conecte-se conosco


Carros e Motos

Volvo mostra XC40 híbrido plug-in, que chega ao Brasil no início de 2020

Publicado

Volvo XC40 arrow-options
Divulgação

Volvo XC40 eletrificado será o único da categoria a permitir carregamento em tomadas de energia

O Volvo XC40 T5 hibrido plug-in, com o motor Twin Engine, é confirmado para chegar ao Brasil no primeiro trimestre de 2020. Assim como ocorre em alguns mercados ao redor do mundo, a configuração fará com que o SUV seja a única opção com possibilidade de carregamento em tomada de energia. O modelo sairá acima dos R$ 227.950 cobrados pela versão topo de linha T5 R-Design.

LEIA MAIS: Híbrido Volvo S60 chega para brigar com BMW, Mercedes e Audi

O Volvo XC40 T5 Twin Engine une o motor 1.5 turbo, de três cilindros, que gera 182 cv a um propulsor elétrico, resultando em uma potência combinada de 265 cv. Além disso, estreia um novo câmbio, de dupla embreagem, com 7 marchas. A tração é enviada às rodas dianteiras do SUV hibrido . Outro destaque fica por conta de seus números de desempenho. Segundo a fabricante sueca, o carro é capaz de um consumo de 60 km/l, autonomia de 46 km no modo elétrico e uma aceleração até 100 km/h em 7,3 segundos.

O Volvo XC40 de série limitada

Volvo XC40 arrow-options
Divulgação

Volvo XC40 Special Edition traz os últimos desenvolvimentos tecnológicos da marca, que auxiliam o motorista

Trata-se do XC40 Special Edition , limitada a 300 unidades e que agrega ainda mais refinamento do que a versão de topo R-Design. Entre os destaques, há rodas de 21 polegadas exclusivas e recursos como Park Assist, capaz de estacionar o carro sozinho em vagas paralelas ou perpendiculares. Há, ainda, câmeras de visão 360° que ajudam o motorista a estacionar em vagas mais apertadas. O sistema funciona também com o carro em movimento em velocidades de até 10 km/h. A chegada está agendada para outubro e sairá por R$ 240.950.

LEIA MAIS: Volvo lança XC90 T8 R-Design e prepara mais novidades

Como na versão R-Design , o Volvo XC40 de edição limitada traz monitor de ponto cego e de tráfego cruzado na traseira. O sistema avisa o motorista se há algum veículo vindo durante manobras de marcha a ré. Os faróis de LED, por sua vez, são direcionais e possuem direcionamento automático do foco de luz. Outro destaque é o monitor de faixa da pista e alerta de colisão frontal com frenagem automática. O SUV premium também mantém o revestimento interno com couro e camurça.

LEIA MAIS: Conheça a Polestar, marca de híbridos e elétricos com o DNA da Volvo

Entre outros equipamentos, o Volvo XC40 vem com painel de instrumentos virtual com 12,3 polegadas e central multimídia com tela vertical de 9″ sensível ao toque. O sistema traz GPS integrado e suporte para Android Auto e CarPlay, bem como o sistema de som com alto-falantes da Harman Kardon. Por fim, não deixa de lado o teto solar panorâmico, controle de cruzeiro ativo e a assistência semi-autônoma de direção.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

Aceleramos o SUV Tesla Model X P100D, verdadeiro pesadelo dos supercarros

Publicado


source
Tesla Model X P100D: SUV que anda mais que supercarro e leva até sete pessoas dentro com conforto
Guilherme Menezes/ iG Carros

Tesla Model X P100D: SUV que anda mais que supercarro e leva até sete pessoas dentro com conforto

Ferrari F8 Tributo, Lamborghini Aventador S, McLaren 720 S, Pagani Huayra… sabe me dizer o que esses jatos sobre quatro rodas têm em comum? Se a resposta for que são fenomenais, está correto.

Mas se disser que nenhum deles acelera mais do que um SUV de família, com sete assentos individuais, a resposta é espantosa, mas também será correta. O que seria? É o Tesla Model X P100D , que aceleramos no autódromo do Haras Tuiuti (SP), com exclusividade.

São vários os pomtos curiosos sobre esse carro. Os pouquíssimos anunciados nos classificados podem ser encontrados por R$ 900 mil. Quanto custam aqueles puro-sangue que citamos acima? R$ 2 milhões… R$ 4 milhões… R$ 6 milhões… Será que esse SUV elétrico tem bom custo-benefício? Com absoluta certeza que sim.

Além disso, conta com o modo de condução semi-autônomo mais completo — e polêmico — do mundo. Vários casos de motoristas dormindo ao volante foram registrados. Um deles, inclusive, aqui no Brasil . Como se não bastasse, o carro traz uma série de “truques”.

Entre os quais, há configurações aplicadas aos assentos que simulam sons e um modo que inicia uma verdadeira performance artística do carro, que começa a tocar música alta, piscar as luzes e movimentar as portas. É ou não é de outro mundo mesmo?

As linhas do carro e os demais equipamentos seguem o mesmo padrão. Tem visual futurista , com cortes afilados e linhas suaves, jogo de luz e sombra na carroceria, entradas de ar (falsas) que conferem uma agressividade mais minimalista e portas do tipo asa de gaivota na traseira.

Por dentro, um visual digno de caça militar. Tem vidros bipartidos, pára brisa que encobre pelo menos ⅓ do teto, central multimídia de 17 polegadas , cluster multifuncional de 12,3 polegadas, assentos individuais com desenho semi-concha para todos os ocupantes, entre outros.

Vale lembrar que absolutamente tudo do carro é personalizável pela central multimídia. Luzes, suspensão, modos de condução , entre outros itens. Absolutamente tudo. Quando fui procurar algum defeito no carro, dentro da pouquíssima disponibilidade que tivemos para avaliá-lo, torci o nariz para o ultrapassado seletor das marchas , que é idêntico ao que equipava carros da Mercedes até meados de 2018. Mas apenas isso.

Pancada nas costas

Cheio de tecnologias e recursos lúdicos, o SUV elétrico tem seu lado agressivo na
Divulgação

Cheio de tecnologias e recursos lúdicos, o SUV elétrico tem seu lado agressivo na “manga”

Ao volante, você pode ser o que quiser. Graças à infinidade de possibilidades de configuração e de modos de condução, o carro pode ser alto ou baixo de altura de suspensão, dócil como o SUV familiar , arrojado e violento como o super-SUV, bem como lúdico e descolado, tal como a maioria dos felizardos que o procuram para poderem chamar de seu.

Como estávamos em uma pista fechada, “sentamos o pé” de uma vez para ver como é a sensação de 2,4 toneladas acelerando até 100 km/h em exatos 3 segundos. Graças aos seus dois motores que trabalham de maneira combinada, você obtém 680 cv e 98,6 kgfm enviados às quatro rodas, tanto ao sair parado, quanto ao chegar na sua velocidade final de 250 km/h (limitada eletronicamente).

Além da certeza de que, um dia, partiremos desta para uma melhor, outra certeza da vida, quando pisamos no acelerador do Tesla de uma vez, é a de que iremos “colar” no encosto. Isso independentemente da velocidade inicial. E não adianta querer tentar impedir.

Ao mesmo tempo, o Tesla Model X — SUV da fabricante com US$ 1 trilhão de valor de mercado — executa tudo de maneira previsível e controlada. Sua suspensão do tipo bolsas de ar se regulam conforme o jogo de carroceria, a demanda do acelerador e as condições de aderência do asfalto. E mesmo que faça curvas de forma tão veloz, permanece um carro confortável. Se você optar pela autonomia, pode rodar até 542 km antes da recarga completa.

Leia Também

Esse seria o futuro? Apesar de tudo indicar que sim, ainda não sabemos ao certo. Entretanto, de fato, o Tesla Model X P100D e os demais modelos da fabricante norte-americana serviram, servem e servirão de exemplo para tudo o que nós conhecemos da seara dos elétricos, da inteligência artificial e da mobilidade. Não me pergunte o que mais a Tesla poderá desenvolver, porque sou apenas alguém do Planeta Terra.

Leia Também

Ficha técnica: Tesla Model X P100D

Peso: 2441 kg

Motor: Dois motores elétricos que geram 680 cv e 98,6 kgfm (combinados)

Desempenho: 0-100 km/h em 3,1 segundos e máxima de 250 km/h (limitados eletronicamente)

Transmissão: Tração direta nas quatro rodas de apenas uma marcha mais a ré

Autonomia: 542 km

Comprimento: 5,04 m

Distância entre-eixos: 2,97 m

Largura: 2,27 m

Altura: 1,63 m

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Land Rover Defender ganha edição limitada Onçafari, com visual exclusivo

Publicado


source
Land Rover Defender Onçafari: Edição especial personalizada homenageia as onças do Pantanal
Divulgação

Land Rover Defender Onçafari: Edição especial personalizada homenageia as onças do Pantanal

A Land Rover apresenta a edição especial Onçafari para o utilitário Defender. Entre as novidades, observamos grande diferenciação visual tanto no exterior, quanto no interior, além de uma configuração exclusiva.

Disponível na versão 110 , a série limitada do Land Rover Defender terá a pré-venda iniciada neste mês de dezembro, com lote de 25 carros e preço de R$ 676.950. Parte da renda arrecadada com a venda da edição limitada será destinada para ajudar na realização de iniciativas de conservação do Onçafari .

Começando a falar dos seus equipamentos , vem com teto preto, silhuetas de onça-pintada sobrepostas em tons de cinza e preto, o padrão formado remete à estampa camuflada. Sua aplicação está presente no capô, nas laterais do veículo, interior do porta-malas, cobertura do estepe e tapetes.

Cada carro dessa edição limitada recebeu o nome de uma onça-pintada monitorada pelo instituto. Para completar a personalização estética, ainda vem acompanhado de uma cartela de adesivos com ícones sutis de animais típicos do Pantanal e seus nomes científicos. O item permite que os clientes personalizem seus veículos.

Leia Também

Leia Também

 No interior, o modelo da Land Rover recebeu uma configuração especial, com bancos na cor Lunar, teto com revestimento Light Oyster Morzin e acabamento Rough-cut Walnut em alguns detalhes do carro, que lembra materiais feitos de madeira.

Equipamentos e outros acessórios

Estepe ganha cobertura militar do estilo Digital como parte dos itens de série do SUV da marca inglesa
Divulgação

Estepe ganha cobertura militar do estilo Digital como parte dos itens de série do SUV da marca inglesa

Essa edição do Defender é baseada na versão 110, que oferece Pacote de Assistência ao Motorista, com controle de cruzeiro adaptativo e monitor de colisão traseira; Pacote Off-Road, com trilhos do teto na cor preta, tomadas domésticas e diferencial eletrônico ativo; Pacote Off-Road Avançado, com sistema All Terrain Progress Control (ATPC) e o Terrain Response configurável; Pacote Exterior Black.

Além disso, vem com rodas de 20″ com cinco raios Satin Dark Grey; Pulseira exclusiva Land Rover que dispensa uso da chave do veículo; Head-up display, tecnologia que apresenta os principais dados do veículo, como sua velocidade, posição de marcha e direções de navegação, no para-brisa.

Como se não bastasse, o Defender Onçafari vem com Pacote Explorer, composto por pára-barros clássicos dianteiros e traseiros, capa do estepe, proteção do arco da roda, snorkel, rack de teto para expedição e suporte para acessórios externos; estribos laterais fixos, escada de teto móvel e sistema de proteção dianteira.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana