conecte-se conosco


Meu Pet

Viaje preparado! Tudo que precisa ter no kit de primeiros socorros do pet

Publicado

source

Uma pesquisa feita pelo Booking.com mostrou que viajar com o animal de estimação é uma tendência para 2020. Isso porque 65% dos brasileiros que têm um bichinho dizem que ele é tão importante quanto um filho e outros 51% afirmam que a escolha do destino depende da possibilidade de levá-lo junto. Essas pessoas estão cientes de que a viagem com o pet pode sair mais cara e não se importam muito com isso. 

Porém, além da vontade de viajar com o animal é preciso também tomar alguns cuidados.  Além de resolver toda a documentação e fazer um seguro viagem para o pet , preparar um kit de primeiros socorros para levar é muito importante. Isso permite que o dono atenda seu bichinho prontamente e evite complicações. 

cachorro com kit de primeiros socorros arrow-options
Shuttersock

Montar um kit de primeiros socorros para o cachorro é muito importante

O grupo Vet Popular, primeiro hospital veterinário popular do país, separou algumas dicas para montar um kit. Vale lembrar que todos os itens devem estar organizados em uma maleta e serem de uso próprio para animais. 

  • Termômetro: importante para verificar febre; deve ser esterilizado após o uso.
  • Conta-gotas: utilizado para inserir líquidos na boca do pet – é importante lavar bem após o uso para não acumular resquícios.
  • Sabonete antisséptico: é utilizado para lavar um possível ferimento com água corrente para desinfetar a região.
  • Soro fisiológico: fundamental para fazer a limpeza dos ferimentos (em caso de feridas mais infeccionadas utilizar água oxigenada).
  • Gazes: usadas para curativo, auxiliam a estancar sangramentos e limpar ferimentos.
  • Esparadrapo e ataduras: servem para segurar o curativo e imobilizar a área afetada.
  • Tesoura: deve ser de uso exclusivo para os primeiros socorros, evitando assim contaminação. É utilizada para cortar a gaze, o esparadrapo e as ataduras. 
  • Luvas descartáveis: devem ser usadas pelo dono na hora de manipular o animal para prevenir a transmissão de bactérias e germes.
  • Pinça: auxilia na retirada de espinhos ou vidros, pode ser utilizada pinça de costureira, mas é importante esterilizar após o uso.
  • Focinheira: é importante prevenir incidentes: por mais dócil que o pet seja, poderá tornar-se agressivo quando estiver sentindo dor. 
  • Analgésicos e anti-inflamatórios: reduzem a sensação de dor e aceleram o processo de cura. Nunca utilize medicamentos de uso humano, apenas remédios prescritos pelo veterinário.
  • Toalhas de pano ou cobertor: servem para manter o animal aquecido, também pode ser utilizado como maca.
Leia Também:  Gato de hospital veterinário ganha festa de Bar Mitzvah

Leia também: Vai viajar com o pet? Cuidado para não ter que deixá-lo para trás  

Caso opte por deixar um kit de primeiros socorros para o pet sempre montado, verifique  periodicamente a validade dos medicamentos. Se for viajar e deixar os animal sob os cuidados de alguém, entregue a maleta para essa pessoa. 

Fonte: Canal do Pet
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Meu Pet

Acupuntura em pets ajuda em tratamentos e até substitui cirurgias

Publicado

source

Cada vez mais a saúde dos animais de estimação se torna assunto prioritário para os donos, que buscam tratamentos menos invasivos , indolores e eficazes. Nesse cenário, a acupuntura em pets ganha espaço – principalmente por ser uma terapia segura, pouco invasiva e de custo relativamente baixo (cada sessão custa, em média, de 80 a 120 reais, sendo necessários cerca de 10 atendimentos dependendo do problema de saúde). 

cachorro fazendo acupuntura arrow-options
Reprodução Pinterest

A acupuntura veterinária melhora muito a qualidade de vida dos animais


Jorge Morais, veterinário e diretor da Animal Place, afirma que a acupuntura em pets funciona de forma muito parecida com a feita em humanos. “Utilizamos das famosas agulhinhas para estimular e liberar determinados pontos similares do organismo, principalmente os que estão relacionados com o controle de dores, doenças físicas e emocionais.”

O tratamento alternativo é normalmente indicado em casos de doenças neuromusculares, problemas de coluna , distúrbios respiratórios, digestivos e sequelas de cinomose. O profissional frisa que a acupuntura tem o objetivo de melhorar a resposta ao tratamento convencional e que, portanto, sempre que os resultados dos tratamentos clínicos não são satisfatórios, ela é indicada. “Inclusive, há casos em que o animal não pode ser submetido ao risco cirúrgico, e o procedimento das agulhas pode ser uma saída”, acrescenta. 

Leia Também:  Gato de hospital veterinário ganha festa de Bar Mitzvah

De acordo com Jorge, não há restrições para raças e nem sexo dos pets, qualquer animal pode realizar o procedimento, já que ele não causa dor e não possui contra indicação. Normalmente os resultados satisfatórios já são percebidos após a primeira sessão.  

Fonte: Canal do Pet
Continue lendo

Meu Pet

Husky com aparência diferente faz sucesso na internet e ganha lar

Publicado

source

Desde quando era filhote, a husky Jubilee foi rejeitada por seu criador. Sua aparência diferente fez com que fosse difícil vendê-la, mesmo sendo um cachorro de raça. Por isso o dono do canil a doou para uma instituição que cuida de huskies em Nova Jérsei, Estados Unidos.

Leia também: Reação de cachorro ao ver coiote se divertindo com seus brinquedos viraliza

Enquanto todos os amigos peludos de Jubilee eram adotados, ela esperava por alguém que a levasse para casa. Tudo por que seus olhos juntos fazem ela ter um rosto diferente. Após 4 anos no abrigo, os voluntários resolveram postar fotos da pet na internet para encorajar possíveis adotantes a se apaixonarem por ela.

Husky Jubilee arrow-options
Facebook/ Husky House

Husky Jubilee


Huskies são cães magníficos, não sei porque não sou como eles”, “escreveu” a cadela na legenda de suas fotos. “Gosto de outros cães, mas não de gatos. Também gosto de humanos, mas posso ser tímida no começo.”

Leia Também:  Vale a pena adestrar o cão com o uso de uma coleira eletrônica?

Após alguns dias e quase 30 mil curtidas na rede social, a postagem foi atualizada com uma notícia feliz. “Jubilee encontrou seu lar com adotantes que já haviam adotado conosco antes.” 

Fonte: Canal do Pet
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana