conecte-se conosco


Turismo

Viaje sem sair de casa: veja os detalhes da ilha da MSC no Caribe

Publicado

source

Já imaginou viajar por uma ilha sem sair de casa? A MSC Cruzeiros inovou na “venda” de um dos seus produtos: a Ocean Cay MSC Marine Reserve, um arquipélago privativo da operadora de cruzeiros que só pode ser visitada por quem está a bordo de um dos navios da empresa.

Leia também: 10 tendências de cruzeiros para 2020 – confira o que irá bombar no ano

ilha da msc arrow-options
Divulgação

Ocean Cay MSC Marine Reserve, ilha privativa da MSC Cruzeiros nas Bahamas

A Ocean Cay fica localizada no mar do Caribe e, a partir de agora, tem o recurso de guia virtual que mostra toda a infraestrutura da ilha da MSC com descritivo de praias, locais para compras, Spa, restaurantes e bares.

O material inclui conteúdo em texto, vídeos, imagens e mapa interativo. O turista que estiver disposto a visitar o local poderá conhecer a história da ilha e da vida marinha ao seu redor e o compromisso da Companhia com a restauração ambiental.

Confira abaixo algumas imagens que aparecem no tour virtual:


A Ocean Cay  tem mais de 3 km de praias, cada uma com sua atmosfera própria, cercadas pelo mar azul cristalino do Caribe. Clique aqui e desfrute de um passeio virtual pelo mapa da ilha.

Entre as atividades que estarão disponíveis para os hóspedes, estão inclusos passeios de caiaque, observação de estrelas, stand up padlle, mergulho e pedalinho. Excursões e atividade são para todas as idades.

Leia também: Sexo, doença e novidades – o que bombou sobre cruzeiros em 2019?

Ficou com vontade de visitar a ilha da MSC ? Para quem quiser fazer o passeio, é importante consultar no site da operadora de cruzeiros quais navios passarão pelo destino durante a temporada.

Fonte: IG Turismo
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Turismo

Conheça o novo modelo de viagem marítima: o superiate de luxo

Publicado

source

Você já imaginou viajar num superiate de luxo por destinos exóticos e intimistas? Essa é uma opção para quem procurar a Emerald Waterways. A empresa anunciou recentemente o iate de luxo Emerald Azzurra para viagens turísticas.

Leia também: Entenda como funciona a limpeza de um navio cruzeiro

navio arrow-options
Divulgação

O superiate de luxo da Emerald Waterways passará pelo mar Adriático, Mediterrâneo e Vermelho

O iate tem 50 cabines e suítes com varanda, piscina de borda infinita, lounge, sky deck e centro de bem-estar com academia e Spa. Mais compacto do que outros navios de luxo que organizam viagens marítimas pela Europa, o Azurra tem 360 pés de comprimento e capacidade para até 100 passageiros. “Um atrativo é que como o Azzurra pode atracar em portos de pequenas cidades ou vilas”, explica o diretor geral da Velle Representações, Ricardo Alves.

O “superiate” passa pelos mares Adriático, Mediterrâneo e Vermelho. Ao todo são quatro opções de roteiro:

  • Espanha, França e Itália;
  • Slovenia, Croácia, Montenegro e Albania;
  • Grécia, Cyprus e Turquia;
  • Egito, Israel e Jordânia

Cada roteiro tem um preço específico. O mais barato oferecido no Azurra é o “Holy Land at Christmas Time” que sai por US$ 3.305 por pessoa (R$ 14.512,59 na cotação atual). São 8 noites de viagem passando por Cyprus, Egito, Israel e Jerusalém entre os dias 21 e 28 de dezembro de 2020.

Pratique esportes náuticos no superiate

Viagens de cruzeiro ou iate podem ser iguais pelos destinos, dias e conforto proporcionado. Mas e quando você pode praticar esportes náuticos enquanto navega? Essa opção está disponível no Azzurra.

“O navio foi pensado para oferecer lazer completo aos passageiros, por isso, conta ainda com uma plataforma projetada para a prática de esportes náuticos ”, reforça Flávio Policarpo, gerente de Desenvolvimento de Negócios do Grupo Scenic para a América Latina. 

Essa plataforma funciona como uma marina para embarque e desembarque dos botes que realizam as excursões. Em alguns portos também há equipamentos para que os hóspedes possam utilizar, como espuma de flutuação, pedalinhos e equipamentos de mergulho.

Veja algumas fotos das instalações do superiate:

O turista ainda tem disponível um sistema all inclusive com refeições e bebidas alcoólicas. Além de wi-fi, transfer de e para os aeroportos, taxas e impostos portuários sem custo adicional. Para fazer as reservas do iate é necessário entrar em contato com a Emerald Waterways.

*valor pesquisado em 20 de fevereiro de 2020 com o dólar a R$ 4,39

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Turismo

Passageira reclina poltrona em avião e causa confusão; quem está certo?

Publicado

source
confusão em avião arrow-options
Reprodução/Twitter

Wendi Williams reclinou assento em avião e passageiro de trás não gostou da atitude

Reclinar o assento no avião pode causar algumas confusões. Num voo da American Airlines, dois passageiros discutiram após um deles deitar a poltrona durante uma viagem. A situação aconteceu durante no voo 4392, de Nova Orleans para Charlotte, nos Estados Unidos, no dia 31 de janeiro.

Leia também: Descubra os melhores lugares do avião para quem vai viajar com criança

Wendi Williams reclinou seu assento e um homem que estava sentado atrás dela socou a poltrona em protesto. A ação foi filmada pela passageira , postada no Twitter e gerou muita discussão. No vídeo é possível ver o passageiro empurrando o assento da frente enquanto assiste a algo. A mesa utilizada para comer está reclinada. Assista abaixo:

Na legenda, Wendi escreveu. “Ele ficou com raiva por eu ter reclinado meu assento e apertou cerca de nove vezes – forte, quando comecei a filmar ele renunciou o comportamento”. A passageira ainda alegou que a aeromoça da American Airlines a repreendeu pelo ato e ofereceu uma bebiba ao homem pelo “incomodo”.

Em entrevista ao  Daily Mail, Wendi comentou que o homem tinha solicitado primeiro que ela colocasse a poltrona no lugar enquanto ele comia. Ela assentiu e, depois que ele terminou a refeição, ela reclinou novamente. E foi aí que o homem não gostou da atitude. Wendi alegou que tem um disco cervical que não está fundido, o que lhe causa dor e, por isso, precisou se ajeitar melhor.

Ao procurar a companhia aérea para reclamar da situação e do tratamento da comissária de bordo, a passageira ouviu que era melhor “procurar o FBI” para obter resolução do caso.

Quem está certo?

Dá para imaginar que o campo de comentários da postagem de Wendi virou um campo de batalha: ela está errada de reclinar o assento? O homem foi estressado demais? Qual seria a atitude correta da companhia aérea? Alguns usuários deixaram suas opiniões.

“Não acredito que a American Airlines não fez nada por essa pobre mulher, mas deu uma bebiba a esse monstro”, escreveu uma mulher; “Se eu pagar pelo maldito assento, reclamarei se quiser”; “Eu teria me levantado e dito ‘ei amigo, eu paguei por este assento , o assento todo, então mantenha suas mãos para si mesmo”, escreveram os apoiadores de Wendi.

Porém, alguns acharam que ela foi incômoda. “Eu tenho 1.80m e não suporto pessoas imprudentes colocando seus assentos reclináveis”, escreveu um homem. “Provavelmente, o lugar não foi sua escolha. Ela está reclamando que ele não está sendo atencioso com ela, bem, o que ela está fazendo?”, comentou outro.

Depois de toda a repercussão do caso, a American Airlines emitiu um comunicado dizendo que se preocupa com a segurança e conforto dos clientes e membros da equipe e que a “equipe está investigando o problema”.

Leia também:5 dicas para conseguir relaxar e dormir no avião

Nesse embate, quem está certo? A passageira , o homem ou a companhia aérea? Vote na enquete abaixo:

Fonte: IG Turismo
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana