conecte-se conosco


Nacional

Vinhedo é a 6ª melhor cidade brasileira em ranking de sustentabilidade

Publicado

Ranking do Índice de Desenvolvimento Social foi divulgado nesta segunda-feira (11)
Divulgação/Prefeitura de Vinhedo

Ranking do Índice de Desenvolvimento Social foi divulgado nesta segunda-feira (11)


Vinhedo é a sexta melhor cidade brasileira, entre todos os 5.570 municípios do País, no ranking do Índice de Desenvolvimento Sustentável – Brasil (IDSC-BR), divulgado nesta segunda-feira (11).

Em uma escala que vai de 0 a 100, a cidade alcançou pontuação de 63,78. No ranking, as cidades estão classificadas pela pontuação geral, que mede o progresso total para o cumprimento de todos os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas. “Vinhedo é uma das melhores cidades do Brasil em diferentes segmentos, como confirma o Índice de Desenvolvimento Sustentável. Estamos investindo em todas as áreas da gestão pública para oferecer cada vez mais qualidade e vida para a população. Nossa administração cuida de todos com ações e iniciativas para aprimorar diariamente o atendimento ao cidadão e tornar cada vez mais Vinhedo uma cidade moderna, inteligente e acolhedora. Estamos empenhados em construir uma cidade forte e sustentável”, afirmou o prefeito Dario Pacheco. O Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades – Brasil é iniciativa do Instituto Cidades Sustentáveis. O IDSC-BR permite uma visão geral das cidades brasileiras em cada um dos ODS. É uma ferramenta para estimular o cumprimento da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU) e oportunidade para as cidades se integrarem à agenda global de desenvolvimento sustentável.

O Brasil é o único país do mundo a acompanhar os desafios e avanços de todas as cidades na Agenda 2030. Desempenho máximo Vinhedo atingiu o desempenho máximo nos ODS Energia renováveis e acessíveis; Indústria, Inovação e Infraestrutura; Proteger a vida marinha (com seu esgoto tratado antes de ser lançado aos rios); e Parcerias para a Implementação dos Objetivos. A cidade ainda contabiliza boa pontuação em Água Potável e Saneamento, com objetivo atingido em cinco dos seis indicadores, como população atendida com água, esgoto e coleta de lixo. O município também se destaca em Trabalho Digno e Crescimento Econômico, com metade dos seis indicadores atingidos, como PIB per capita e ocupação dos moradores; Produção e Consumo Sustentáveis, no qual atingiu desempenho máximo em coleta seletiva e resíduos domiciliares per capita; e Ação Climática, registrando bons índices em participação do município em queimadas, estratégias para gestão de riscos, prevenção a desastres naturais e florestamento. Nos demais ODS, embora não tenha obtido o desempenho máximo, Vinhedo coleciona índices relevantes. No ODS Saúde de Qualidade, 11 dos 17 indicadores foram atingidos, entre eles orçamento municipal para saúde, controle de mortalidade por diferentes causas e esperança de vida ao nascer.

Em Educação de Qualidade, 9 dos 18 indicadores foram atingidos, como desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), na Prova Brasil e formação de professores. No objetivo Reduzir as desigualdades, Vinhedo atingiu as expectativas máximas em mortalidade infantil, acesso a equipamentos da atenção básica da saúde e risco de homicídios. O IDSC-BR abrange ainda os ODS Erradicar a Pobreza, Erradicar a Fome, Cidades e Comunidades Sustentáveis, Igualdade de gênero, Proteger a Vida Terrestre e Paz, Justiça e Instituições Eficazes. Pacto internacional A Agenda e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) surgiram em 2015 como um grande pacto supranacional para o enfrentamento dos principais desafios globais. Assinado por autoridades dos 193 Estados-membros da ONU, incluindo o Brasil, o acordo é uma ambiciosa agenda comum para nações de todos os continentes. Com o propósito de promover universalmente a prosperidade econômica, o desenvolvimento social e a proteção ambiental, a Agenda 2030 trata de questões que requerem a participação ativa de governos, sociedade civil e setor privado. Com 17 objetivos e 169 metas, os países de realidades distintas precisam estabelecer um conjunto de ações para superar os desafios. Ações e iniciativas Dr. Dario afirmou que todas as ações e iniciativas da administração municipal estão focadas no desenvolvimento sustentável. Ele lembrou que essas ações acontecem nas diferentes áreas da gestão, da educação e saúde aos esportes e cultura. O prefeito destacou o programa Transforma Vinhedo, que está revitalizando 48 escolas e unidades de saúde municipais, com obras amplas e estruturais. Saúde e educação estão recebendo investimentos contínuos, afirmou dr. Dario, citando as ações de enfrentamento à covid-19, contratação de 200 profissionais de saúde em um ano e meio, implantação dos prontuários eletrônicos em toda a Rede Municipal de Saúde, instalação do primeiro mamógrafo municipal, mutirões de consultas e exames médicos.


Na Educação, ele citou a locação de chromebooks para as escolas, a contratação de dezenas de profissionais, a distribuição de kits de material e uniforme completo com mochila e tênis para todos os alunos, desde o berçário. No setor de saneamento, um dos grandes desafios da administração pública em tempos de estiagem severa, dr. Dario comentou que uma nova represa foi criada no município depois de 43 anos sem nenhuma nova área de reservação de água e apontou as várias melhorias no sistema de água e esgoto, como a construção de novas redes de esgotamento em bairros que há muito esperavam pelo benefício. Ele citou ainda a Tarifa Social de Água, implantada pela primeira vez na cidade, e o programa Caixa d’Água para Todos. Segurança e inteligência Na segurança, Vinhedo vai reformar o Centro de Inteligência, Comunicação e Monitoramento (Cicom) da Guarda Civil Municipal e contratar novos guardas municipais, de acordo com o prefeito. Ele lembrou que foram adquiridas mais de 400 câmeras para monitorar 90 prédios públicos, o que eleva para 500 o número de câmeras de monitoramento na cidade. O Programa Vinhedo de Cara Limpa, mutirão de serviços públicos que percorre regularmente todos os bairros da cidade com limpeza e manutenção, as 11 obras realizadas para resolver problemas de áreas de riscos da cidade e o recapeamento de vias públicas também foram destacados pelo prefeito. “Criamos uma lei de incentivos fiscais para atrair novos empreendimentos e estimular a ampliação dos que já existem na cidade”, afirmou. Dr. Dario citou ainda como iniciativas importantes para o desenvolvimento sustentável o Auxílio Emergencial Vinhedo para famílias em situação de vulnerabilidade social da cidade, o Plano Municipal da Primeira Infância, a Operação Noites Frias para abrigar moradores em situação de rua, a ampliação do número de vagas em escolinhas de esportes, escolinhas culturais, reforma de quadras, centros culturais e a realização de eventos na retomada da pandemia. “Estamos ainda realizando microchipagem de todos os cães e gatos de Vinhedo, mutirões e castração e criando a primeira Unidade Básica de Saúde (UBS) Animal de Vinhedo. Todo o nosso trabalho é focado no desenvolvimento sustentável e igualitário”, afirmou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Nacional

Delegado da Polícia Federal pede apreensão do celular de Aras e Guedes

Publicado

Procurador-geral da República, Augusto Aras
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Procurador-geral da República, Augusto Aras

Responsável por inquéritos sensíveis ao governo de Jair Bolsonaro, o delegado de  Polícia Federal Bruno Calandrini solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) duas medidas que geraram mal-estar em integrantes da corporação. 

A primeira foi um pedido de busca e apreensão do telefone celular do procurador-geral da República Augusto Aras e do ministro da Economia Paulo Guedes, já negado pelo ministro Luís Roberto Barroso, que não viu elementos para justicar tais ações. 

A segunda foram diligências contra a própria cúpula da PF, que está sob análise da ministra Carmen Lúcia.

O pedido de diligências contra a cúpula da PF foi revelado no sábado pelo portal “Metrópoles” e seria motivado por suspeitas de interferência de diretores da PF na investigação sobre o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro. Os alvos dessas diligências e o teor estão mantidos sob sigilo.

O caso deflagrou uma crise interna na atual gestão do diretor-geral Marcio Nunes de Oliveira. A avaliação entre integrantes do órgão é que foi uma tentativa do delegado Bruno Calandrini para se blindar da sindicância aberta após ele acusar que houve interferência na investigação do ex-ministro Milton Ribeiro.

Calandrini foi notificado para prestar depoimento sobre o caso, mas até agora não compareceu. Segundo interlocutores, há um receio do delegado que a sindicância seja usada para puni-lo pela atuação no caso.

O delegado Calandrini chegou a escrever, em mensagem a seus colegas, que houve interferência para impedir a transferência do ex-ministro para Brasília após sua prisão. Mas a direção da PF argumentou que não houve tempo nem disponibilidade de aeronave para realizar o deslocamento.

No pedido de busca e apreensão contra Aras e Guedes, Calandrini também havia pedido medidas contra o advogado do ministro, Ticiano Figueiredo.

O requerimento tinha como base a divulgação de um diálogo entre Aras e Ticiano no qual o advogado pedia que o procurador-geral intercedesse para suspender um depoimento de Guedes à PF em uma investigação sobre desvios no fundo de pensão dos Correios, o Postalis. Guedes havia sido citado em um depoimento. Barroso, entretanto, considerou que não havia elementos para autorizar a medida e arquivou o pedido.

Os pedidos provocaram descontentamento na PF. Os delegados que integram a atual gestão avaliam que havia poucos elementos para justificar as medidas. Calandrini não consultou seus superiores ao apresentar os pedidos e os protocolou diretamente no STF.

Procurada, a PF não comentou. A assessoria de Aras afirmou que não iria se manifestar porque o caso já havia sido arquivado.

O advogado Ticiano Figueiredo, que defende o ministro Paulo Guedes, afirmou em nota: “Se isso for verdade mesmo, esse é um ato que se revela autoritário, odioso e destoa do trabalho relevante dos delegados da Polícia Federal. Causa perplexidade, já que exercer, de forma plena, o direito de defesa dos clientes, é um dos pilares do Estado Democrático de Direito e não pode, jamais, ser criminalizado por quem quer que seja”.

Também procurado, Calandrini não respondeu aos contatos da reportagem.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Nacional

Continue lendo

Nacional

Aeronave cai sobre casa na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro

Publicado

Aeronave cai sobre casa na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro
Reprodução/Twitter

Aeronave cai sobre casa na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro

Um avião caiu na tarde de hoje no bairro da Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. As primeiras informações apontam que duas pessoas estavam dentro da aeronave e teriam sido levadas ao hospital. Não há informações sobre mortos. 

Não há informações sobre a causa do acidente até o momento.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que um homem recebe atendimento médico ao lado da aeronave, perto de uma piscina. 

*Mais informações em instantes.

Fonte: IG Nacional

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana