conecte-se conosco


Tecnologia

WhatsApp chega para celulares KaiOs: básicos e com preços acessíveis

Publicado

Olhar Digital

imagem aproximada de smartphone mostra ícone do whatsapp arrow-options
shutterstock

whatsapp

Nesta segunda-feira (22), o sistema operacional  KaiOS anunciou  via Twitter uma parceria com o Facebook para disponibilizar o WhatsApp em dispositivos de 256MB e 512MB de RAM que utilizam seu sistema operacional. Os usuários já podem baixar o app no KaiStore e a partir do terceiro trimestre de 2019 os celulares terão o aplicativo pré-instalado

É golpe! Promessa de tratamento odontológico gratuito via WhatsApp é falsa

Conhecidos como smart feature phones, eles apresentam formato simples, sem tela touch e com preço mais acessível. Esses aparelhos agora ganham a vantagem de disponibilizar o app mais popular do mundo.

“Nós nos esforçamos para tornar a Internet e os serviços digitais acessíveis para todos, e oferecer o WhatsApp em celulares com recursos inteligentes é um grande salto em direção a esse objetivo”, disse Sebastien Codeville, CEO da KaiOS Technologies.

O CEO do Whatsapp, Matt Idema, também se pronunciou sobre o assunto e disse que “fornecer o WhatsApp no KaiOS ajuda a ultrapassar a barreira digital para conectar amigos e famílias em um toque, de uma maneira confiável e segura”. 

Leia Também:  Cofundador da Wikipédia convoca greve contra redes sociais nesta quinta-feira

No mês passado, a Positivo anunciou o lançamento do primeiro celular KaiOS no Brasil, com Google Assistente já instalado, por apenas R$ 280 .

Fonte: MSPowerUser

Fonte: IG Tecnologia
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Tecnologia

Uber começa a testar serviço mensal de assinatura para todos seus aplicativos

Publicado

IstoÉ Dinheiro

pessoa segura celular aberto no aplicativo uber. ao fundo da imagem, há carros estacionados arrow-options
shutterstock

Uber testa serviço de assinaturas

O próximo passo para a Uber fidelizar seus clientes será em forma de um serviço de assinatura que engloba todos os seus aplicativos – o serviço de transportes, Uber Eats e JUMP Bikes , serviço de aluguel de bicicletas da empresa presente nos Estados Unidos segundo o site TechCrunch. A empresa começará a testar um passe mensal de US$ 24,99 nas cidades de San Francisco e Chicago que dará aos assinantes desconto em todos as corridas pelo aplicativo, entrega grátis no Eats e aluguel gratuito das bicicletas e scooters elétricas da JUMP.

Veja os cinco melhores carros para motoristas de aplicativo

Em outros locais dos Estados Unidos, a empresa ainda oferece um pacote mais barato com descontos nas viagens e entrega grátis no Eats em compras acima de determinado valor. A empresa confirmou os rumores em nota para o TechCrunch que diz “dos carros às refeições e tudo entre eles, nós estamos sempre buscando maneiras de transformar a Uber em sua primeira opção para necessidades diárias”.

Leia Também:  Xiaomi copia os Memoji da Apple e anuncia novo recurso: os Mimoji

Desde outubro de 2018 o aplicativo oferece nos Estados Unidos o Ride Pass , serviço de assinatura de US$ 24,99 ao mês que garante aos usuários descontos em todas suas corridas feitas no app. Esta, porém, é a primeira vez que a empresa estuda seriamente a junção de todos os produtos da companhia em uma única assinatura .

Uber Brasil ainda não se manifestou sobre a possibilidade de chegada do serviço ao Brasil.  

Veja também:  Uber Eats, Rappi e Ifood: conheça as diferenças entre os aplicativos de delivery

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Tecnologia

Google está abordando pessoas para coletar fotos de seus rostos

Publicado

Olhar Digital

As pessoas estão cada vez mais acostumadas com a utilização de ferramentas de reconhecimento facial . Isso acendeu alguns alertas em relação ao uso dos dados coletados, como foi o caso do Faceapp .  

Mas ao que parece, o Google decidiu coletar informações “à moda antiga”. Segundo reportagem da ZDnet , a empresa está abordando pedestres nas ruas de Nova York e pedindo que eles tirem fotos de seus rostos com a justificativa de “melhorar a próxima geração de desbloqueio de telefone usando inteligência artificial (IA) “.

Mais: Procon-SP notifica FaceApp para apurar coleta de dados potencialmente abusiva

O site ainda afirma que a empresa está oferecendo um vale presente de US$5 (aproximadamente R$17) na Amazon ou no Starbucks em troca das fotos. A coleta estava sendo realizada por uma equipe em um parque. Ao serem questionados sobre essa coleta e como eles fariam para que o número necessário de rostos fosse obtido, eles afirmaram que “têm equipes em muitas cidades fazendo isso”.

Além das fotos, os participantes tiveram que assinar um contrato de cessão de imagem para que seu rosto fosse utilizado pela empresa. Mesmo não lendo todo o contrato , muitos assinaram de imediato.

Leia Também:  Testamos o novo Motorola One Vision e câmera com “visão noturna” é destaque

Viu isso? Aplicativo se aproveita da fama do FaceApp para instalar malware

Como o Google trabalha em uma nova versão da tecnologia de desbloqueio facial, faz sentido que a empresa realize uma coleta de rostos para que o sistema seja aprimorado para evitar erros. Mesmo assim, essa parece uma estratégia bastante incomum para realizar essa operação. De qualquer forma, essa parece ser uma maneira bastante honesta de compilação desses dados. 

Você venderia fotos do seu rosto pela quantia oferecida?


Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana