conecte-se conosco


Mato Grosso

“Virginia Mendes está construindo uma nova história de valorização e respeito aos indígenas”, afirma cacique Rony

Publicado


A primeira-dama do Estado de Mato Grosso, Virginia Mendes, esteve nesta terça-feira (01.12), pela terceira vez, na aldeia Wazare, no município de Campo Novo do Parecis, localizada a 390 km de Cuiabá. Ela entregou 500 cestas básicas, 500 cobertores e 300 brinquedos para as crianças da comunidade indígena local, incluindo 12 aldeias de três etnias (Haliti-Paresi, Manoki e Nambikwara).

A ação faz parte do programa “Vem Ser Mais Solidário”, que vai distribuir um total de 4 mil kits de alimentos, materiais de limpeza e higiene pessoal, contemplando ainda as comunidades indígenas de Juína e Campinápolis.

Os índios de Campo Novo do Parecis, da etnia Haliti-Paresi, receberam a primeira-dama, a sua filha Maria Luiza e uma comitiva de representantes do Governo do Estado. Na ocasião, elas participaram de cerimônias e se caracterizaram com vestimentas próprias para rituais de purificação e fortalecimento de fé.

“É com grande alegria que recebemos a primeira-dama do Estado pela terceira vez. Estamos muito contentes de poder acompanhar o trabalho que ela vem realizando para a comunidade indígena. Virginia Mendes está fazendo história em Mato Grosso, com tamanha valorização e respeito aos povos indígenas”, disse o cacique da aldeia Wazare, Roni Paresi.

A primeira-dama ressaltou a satisfação de poder retornar à aldeia Wazare. “Tenho um carinho especial pela comunidade indígena. Na aldeia Wazare sempre fui bem recebida. Os alimentos e brinquedos que doamos hoje são o mínimo que podemos fazer para esse público. Quero estreitar e fortalecer ainda mais as ações sociais em benefício dos nossos povos indígenas.”

A secretária de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, que tem coordenado todas as iniciativas lideradas pela primeira-dama, declarou que intenção é oferecer as mesmas oportunidades para as comunidades indígenas.

“O Vem Ser Mais Solidário também chegou nas aldeias. E os nossos irmãos indígenas merecem o mesmo respeito e acesso às ações do Estado. A entrega de brinquedos para as crianças indígenas foi uma forma de dizer que os menores também são lembrados pelo governo”.

A pequena Maiara não escondia a felicidade de ter recebido uma Barbie como presente. Além do brinquedo, ela também recebeu uma sacola com chocolates e outras guloseimas. “Eu queria agradecer a primeira-dama pelo presente”, acrescentou Lara Marcela, outra criança atendida com as doações.

O prefeito do município, Rafael Machado, pontuou que as ações da primeira-dama têm beneficiado muitas comunidades indígenas. “É muito gratificante  tê-la aqui novamente, mostrando um carinho especial para os indígenas”.

Agnaldo Santos, superintendente de Assuntos Indígenas da Casa Civil, acrescentou que todas as ações são acompanhadas de perto por Virginia e pelo governador do Estado, Mauro Mendes. A previsão, segundo ele, é atender todos os 128 municípios que têm comunidades indígenas. “Vamos entregar mais de 25 mil cestas básicas para 43 etnias que abrigam cerca de 120 mil índios”.

Durante a visita da primeira-dama, as mulheres indígenas da aldeia Wazare apresentaram os trabalhos e as ações realizadas na comunidade. A esposa do cacique, Valdirene Paresi, destacou a importância da visita para estreitar o diálogo com o Governo do Estado.

“Estávamos ansiosos pela vinda da primeira-dama. É uma oportunidade para que ela conheça os nossos projetos e para que possa nos apoiar nas iniciativas que planejamos para a comunidade. Como mulher ela tem essa sensibilidade e queremos que ela nos apoie em projetos de geração de renda para as mulheres”, afirmou a líder indígena.

Nesta primeira entrega participaram lideranças indígenas de 12 aldeias:  Wazare, Katyola, Salto da Mulher, Chapada Azul, Bakaval, Vale do Rio Papagaio, Quatro Cachoeiras, Marekua, Seringal, Sacre 2, Utiariti e Bakaioval. Também estavam presentes representantes de Coophanama, Cooparesi e Associações Wayamare e Halitina.

Outras doações

No dia 02 de dezembro, as doações beneficiarão os índios de Halataikwa, em Juína (a 742 km de Cuiabá). A agenda será finalizada na quinta-feira, 3 de dezembro, com as doações na Aldeia Santa Clara, em Campinápolis, (a 475 km da capital). 

Vem Ser Mais Solidário

O “Vem Ser Mais Solidário” foi criado com o objetivo de amenizar o sofrimento das pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social. Iniciada em abril deste ano, a ação já realizou a distribuição de 330 mil cestas básicas, beneficiando mais de 1,7 milhão de pessoas carentes em todo Mato Grosso. O Governo do Estado, através do programa Mais MT, direcionou R$ 42 milhões em recursos para que a campanha seja permanente.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

PCE inaugura ala para reeducandos que trabalham na unidade

Publicado


A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) inaugurou, nesta segunda-feira (25.01), na Penitenciária Central do Estado (PCE), a ampliação de uma ala voltada para os reeducandos que trabalham dentro da unidade. O espaço poderá abrigar, inicialmente, 150 recuperandos. 

Atualmente, a PCE conta com cerca de 100 homens que trabalham nas áreas de marcenaria, serralheria, padaria, cantina, fábrica de pré-moldados e nas construções diversas dentro da unidade, e que já poderão ocupar a nova ala.

Além das celas com camas e banheiros, a estrutura também dispõe de salas que serão destinadas para o setor de produção e manutenção da Penitenciária. Toda a mão de obra empregada na ampliação e reforma foi dos recuperandos.

“Hoje estamos com aproximadamente 100 reeducandos trabalhando de forma remunerada. Pretendemos que com a ampliação dessa nova ala, possamos alcançar um número de 300 reeducandos trabalhando aqui na penitenciária central”, destacou o secretário adjunto de Administração Penitenciária, Jean Gonçalves.

A contratação remunerada de reeducandos está prevista na Lei de Execução Penal. Pelo trabalho, o reeducando também recebe a remição de pena, prevista em lei, e a cada três dias trabalhados, um é descontado na pena. 

O juiz da Vara de Execuções Penais de Cuiabá, José Geraldo Fidélis Neto, esteve na inauguração e elogiou a iniciativa dos gestores estaduais.

“Muito positivo este momento porque teremos 150 vagas para alojar os trabalhadores. Vamos conseguir fazer o envolvimento desta pessoa com o trabalho e a educação. Estes reeducandos terão seu ofício, seu trabalho profissionalizante para que no futuro quando estiverem nas ruas, não mais dependam de vínculos com o crime”, assegurou.

Mais ampliação

O diretor da PCE, Agno Sérgio Ramos, prevê que nos próximos dois meses, o local dobre o tamanho e tenha condições de abrigar 300 trabalhadores.

“A capacidade hoje é para 150 recuperandos, mas já estamos com um projeto, que a curto prazo, iremos abrir mais 150 vagas. Nós temos uma projeção para que no máximo em até 60 dias possamos ter aqui na unidade, trabalhando, em torno de 300 recuperandos, sendo remunerados e podendo ajudar os seus familiares fora da unidade”, pontuou.

Cada reeducando que trabalha recebe um salário mínimo pela atividade. Deste valor, uma parte é entregue à família, outra custeia pequenas despesas que o reeducando possa ter e uma terceira parte do valor vai para uma conta poupança, que só poderá ser resgatada quando a pessoa ganhar liberdade.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Governador divulga calendário de pagamento de salário e 13º aos servidores

Publicado


O governador Mauro Mendes divulgou, na tarde desta segunda-feira (25.01), o calendário de pagamento do salário dos servidores públicos estaduais para o ano de 2021 e também do 13º salário. 

O cronograma apresentado pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) mantém a garantia do pagamento da remuneração dentro do mês trabalhado. 

Essa segurança na quitação dos vencimentos dos servidores é fruto do esforço realizado pela atual gestão para consertar o Governo, que hoje dispõe de equilíbrio fiscal, paga as contas em dia e possui capacidade recorde de investimentos por meio do programa Mais MT.

“Os servidores continuarão recebendo seus salários rigorosamente em dia, dentro do mês. Em alguns casos, antes mesmo do dia 30. Esse é um compromisso que firmamos e que temos honrado religiosamente, após termos organizado as contas do Estado por meio de redução de despesas, corte de gastos, renegociação de contratos, crescimento da receita e muitas outras medidas necessárias que tomamos”, afirmou o governador.

De acordo com o calendário, o 13º salário do servidor efetivo será pago em duas parcelas iguais. A primeira metade será quitada no dia 30 de junho de 2021 e a segunda no dia 17 de dezembro deste ano. Para os servidores comissionados, o pagamento será em parcela única, também no dia 17 de dezembro.

Confira abaixo o calendário completo:

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana