conecte-se conosco


Internacional

Vídeo: Cachorro persegue ambulância que levava dona ao hospital na Turquia

Publicado


source
Cachorro seguiu a dona até ao hospital ao lado da ambulância
reprodução vídeo

Cachorro seguiu a dona até ao hospital ao lado da ambulância

 As imagens de um cachorro seguindo uma ambulância que levava sua dona até o hospital viralizaram nas redes sociais nesta semana. O caso aconteceu em Istambul, capital da Turquia .

No vídeo, é possível ver que o golden retriever tenta entrar na ambulância junto a dona, mas é impedido pelos paramédicos. Após a negativa, o cachorro corre ao lado do veículo.

Assista ao vídeo:



A mulher não teve a identidade nem o motivo da ida a unidade de saúde revelados.

Fonte: IG Mundo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

França tem manifestações contra a obrigatoriedade da vacina da Covid-19

Publicado


source
Manifestantes franceses marcham contra vacinação obrigatória
Reprodução/Twitter

Manifestantes franceses marcham contra vacinação obrigatória


Manifestantes marcham contra a obrigatoriedade da vacina, neste sábado (31), na França. No último dia 12, o presidente francês Emmanuel Macron determinou que todos os profissionais da saúde devem se vacinar até 15 de setembro. Caso contrário, não poderão exercer a profissão ou receber remuneração.

Segundo publicação do perfil Révolution Permanente, várias pessoas se reuniram na cidade de Marselha por iniciativa de militantes sindicais, políticos e ambientalistas. Os manifestantes marcham contra o que eles chamam de “política de saúde autoritária” e  “colapso social de Macron”.


O perfil La Plume Libre mostrou uma concentração de pessoas contra a obrigatoriedade da vacina também em Paris e informou que outros três eventos devem acontecer na capital francesa.


Em atualização

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Assédio sexual: Funcionário filma colegas no banheiro do escritório

Publicado


source
Funcionário da Activision filmou colegas no banheiro do escritório
Karol Albuquerque

Funcionário da Activision filmou colegas no banheiro do escritório

A Activision Blizzard enfrenta um processo na Califórnia por assédio sexual e discriminação. Agora, um ex-funcionário de tecnologia da informação da companhia confessou ter montado uma câmera embaixo da pia, apontando para um banheiro do escritório da empresa em Minnesota, em 2018, mostram os registros do tribunal.

Tony Ray Nixon confessou ser culpado de interferência com a privacidade, uma contravenção grave. Ele foi preso preventivamente, mas acabou violando a liberdade condicional e acabou recebendo o “tratamento de agressor sexual conforme as instruções”.

O ex-funcionário da Activision tinha a intenção de espionar os funcionários enquanto usavam o banheiro, segundo os registros judiciais. Ainda de acordo com os autos, um funcionário, anônimo, disse ter recebido um e-mail do departamento de recursos humanos informando que o dispositivo de monitoramento não autorizado havia sido instalado no banheiro unissex. A companhia fazia uma investigação interna.

Quando a polícia foi ao local, a gerência informou que um funcionário encontrou duas câmeras instaladas no banheiro, sob as pias. A gerência removeu os dispositivos e enviou para o escritório de Santa Monica, na Califórnia, para análise. Nas investigações, a polícia descobriu que Nixon comprava os cartões micro SD, baterias e câmeras à prova d’água.

O ex-funcionário admitiu que as câmeras capturaram as imagens, mas disse que apagaram os vídeos. Em resposta à revista Vice , a Activision Blizzard disse que removeu os dispositivos assim que o incidente foi relatado e notificou as autoridades.

“Assim que as autoridades e a empresa identificaram o autor do crime, ele foi demitido por sua conduta abominável. A empresa forneceu conselheiros de crise para os funcionários, no local e virtualmente, e aumentou a segurança”, completa a nota. Atualmente, a companhia é processada pelo estado da Califórnia por violar leis trabalhistas e servir como um “terreno fértil para o assédio”.

Riot Games também é processada

Outra desenvolvedora também foi processada pelo mesmo órgão que agora move a ação contra a Activision Blizzard. A Riot Games é processada por discriminação salarial, assédio sexual e retaliação. A ação legal foi tomada pela primeira vez por funcionários da companhia em 2018.

Via: Vice / PC Gamer

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana