conecte-se conosco


Economia

Votorantim Cimentos inicia produção de argamassa em Cuiabá

Publicado

Décima fábrica da Votomassa no Brasil fortalece atuação no mercado mato-grossense de argamassas colantes para diferentes tipos de aplicações

A Votorantim Cimentos, líder em materiais de construção, já está operando em Cuiabá (MT) sua nova linha de produção de argamassas com a marca Votomassa. Com essa expansão, a Votorantim Cimentos amplia sua atuação para atender o Estado do Mato Grosso.

A unidade, integrada à fábrica de cimento da companhia em Cuiabá, tem capacidade de produção de 120 mil toneladas por ano de argamassas colantes para diferentes tipos de aplicações em pisos e paredes, áreas internas e externas, de cerâmicas, porcelanatos e outros materiais. Serão produzidos cinco tipos de argamassa (ACI, ACII, ACIII, PSP e PI) que serão destinadas para o mercado mato-grossense, todas com a qualidade da Votorantim Cimentos.

Destaque para a Votomassa Porcelanato Interno (PI) que é indicada para assentamento de revestimentos cerâmicos e porcelanatos de tamanho até 60cm x 60cm. Já aArgamassa Piso Sobre Piso (PSP) é a argamassa multiuso da Votomassa, indicada para revestimentos cerâmicos, porcelanatos e pedras decorativas, faz sobreposição de revestimentos cerâmicos em áreas internas e externas.

A Votorantim Cimentos investiu R$ 11 milhões na nova linha de produção, que segue padrões de qualidade mundiais para a fabricação de argamassa. Com processos automatizados, a linha possui balanças de alta precisão que garantem a qualidade do produto e equipamentos com baixo consumo de energia. A construção do empreendimento foi executada em quatro meses e gerou 80 empregos diretos durante as obras.

“A diversificação de portfólio é uma estratégia importante para a criação de valor na companhia. Nossa meta é potencializar a capacidade instalada e investir em produtos e soluções que vão além do cimento. Aumentar a oferta de produtos de qualidade na região, como é o caso da Votomassa, reforça o nosso compromisso com o desenvolvimento do estado e com os nossos clientes”, afirma o gerente geral de Argamassa da Votorantim Cimentos, Carlos Vicente Flores Escalona.

A nova linha de produção em Cuiabá é a décima fábrica de argamassas da Votorantim Cimentos no Brasil. Com a inauguração, a empresa totaliza 2,36 milhões de toneladas de capacidade de produção de argamassa por ano. Suas outras fábricas estão nas cidades de Barueri, Cajamar e Limeira (todas no Estado de São Paulo), Camaçari (BA), Esteio (RS), Rio Branco do Sul (PR), Sobradinho (DF), Pecém (CE) e Itaú de Minas (MG).

Sobre a Votorantim Cimentos

Fundada em 1933, a Votorantim Cimentos se tornou uma das maiores empresas globais do setor. O portfólio de materiais de construção vai além dos cimentos e inclui concretos, argamassas e agregados, além de insumos agrícolas. São quase 12 mil empregados e uma receita líquida de R$ 12,6 bilhões em 2018. As unidades da Votorantim Cimentos estão estrategicamente próximas aos mais importantes mercados consumidores em crescimento e presente em 11 países: Argentina, Brasil, Bolívia, Canadá, Luxemburgo, Marrocos, Espanha, Tunísia, Turquia, Estados Unidos e Uruguai. Se no passado a Votorantim Cimentos tinha orgulho de ter contribuído para o desenvolvimento e industrialização do país, hoje a empresa constrói o futuro com parcerias, inovação e sustentabilidade, sempre focada em seu propósito: a vida é feita para durar. Mais informações emwww.votorantimcimentos.com.br.

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Economia

Estado suspende sorteios do Nota MT até que Caixa recomece extrações da Loteria Federal

Publicado


Documentos emitidos no período de suspensão continuam tendo validade

Os sorteios do Programa Nota MT serão retomados tão logo a Caixa Econômica Federal fixe as datas para as extrações da Loteria Federal. No entanto, as notas fiscais emitidas com CPF nesse período de suspensão não perderão a validade para as futuras premiações.

O mais recente sorteio do programa foi realizado no dia 19 de março passado, o especial de Carnaval, quando foram distribuídos 5 prêmios de 50 mil reais cada. O próximo sorteio mensal estava programado para ocorrer na quinta-feira, dia 9 de abril.

Desde o dia 21 do mês passado a CEF suspendeu algumas de suas loterias pelo prazo de 3 meses, até que, presumivelmente, os efeitos da pandemia do novo coronavírus já estejam amenizados no país.

Como os sorteios do Programa Nota MT são feitos baseados nas extrações da Loteria Federal, a Secretaria de Fazenda decidiu acompanhar esse procedimento, mantendo a lisura do certame. Ainda esta semana o secretário de Fazenda Rogério Gallo deve assinar uma portaria redefinindo os procedimentos do programa.

Rogério Gallo confirmou que as notas emitidas com CPF nesse período de suspensão de sorteios continuarão tendo validade. “O Nota MT vai continuar premiando normalmente os contribuintes cadastrados que pedirem para colocar o CPF nas suas notas de compras. As notas solicitadas e inseridas no programa nesse período de suspensão continuarão tendo validade, de acordo com normas a serem definidas posteriormente pela Sefaz”, explica ele.

O titular da pasta da Fazenda pede que os contribuintes continuem pedindo a colocação do CPF nas notas, até como forma de manter a arrecadação do Estado, nesse período de dificuldades ocasionado pela pandemia do coronavirus.

“Pedindo para o CPF seja colocado nas notas de compras, o consumidor mato-grossense está contribuindo para que se evite, em parte, a sonegação do ICMS neste momento em que a arrecadação está sabidamente em queda, pela redução do consumo. É uma forma ajudar o estado a manter funcionando os serviços essenciais população”, aponta Rogério Gallo.

Continue lendo

Economia

CMN proíbe aumento de remuneração de administradores financeiros

Publicado


.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) vedou temporariamente a distribuição de resultados e o aumento da remuneração de administradores das instituições financeiras. O Banco Central (BC) informou que a medida faz parte de um conjunto de medidas adotadas para enfrentar os efeitos da covid-19 na economia.

O BC acrescentou que a medida evita “o consumo de recursos importantes para a manutenção do crédito e para a eventual absorção de perdas futuras”. As vedações serão aplicadas aos pagamentos referentes às datas-bases compreendidas entre hoje (6), data da entrada em vigor da resolução do CMN, e 30 de setembro de 2020.

Segundo o BC, o dinheiro retido não pode “constituir obrigação futura, nem serem vinculados de qualquer forma a pagamentos de dividendos no futuro, garantindo assim a disponibilidade de reservas no sistema pelo período de incidência das vedações”.

O BC ressalta que as instituições financeiras apresentam níveis confortáveis de capital e de liquidez, bem acima dos requerimentos mínimos estabelecidos. “Porém, dada a incerteza da magnitude do choque provocado pela covid-19, julga importante adotar, de forma proativa, requisitos prudenciais complementares mais conservadores. A prerrogativa de vedação à distribuição de resultados e ao aumento da remuneração de administradores é um dos instrumentos previstos pelo Comitê de Supervisão Bancária da Basileia”, diz o BC.

Edição: Maria Claudia

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana