conecte-se conosco


Política MT

Vereador pede criação de CPI para investigar atendimento e falta de leitos para pacientes com coronavírus em Cuiabá

Publicado


Proposta foi apresentada pelo vereador Luís Cláudio

O vereador Luis Claudio (Progressistas) protocolou um pedido de instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Central de Regulação, para investigar irregularidades no atendimento a pacientes durante este período de pandemia, causado pelo novo Coronavírus (Covid-19). A CPI deverá ter duração de 120 dias, podendo ser prorrogado. A matéria deve entrar em pauta na próxima sessão ordinária da Câmara Municipal de Cuiabá, marcada para terça-feira (14)

“A CPI da Central de Regulação tem como objetivo investigar o protocolo de atendimento, liberação e quantidade de leitos disponíveis a pacientes da Covid-19, em leitos de enfermarias e UTI`s no âmbito municipal de Cuiabá”, destaca Luis Claudio.

De acordo com o requerimento, as denúncias relatam que os médicos das policlínicas municipais não estão realizando exames para diagnosticar a gravidade do avanço da Covid-19 em cada paciente. Apenas determinando que, após o resultado positivo para a contaminação do vírus, o paciente fique em isolamento em casa, sendo medicado com paracetamol e nimesulida, sendo avaliada a gravidade somente se houver dificuldade em respirar.

Constam também relatos de pessoas que chegaram `a Policlínica do Verdão já apresentando sintomas graves e não foram encaminhadas a nenhum hospital, ocasionando óbito dos pacientes.

“Desta forma, o intuito da instauração da CPI é avaliar os protocolos de atendimento que estão sendo seguidos nas policlínicas, UPA`s e hospitais, para pacientes que apresentam sintomas da Covid-19, sendo eles graves ou não. Bem como a disponibilidade dos leitos de UTI na capital, conforme as denúncias recebidas, como também noticiadas na mídia local”, explica o vereador Luis Claudio.

Por entender que a equipe multidisciplinar pertence a Central de Regulação, seja ela do município de Cuiabá ou do Estado de Mato Grosso, sendo responsável pelo fluxo interno de atendimento, bem como a que define as medidas a serem tomadas pelos casos suspeitos novo Coronavírus, a CPI solicitará informações e dados concretos sobre o protoloco e encaminhamento utilizado no atendimento dos casos relacionados a Covid-19.

O pedido já foi protocolado, nesta sexta-feira (10), com nove assinaturas, número suficiente que o regimento interno da Câmara Municipal de Cuiabá impõe.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Salários do Estado continuarão sendo pagos dentro do mês trabalhado e 13º em duas parcelas; confira o calendário

Publicado

A primeira metade do 13º será quitada no dia 30 de junho de 2021 e a segunda no dia 17 de dezembro

O governador Mauro Mendes divulgou, na tarde desta segunda-feira (25), o calendário de pagamento do salário dos servidores públicos estaduais para o ano de 2021 e também do 13º salário.

O cronograma apresentado pela Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) mantém a garantia do pagamento da remuneração dentro do mês trabalhado.

Essa segurança na quitação dos vencimentos dos servidores é fruto do esforço realizado pela atual gestão para consertar o Governo, que hoje dispõe de equilíbrio fiscal, paga as contas em dia e possui capacidade recorde de investimentos por meio do programa Mais MT.

“Os servidores continuarão recebendo seus salários rigorosamente em dia, dentro do mês. Em alguns casos, antes mesmo do dia 30. Esse é um compromisso que firmamos e que temos honrado religiosamente, após termos organizado as contas do Estado por meio de redução de despesas, corte de gastos, renegociação de contratos, crescimento da receita e muitas outras medidas necessárias que tomamos”, afirmou o governador.

De acordo com o calendário, o 13º salário do servidor efetivo será pago em duas parcelas iguais. A primeira metade será quitada no dia 30 de junho de 2021 e a segunda no dia 17 de dezembro deste ano. Para os servidores comissionados, o pagamento será em parcela única, também no dia 17 de dezembro.

Confira abaixo o calendário completo:

 

Continue lendo

Política MT

Governador promete acelerar ritmo de investimentos através do Programa MT Mais

Publicado

Governador Mauro Mendes destaca alcance do Programa MT Mais [Foto – Tchelo Figueiredo]

O governador Mauro Mendes (DEM), aproveitou as entregas no final da semana passada de maquinários e outros itens para a agricultura familiar, e de 250 novas viaturas para a Segurança Pública, para admitir que a “casa está arrumada” e que seu governo concluiu com muito êxito o programa de recuperação do Estado: “conseguimos consertar o Estado”, disse Mendes.

“Colocamos as contas em ordem, os salários estão em dia, os fornecedores pagos, retomamos grande parte dessas quase 500 obras paralisadas, muitas já foram entregues, muitas em conclusão. Estamos agora com o maior programa de investimentos em obras e ações em curso, que é o Mais MT”.

Mendes recordou que ano passado o Estado tinham mais de mil quilômetros de rodovias sendo asfaltadas, além de 100 pontes construídas, de médio e grande porte. “Obras nas escolas, presídios sendo construídos, uma série de serviços em todas as áreas. Conseguimos, já em 2020, além de concluirmos com êxito esse programa de recuperação do Estado, consertar Mato Grosso, conseguimos, já, entregar muita coisa”, adiantou.

Conforme Mendes, o Programa MT Mais tem doze pilares, “desde a área da cultura, meio ambiente, eficiência pública, desburocratização dos serviços públicos, tornar o Estado mais rápido, mais eficiente em todas as áreas nós teremos investimentos que já estão acontecendo e vamos acelerar este ano”.

A previsão é de investimentos de R$ 3,1 bilhões este ano, sendo R$ 1,7 bilhão em recursos próprios, R$ 992,9 milhões em operações de crédito e R$ 334,5 milhões em convênios e emendas.

O programa tem recursos para escolas, hospitais, asfalto novo, pontes, aquisição de armamentos e equipamentos, qualificação profissional, assistência social, geração de empregos, melhoria da Educação Pública, e está dividido em 12 grandes eixos estruturantes: Segurança, Saúde, Educação, Social e Habitação, Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda, Infraestrutura, Turismo, Cultura, Esporte e Lazer, Simplifica MT, Eficiência Pública; Meio Ambiente, Agricultura Familiar e Regularização Fundiária.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana