conecte-se conosco


Policial

‘Vovô do crime’ é preso por furtar mais de 50 pessoas no terminal e em ônibus em Várzea Grande

Publicado

O suspeito é considerado um batedor de carteira profissional e há alguns meses vinha sendo investigado pela delegacia especializada

Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf) prenderam na manhã desta quarta-feira (24) um idoso de 62 anos, investigado por, aproximadamente, 50 furtos a vítimas em ônibus do transporte público. O suspeito é considerado um batedor de carteira profissional e há alguns meses vinha sendo investigado pela delegacia especializada, que representou pela prisão preventiva, deferida pelo juízo da 4ª Vara Criminal de Várzea Grande.

Entre janeiro e outubro deste ano, a Derf estima que o ‘vovô do crime’ tenha praticado cerca de 50 furtos, agindo com destreza, no interior de ônibus do transportes público. Ele agia no terminal André Maggi e também dentro dos ônibus que fazem as linhas Marfrig-Alameda/Terminal x Terminal/São Benedito, Terminal/Asa Bela.

Os investigadores da Derf apuraram que o homem aproveitava-se de sua aparência idosa para não levantar suspeitas, andando sempre bem vestido, às vezes com roupa social e óculos de grau.

Ele carregava, na maioria das vezes, uma pasta arquivo, que usava como parte da habilidade para praticar os furtos. O suspeito escolhia as vítimas, geralmente mulheres com bolsas, as aguardava subir no ônibus e entrava logo em seguida, colocando a pasta na frente para cobrir a bolsa da vítima e, sem que ninguém visse, colocava a mão debaixo da pasta e puxava de dentro da bolsa da vítima pertences pessoais, geralmente, celulares e carteiras.

O criminoso escolhia como alvo os ônibus lotados, para que vítimas não percebessem o momento do roubo. Geralmente, as vítimas somente percebiam que havia sido furtadas quando chegavam em casa.

Na delegacia, ele confessou diversos furtos e alegou ter jogado as carteiras das vítimas em um matagal, se recusando a informar o local exato onde deixou os pertences.

O idoso tem 29 registros criminais, sendo um por roubo, outro por tráfico de drogas e 27 registros por furto. Além dessas ocorrências, a Derf de Várzea Grande apura outras 50 ocorrências.

De acordo com a delegada Elaine Fernandes, mesmo com uma extensa ficha criminal, o suspeito continuava solto, praticando os furtos com toda liberdade garantida. “Observa-se que essa convicção da impunidade faz os criminosos terem a certeza de que, de certa forma, o crime compensa. É de causar indignação que uma pessoa nessa idade, que deveria estar dando bons exemplos, estar furtando trabalhadores que voltam cansados de um dia exaustivo de trabalho e, além de terem que utilizar um transporte público lotado, ainda acabam sendo vítimas de um criminoso contumaz”, destacou a delegada.

Entre as vítimas do idoso estão diaristas e funcionários de um frigorífico situado no bairro Alameda, que relataram ainda estar pagando pelos aparelhos celulares que foram furtados, além do transtorno em ter que providenciar a segunda via dos documentos pessoais.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Ministério Público e Polícia Civil deflagram segunda fase da Operação Renegados

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

O Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em investigação conjunta com a Polícia Civil, por intermédio da Corregedoria-Geral da Polícia Civil, deflagraram na tarde desta sexta-feira (26.11) a segunda fase da Operação Renegados, com a finalidade de cumprir um total de 30 mandados judiciais, sendo 14 mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão domiciliar, cinco mandados de busca e apreensão em residências e nove mandados de busca e apreensão em celas do Centro de Custódia da Capital.

A operação se fundamenta em Procedimento de Investigação Criminal (PIC) instaurado no âmbito do Gaeco e em inquérito instaurado pela Corregedoria-Geral da Polícia Civil.

A operação se dá em continuidade às investigações sobre denúncias da prática de inúmeros crimes tais como concussão, tráfico, porte ilegal de armas de fogo, corrupção, roubo qualificado e favorecimento da prostituição ou exploração sexual de adolescentes cometidos por uma organização criminosa composta , dentre outros membros, por policiais civis, militares e informantes.

O Ministério Público e a Polícia Civil comungam esforços para combater os que desonram sua missão institucional e renegam a nobre missão do combate à corrupção e criminalidade . A lei é para todos e com muito mais rigor deve atingir aqueles que abusam da função pública e se utilizam do cargo e do aparato estatal para o cometimento de crimes.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Em poucas horas Polícia Civil esclarece furto, prende autor e recupera objetos

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Em menos de 24 horas um furto ocorrido na madrugada desta sexta-feira (26.11), no município de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá), foi rapidamente esclarecido pela Polícia Civil. O autor do crime foi preso e os produtos recuperados. 

Reincidente nesse tipo de ação criminosa, o suspeito de 30 anos foi autuado em flagrante pelo crime de furto.

A vítima de 68 anos procurou a Delegacia de Comodoro para registrar a ocorrência. O comunicante é dono de uma empresa de cerâmica, e narrou que foram furtados de seu estabelecimento 4 motores elétricos, 1 carrinho de mão, entre outros equipamentos.

Um dos funcionários da cerâmica contou que viu um indivíduo transportando os motores em uma motocicleta preta acoplada a uma carretinha.

Diante das informações os policiais civis passaram a apurar os fatos. Com base nas características repassadas e pelo “modus operandi” do suspeito, foi possível identificar o autor.

Ato contínuo a equipe foi até casa do investigado no bairro Loteamento Cidade Verde, e ao chegar no local, ele foi surpreendido já abrindo os motores para retirar o cobre da parte interna.

Os indícios apontam que o cobre era o único interesse do suspeito nos motores, bem como foi verificado que os objetos eram os mesmos descritos na ocorrência registrada. Em seguida o suspeito foi encaminhado para esclarecimentos.

Na Delegacia de Comodoro, o conduzido foi interrogado pelo delegado Ricardo Marques Sarto e autuado em flagrante. “Já existe um pedido de prisão preventiva contra esse indivíduo, e com esse flagrante, ficará bastante evidente de que a Justiça o manterá preso”, destacou o delegado.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana