conecte-se conosco


Carros e Motos

Volkswagen T-Cross 2020 chega em versão para PCDs, por R$ 57.629

Publicado

VW T-Cross arrow-options
Divulgação

VW T-Cross Sense: SUV para PCDs é uma opção bem atrativa, principalmente quando oferece desconto de R$ 36.861

O Volkswagen T-Cross acaba de chegar em uma configuração para PCDs (pessoas com deficiência). A versão exclusiva é chamada de Sense, que chega por R$ 57.629. O modelo toma como base o 200 TSI automático — que custa R$ 94.490 — e sua lista de equipamentos não fica para trás. As três revisões gratuitas foram mantidas e as concessionárias já recebem encomendas, para entregar ao longo do mês.

LEIA MAIS: VW T-Cross Comfortline 2019: como anda a versão com motor 1.0 turbo?

Entre os equipamentos, o SUV Volkswagen T-Cross para PCDs só não vem com sensores no para-choque traseiro e apoio de braço central, quando comparado à versão convencional. De resto, traz seis airbags (frontais, laterais e de cortina), ar-condicionado digital, direção elétrica, controle de estabilidade e tração.

LEIA MAIS: Segredo! VW prepara versão do VW T-Cross com jeito de cupê

Mais equipamentos e dados

VW T-Cross arrow-options
Divulgação

VW T-Cross para PCDs tem o interior idêntico ao da versão 200 TSI com câmbio automático, mas sem apoio de braço

Além disso, não fica faltando o assistente de partida em rampas, travas e vidros elétricos, retrovisores com ajuste elétrico, computador de bordo, Isofix, central multimídia Composition Touch com tela de 6,5 polegadas, volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade, rodas de liga leve de 16 polegadas, entre outros. Na paleta de cores, encontram-se as opções Prata Sargas (metálica) e Branco Puro e Preto Ninja (sólidas) nesse carro para PCD .

LEIA MAIS: Volkswagen T-Cross: a opinião das mulheres sobre o SUV. Assista ao vídeo

O Volkswagen T-Cross traz um seletor de modos de condução que muda o comportamento do 1.0 turbinado, que entrega 128 cv e 20,4 kgfm De acordo com a VW, o T-Cross para PCD acelera de 0 a 100 km/h em 10,4 segundos, com velocidade máxima de 184 km/h. De acordo com o Inmetro, faz 7,6 km/l na cidade e 9,5 km/l na estrada com etanol. Com gasolina, os números sobem para 11 km/l e 13,5 km/l.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Carros e Motos

Nova Yamaha Fazer 250 é registrada no Brasil. Deve chegar em 2021

Publicado


source
Yamaha Fazer
Divulgação

Registro da nova Yamaha Fazer 250 2021 no INPI revelam similaridade com a “irmã” esportiva Yamaha MT-03

A Yamaha Fazer 250 com o visual renovado, lançada há um mês na Índia, é registrada no Brasil através do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Mesmo que seja com o intuito de garantir a propriedade intelectual para a montadora — evitando cópias ao redor do mundo — e não necessariamente de que está prestes a chegar às concessionárias, ainda podemos esperar que chegue com as mesmas atualizações observadas na sua próxima mudança no Brasil. Se vierem já na linha 2021, deverá ser anunciada ao mercado brasileiro já no segundo semestre.

LEIA MAIS: Yamaha Fazer 250 ABS 2020 chega R$ 200 mais cara e com nova cor

A nova Yamaha Fazer 250 é revelada com novo conjunto ótico frontal, novo painel LCD e ABS de dois canais. Além disso, ganhou novo conjunto óptico frontal, com canhão único de LED para os faróis alto e baixo, junto com uma linha de LED logo acima, para a luz diurna (DRL). Desse modo, fica bastante similar à nova MT-03.

LEIA MAIS: Honda CB 250F Twister SE chega às lojas em edição especial

Yamaha Fazer
Divulgação

Apesar da patente não confirmar se será vendida no Brasil, podemos sim aguardá-la, pois faz todo o sentido

Os piscas foram mantidos, ou seja, não são de LED, mas pode ser que o modelo brasileiro receba o item mais refinado em resposta às rivais — como a Honda CB Twister (R$ 15.945) — que já oferecem. Além disso, ela ganhou, também, um novo painel de LCD similar ao atual, mas agora do tipo negativo (ou invertido), ou seja, com fundo escuro, o que facilita a visualização mesmo sob luz forte. Outro item que o modelo indiano ganhou, mas que talvez não venha no modelo brasileiro, é o protetor de motor e cárter aerodinâmico.

Conjunto mecânico segue inalterado

Yamaha Fazer
Divulgação

Yamaha Fazer 250 2021: Novo visual, novas cores e mais tecnologia. Com isso, vira resposta à altura da Honda CB Twister

O conjunto mecânico da naked esportiva não foi alterado. Segue com o motor monocilíndrico de 250 cc, capaz de gerar 21,5 cv (com etanol) e 2,1 kgfm. As rodas são de 17 polegadas com disco de freio de 282 mm na dianteira e 220 mm na traseira. Elas usam pneus Pirelli Sport Demon de medidas 100/80R17 na dianteira e 140/70R17 na traseira.

LEIA MAIS: Teste: Yamaha MT-03 2020, tá na mão!

Desde 2017, o seu quadro passou a ser do tipo diamante, com o motor que se integra estruturalmente. Desse modo, a rigidez e o controle se favorecem, bem como foi assim que se conseguiu reduzir 4 kg de seu peso total, ante a geração anterior. Outro ponto da Yamaha Fazer 250 está relacionado ao seu sistema de suspensão, com 41 mm de curso, que oferece mais firmeza e robustez, segundo a marca. Com isso, o curso total da roda dianteira aumentou para os 130 mm, o que contribui para lidar com piso irregular. 

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Ferrari Roma chegará ao Brasil por cerca de R$ 2,8 milhões

Publicado


source
Ferrari Roma
Divulgação

Ferrari Roma novo supercarro da marca italiana com alta tecnologia e desempenho de tirar o fôlego

Apresentada ao mundo em novembro de 2019, eis que a Casa de Maranello vai começar a mandar a nova Ferrari Roma ao Brasil. Desenvolvido para remeter aos clássicos modelos GTs, a Roma exibe uma dianteira no formato de nariz de tubarão e faróis de LED. Estes dois últimos, inspirados nos modelos Monza SP1 e SP2. Deve chegar no segundo semestre, por cerca de R$ 2,8 milhões.

LEIA MAIS: Novo Audi R8 chega com 1,6 milhão de combinações de acabamento

O visual da Ferrari Roma também se destaca pelas curvas musculosas, pelas quatro saídas de escapamento e também pelas lanternas distintas. Ainda quanto a traseira, segundo a Ferrari, um defletor de ar ativo produz 95 kg a mais de pressão aerodinâmica, nos 250 km/h, comparado ao modelo Portofino.

LEIA MAIS: Vídeo mostra fabricação da Ferrari SF90 Stradale; assista

A cabine oferece um quadro de instrumentos digital configurável de 16 polegadas. Opcionalmente, pode vir com uma outra tela de 8,8 polegadas para o passageiro, com informações de desempenho, sistema de som e navegação. Como um bom superesportivo , o modelo traz Alcântara em diversas partes do revestimento interno. O material está presente, por exemplo, no painel à frente do único passageiro, onde se lê a inscrição Roma.

LEIA MAIS: Ferrari lança o conversível F8 Spider que será vendido no Brasil em breve

O motor da Ferrari Roma é um V8 3.9 turbo de 620 cv. O câmbio de dupla embreagem de oito marchas é derivado do modelo Ferrari SF90 Stradale . Esse conjunto permite acelerar de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos, 0 a 200 km/h em 9,3 segundos e a velocidade máxima é de 320 km/h. Estão disponíveis cinco modos de condução, entre eles, Comfort, Sport, Race (corrida), Wet (chuva) e ESC Off (desligamento do controle de estabilidade).

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana