conecte-se conosco


Policial

Vítimas de violência doméstica podem buscar orientação psicológica por telefone

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil criou, por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá (DEDM) um canal de atendimento psicológico por telefone, para as vítimas que são atendidas pela unidade policial na Capital.

O atendimento é realizado pelo número (65) 99973-4796, onde a psicóloga da delegacia recebe mensagens, via áudio ou texto, ou ligações. O telefone recebe mensagens também pelo aplicativo whatsapp.

A delegada titular da DEDM, Jozirlethe Criveletto, explica que o serviço é para este período em que são necessários o distanciamento ou isolamento social e a redução de pessoas em circulação nas ruas e unidades policiais. “Continuamos atendendo as vítimas nas situações em que é necessário o serviço presencial. E para o atendimento psicológico, que pode ser realizado por telefone, disponibilizamos o serviço em que nossa profissional faz a escuta ativa, recebe mensagens e faz as orientações para as vítimas”.

A delegada reforça ainda que pela Delegacia Virtual (www.delegaciavirtual.mt.gov.br) as vítimas podem fazer o pré-registro de ocorrências como injúria, ameaça, calúnia, difamação, constrangimento ilegal e violação de domicílio no âmbito de violência doméstica. Para validação do pré-registro da ocorrência, a pessoa deve ligar em um dos números: (65) 3901-4839 / (65) 99989-4035 / 98463-2525.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Operação cumpre prisões de mulher investigada por golpes e homem suspeito por homicídio

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Delegacia da Polícia Civil em Sorriso

Polícia Civil deflagrou operação nesta terça-feira (26.05), em Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá) para cumprimento de três mandados de prisões contra duas mulheres e um homem.

Uma das prisões efetuadas por equipes da Delegacia de Polícia de Sorriso é de uma mulher investigada por diversos golpes de estelionato praticados na região. Ela estava com mandado de prisão deferido pela justiça estadual após investigações da Polícia Civil sobre golpes realizados no ano passado em que ludibriou diversas pessoas por rede sociais com a venda de ingressos para festas e pacote de viagens. A mulher, inclusive, se passou por filha de uma magistrada estadual.

Outro mandado cumprido foi contra uma mulher investigada pelo crime de furto cometido em uma residência, quando com a ajuda de um caminhão de mudança, ela teria levado os móveis de toda a casa. O crime foi praticado com auxílio de outras pessoas.  

O terceiro mandado de prisão foi cumprido contra um homem investigado pela suspeita do homicídio de Alisson Alexandre Pinheiro, ocorrido em fevereiro deste ano. A Polícia Civil de Sorriso apurou nas investigações que a motivação do crime seria uma desavença entre suspeito e vítima em decorrência de um triângulo amoroso envolvendo uma mulher, ex-namorada de Alisson e que teria um namoro virtual com o suspeito.

Após o cumprimento dos mandados, as três pessoas serão encaminhadas às respectivas unidades prisionais, onde ficarão à disposição do Poder Judiciário.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

GCCO suspeita que bando que trocou tiros com a Rotam iria assaltar mineradora do governador

Publicado

Troca de tiros ocorreu durante a a madrugada. As prisões foram efetuadas durante a tarde

Quatro criminosos suspeitos de integrarem uma quadrilha que trocou tiros com policiais militares da Rotam (Rondas Ostensivas Tático Móvel) durante a madrugada de segunda-feia (26) em uma ação criminosa na região da Ponte de Ferro em Cuiabá, foram presos pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) no final da tarde.

Na troca de tiros, um bandido morreu e um policial militar ficou ferido Os criminosos.

têm envolvimento em arrombamentos recentes de caixas eletrônicos, entre eles, no mercado Bom Gosto, em Várzea Grande, ocorrido horas antes. Conforme o GCCO, a quadrilha preparava para assaltar uma mineradora que pertence ao governador Mauro Mendes e que fica na região, quando houve o confronto.

As prisões foram efetuadas no final da tarde no bairro barbado em Cuiabá após a Polícia receber informação de que os criminosos estavam escondidos na residência de parentes de um deles.

Quatro suspeitos foram presos, inclusive o que havia perdido um dedo durante a troca de tiros com a Rotam. Com eles, foram apreendidos 4 armas de fogo, entre elas uma pistola Glock .9mm, pertencente à Polícia Rodoviária Federal (PRF), munições e um bloqueador de sinal.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana