conecte-se conosco


Cuiabá

Vereador Marcos Veloso faz campanha para a rádio Bom Jesus de Cuiabá não fechar as portas

Publicado

span id”docs-internal-guid-8332cc33-7fff-16f5-9971-d5cad0e3d631″>

Rádio Bom Jesus de Cuiabá passa por dificuldades financeiras para manter sua programação católica no ar

Comovido com suspensão da transmissão da rádio Bom Jesus de Cuiabá, ocorrida netas manhã de terça-feira (8), em Cuiabá, o vereador Delegado Marcos Veloso (PV) fez um pronunciamento na sessão da Câmara de Vereadores conclamando os parlamentares da bancada católica e a sociedade em geral para participarem da campanha “Salvem a Rádio Bom Jesus”. Emissora que este ano completou 60 anos de existência, mas amanheceu com suas portas fechadas e seus transmissores desligados devido a falta de energia elétrica, motivada pelas dificuldades financeiras que o veículo de comunicação enfrenta atualmente.

Em seu discurso o parlamentar destacou a importância da rádio como instrumento de evangelização da Arquidiocese Católica na região, especialmente para aqueles que, devido circunstâncias pessoais e sociais, não conseguem participar das missas e de outras atividades religiosas. Fiéis e simpatizantes que têm a rádio Bom Jesus como uma alternativa necessária para o fortalecimento e a comunhão da fé cristã.

O vereador também destacou a campanha encabeçada por ele e por outros fiéis para arrecadar fundo visando a modernização da rádio e o custeio de manutenção dos programas e da transmissão.

“Iniciamos nas paróquias da região a campanha “Salve a Rádio Bom Jesus”, é uma campanha de reconhecimento as seis décadas de trabalho deste importante instrumento de evangelização católica em nossa região. Um veículo que consideramos um patrimônio de nossa sociedade, uma emissora de rádio que está precisando de apoio para dar continuidade a nobre missão de levar aos lares a fé cristão e os ideais católicos em prol das famílias e da população mais necessitada, conclamo todos a participarem desta campanha”, enfatizou o vereador Marcos Veloso.

Graças a mobilização do parlamentar e dos simpatizantes e amigos, as contas de energia da rádio foram pagas e a transmissão dos programas da emissora reestabelecida. Mas a campanha de apoio a rádio continuará até atingir seus objetivos.


Leia Também:  Primeira-dama recebe moção de aplausos em virtude da atuação na área social em Cuiabá

Paulo Wagner | Assessoria Vereador Marcos Veloso

Imprimir Voltar Compartilhar:  

</div

Fonte: Câmara de Cuiabá
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Lei que isenta IPTU para templos religiosos que funcionam em imóveis alugados é sancionada

Publicado

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) sancionou a lei de autoria do vereador Marcelo Bussiki (PSB), de projeto subsescrito por todos os parlamentares, para que os templos religiosos que funcionam em imóveis cedidos ou locados sejam isentos do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). A lei nº 473 foi publicada no Diário Oficial que circulou na última semana.
Na prática, a lei amplia a isenção já assegurada no artigo n° 150 da Constituição Federal, que concede imunidade tributária de impostos sobre templos de qualquer culto, mas não incluía os templos que funcionam em imóveis que não sejam próprios.
De acordo com Bussiki, a isenção aos templos religiosos é necessária, pois essas entidades desempenham um papel relevante, através de ações sociais e humanitárias, em locais do Município onde o Poder Público não se faz presente de maneira mais eficiente.
“A Constituição já dá a igrejas e templos religiosos a garantia dessa imunidade tributária e não há motivos para que esse direito não seja ampliado para os imóveis locados. Entendo que as ações que as igrejas e templos religiosos realizam são enormes. Todos os líderes religiosos salvam vidas através de inúmeras ações sociais”, afirmou Bussiki.
Apesar de sancionada, a lei passa a vigorar em 2020, por se tratar de matéria tributária. Têm direito à isenção os imóveis comprovadamente cedidos ou locados aos templos religiosos, independentemente da denominação, que exerçam suas finalidades essenciais, como a celebração de cultos religiosos e de apoio à população em geral.
Pode se beneficiar o templo religioso que possuir inscrição no CNPJ da denominação, apresentar estatuto e ata de posse da atual diretoria e apresentar cópia do contrato de locação ou comodato que conste cláusula transferindo ao locatário ou comodatário a responsabilidade pelo pagamento do IPTU.
O requerimento para concessão da isenção deverá ser protocolado anualmente, até o último dia útil do mês de dezembro de cada exercício, sob pena de perda do benefício fiscal no ano seguinte. Em casos em que o beneficiário sublocar o imóvel, dar outra finalidade de uso para o imóvel, ou prestar informações falsas ou incorretas, a isenção será suspensa imediatamente.
Além destes, outros procedimentos administrativos para concessão da isenção estarão previstos em decreto que deverá ser publicado para dar validade à lei.

Karine Miranda – Assessoria Vereador Marcelo Bussiki

Leia Também:  Marcos Veloso verifica andamento de obras durante final de semana

Imprimir Voltar Compartilhar:  

</div

Fonte: Câmara de Cuiabá
Continue lendo

Cuiabá

Secretaria Municipal de Saúde terá várias inaugurações nos próximos dias

Publicado

Nos próximos 25 dias pelo menos seis unidades de saúde serão entregues para a população de Cuiabá. A Unidade Básica de Saúde (UBS) Residencial Santa Terezinha/Itapajé será a primeira desta leva, com inauguração prevista ainda para esta semana. 

Em seguida será entregue o Centro de Saúde do Novo Terceiro, que está passando por uma reforma e ampliação, para oferecer mais conforto e mais qualidade nos serviços para os pacientes. Também serão entregues nos próximos dias a reforma e ampliação do PSF Despraiado e Centro de Saúde do Grande Terceiro.

Até o fim deste mês a UPA Verdão, uma das obras mais esperadas pela população também começará a funcionar, com uma capacidade de atendimento de cerca de 12 mil pessoas por mês, o que vai ajudar a desafogar as outras UPAs e Policlínicas. 

E para fechar este ciclo de inaugurações, até a metade do mês de novembro, o prefeito Emanuel Pinheiro entregará a última etapa do Hospital Municipal de Cuiabá – HMC, que passará a funcionar com 100% da sua capacidade, passando a atender também como Pronto Socorro. 

Leia Também:  Primeira-dama recebe moção de aplausos em virtude da atuação na área social em Cuiabá

Depois do HMC, a outra grande obra prevista para ser entregue, em abril de 2020, é a UPA Leblon. “Estamos focados nas inaugurações de unidades mais urgentes, mas a obra da UPA Leblon, apesar de estar andando mais lentamente, não está parada. Nesta segunda-feira (21/10) a Secretaria Municipal de Saúde recebeu um pedido de aditivo para esta obra, por parte da empresa responsável pela construção da unidade”, revelou o secretário Luiz Antonio Pôssas de Carvalho. De acordo com ele, o pedido já foi encaminhado para a Diretoria Espacial de Licitações e Contratos – DELC para a confecção do aditivo e posterior assinatura. 

“A saúde pública está melhorando. Ainda não chegamos ao que a população cuiabana merece, mas vamos chegar lá, se Deus quiser, até dezembro de 2020, no final desta gestão. Até lá teremos muitas novidades, vamos fazer a diferença na saúde pública. Muita coisa já foi feita. Melhoramos muito a questão da falta de medicamentos e insumos, tiramos todo mundo que estava amontoado nos corredores do Pronto Socorro, algo que não era visto há décadas naquela unidade. Depois que o HMC for entregue 100%, a Secretaria Municipal de Saúde se voltará completamente para a Atenção Básica. Estaremos preparando e implementando um novo modelo de saúde preventiva para a população. Até o fim deste mandato teremos pelo menos mais 20 unidades reformadas e ampliadas, com a parte odontológica em todas elas”, finalizou o secretário.

Leia Também:  Vereadores querem tornar sem efeito o decreto que visa uso do nome social em órgãos públicos

Fonte: Prefeitura de Cuiabá
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana