conecte-se conosco


Tecnologia

Vovô fica bravo com computador e vídeo viraliza na internet; assista

Publicado


source
computador
Reprodução/Instagram

Senhor briga com computador enquanto neto filma a cena

O vídeo de um senhor brigando com seu computador viralizou na internet depois que seu neto o publicou. No vídeo, ele fica muito bravo quando seu computador troca o buscador do Google pelo Bing e ele não consegue arrumar. 

“Agora aparece o Bing! O que é que é Bing?”, grita o senhor, enquanto seu neto filma e dá risada. “Você está rindo, mas eu fico louco de ódio, porque eu não sou mais dono da minha vida”, rebate o avô. 

O neto tenta ensinar o avô a corrigir o problema, e pede para ele sair e entrar de novo. “Sair e entrar de novo em que? Isso aqui é a página inicial do Firefox, se eu entrar de novo, vem Bing outra vez”, grita ele.

No vídeo, o senhor xinga a máquina, o que fez com que o conteúdo se tornasse um viral. Nos comentários, os internautas disseram se identificar com o vovô . “Compartilho do mesmo sentimento, vovô”, disse uma usuária. “Eu usando o Word toda vez”, comentou outro.

Ver essa foto no Instagram

@lucasmarianos

Uma publicação compartilhada por Coisas Para Ver Ch4p4d0 (@coisaspvchapado) em 25 de Out, 2020 às 7:30 PDT

Depois que o vídeo circulou bastante, o neto do senhor, Lucas Mariano, publicou um agradecimento em seu perfil do Instagram . “Nunca que eu imaginaria que tanta gente veria, se identificaria e amaria ele como eu. Muito obrigado pelas mensagens, pelo carinho”, escreveu. O neto ainda prometeu postar outros vídeos do avô. 

Junto com o agradecimento, ele publicou outro vídeo , filmado antes do que viralizou. Nele, o vovô também esbraveja com o computador, dessa vez porque não conseguiu cancelar o envio de uma mensagem . “É inacreditável”, diz ele, depois de chamar o computador de canalha.


publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Google é investigado por publicidade online na União Europeia

Publicado


source
Google é investigado na UE
Unsplash/Mitchell Luo

Google é investigado na UE

A Comissão Europeia abriu nesta terça-feira (22) uma  investigação antitruste contra o Google . O objetivo é determinar se a publicidade online da empresa distorce a concorrência ao restringir os dados de usuários a outras companhias. As informações são da agência France-Presse.

Recentemente, o Google mudou as regras para o uso de  cookies de terceiros . Em tese, isso melhoraria a privacidade dos usuários mas, na prática, a medida pode fazer com que empresas de publicidade sejam prejudicadas, favorecendo o próprio Google.

Em comunicado, a comissária europeia para a concorrência, Margrethe Vestager, disse que o Google “está presente em todos os níveis da cadeia de publicidade on-line”. “Preocupa-nos que o Google tenha tornado mais difícil a atuação de serviços de publicidade concorrentes”, continua.

Vestager ainda escreveu que os serviços de publicidade online “são o cerne da forma como o Google e as empresas monetizam seus serviços” na internet , e que a existência de um ambiente equilibrado entre os concorrentes “é essencial para todos”.

“A concorrência leal é importante, tanto para que os anunciantes cheguem aos consumidores e para que as publicações vendam seu espaço para os anunciantes, quanto como forma de gerar receita. Também vamos avaliar a política do Google sobre o rastreamento dos usuários para garantir que esteja de acordo com a norma de uma concorrência justa”, disse ela. Ainda não foi divulgado até quando as investigações devem prosseguir e que tipo de multa ou sanção pode ser aplicada à gigante de tecnologia .

Continue lendo

Tecnologia

Twitch bane grandes streamers por conteúdo sexual

Publicado


source
Twitch bane streamers
Unsplash

Twitch bane streamers

A Twitch intensificou seus esforços contra as lives com conteúdo sexualmente sugestivo na plataforma. No último fim de semana, o serviço baniu duas grandes streamers, Amouranth e Indiefoxx, que faziam transmissões ASMR em suas camas, piscinas infláveis e banheiras de hidromassagem. O conteúdo envolvia o contato sugestivo com o microfone, poses de ioga, além do uso de biquínis, maiôs, e roupas que deixam algumas partes do corpo, como seios e nádegas, bastante pronunciados.

A Twitch não explicou a razão para os banimentos, algo que é praxe dessa rede social . Contudo, segundo o The Verge, a razão foi uma violação das restrições da Twitch sobre conteúdo “sexualmente sugestivo”. De acordo com a publicação, esta é apenas mais uma instância da Twitch , que está se tornando uma espécie de juiz, ao decidir o que é “sexy demais” para seu público e anunciantes.

Entre as restrições da rede social , estão a proibição de “danças eróticas”, a exibição de brinquedos sexuais para fins que sejam diferentes da educação, e posar de maneiras que “deliberadamente destaquem seios, nádegas ou a região pélvica de uma pessoa”. Porém, essa “repressão” acaba desencadeando uma situação um tanto incômoda para algumas streamers em particular.

Você viu?

Dribla, mas cai depois

Não é incomum que mulheres encontrem mecanismos para driblar as regras da Twitch sobre conteúdo sexualmente sugestivo, suas lives se tornam populares, e só então a plataforma volta os olhos para elas e decide reprimir de alguma forma o que elas estão fazendo. Ao se recusar a ser mais transparente sobre banimentos, a plataforma deixa essas influenciadoras em uma espécie de limbo, entre ser uma streamer extremamente popular na Twitch e não terem onde publicar conteúdo.

As transmissões ASMR , por exemplo, são permitidas pela Twitch, além disso, de acordo com a própria plataforma: “ser considerado sexy pelos outros não é contra nossas regras”. Por conta disso, o serviço se colocou em uma posição altamente subjetiva, em que ele mesma decide o que é propositalmente sexy, ferindo as regras, e o que é acidentalmente sexy, dentro das regras.

O principal problema com transmissões sexualmente sugestiva na Twitch , se dá, principalmente, porque uma parte dos espectadores, principalmente do sexo masculino, dirige comentários misóginos em direção às streamers, algo que é muito mal visto pelos anunciantes, que, em sua maioria, querem ser ligados apenas a conteúdo saudável, como gameplays , em detrimento de um conteúdo mais adulto e sexualizado.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana