou mais de 232 milhões de audições e 143 milhões de visualizações em seus clipes. Ela tem 4,4 milhões de seguidores no Spotify.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana