conecte-se conosco


Internacional

‘Vitória é a única opção’, diz chefe das Forças Armadas de Israel

Publicado

Forças de Defesa de Israel
Reprodução: Flipar

Forças de Defesa de Israel

As Forças Armadas de Israel divulgaram um áudio enviado pelo chefe do Comando Sul, major-general Yaron Finkelman, às tropas, dizendo que “não pode haver outro resultado além da vitória” sobre o grupo armado palestino Hamas na Faixa de Gaza.

“Estações de Comando do Sul, o comandante está falando. Estamos lançando um ataque ao Hamas e aos grupos terroristas na Faixa de Gaza. Nosso objetivo é um só, a vitória. Não importa quão longa seja a luta, quão difícil seja, não há outro resultado senão a vitória”, diz Finkelman.

“Lutaremos de forma profissional e poderosa à luz dos valores da a Forças de Defesa de Israel, nos quais fomos criados. O principal deles é manter a missão e lutar pela vitória”, diz ele.

Ele confirmou que as operações terrestres irão procurar terroristas nos túneis do Hamas.

“Vamos lutar nos becos, vamos lutar nos túneis, vamos lutar onde for necessário. Atingiremos o terrível inimigo que está diante de nós”, continua Finkelman.

“Meus irmãos combatentes, os residentes de Be’eri, Sderot, Nir Oz, Kfar Aza e as comunidades ocidentais do Negev, e com eles toda a nação de Israel, estão todos olhando para nós agora. Assim como eu, eles também confiam em você e acreditam em você. Vocês são a geração da vitória”, diz ele.

As Forças de Defesa de Israel (FDI) disseram ter atacado 300 alvos ligados ao Hamas nas áreas ao redor da Faixa de Gaza . Nesta terça-feira (31), os militares ainda divulgaram um vídeo mostrando a atuação das tropas dentro do enclave, na operação terrestre que vendo sendo expandida nos últimos dias.

Nessa segunda (30), o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, negou qualquer possibilidade de interromper os bombardeios na Faixa de Gaza.

“Pedir por um cessar-fogo é pedir para Israel se render ao Hamas, se render ao terrorismo, se render à barbárie. Isso não vai acontecer. Senhoras e senhores, a Bíblia diz que há o tempo de paz e o tempo de guerra. Esse é o tempo da guerra”, disse.

Na última sexta (27), a Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) aprovou, por ampla maioria, uma resolução que determina o cessar-fogo imediato.

O conflito iniciou no último dia 7 de outubro, quando o Hamas lançou um ataque surpresa em território israelita.


Fonte: Internacional

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana