conecte-se conosco


Política MT

Vereador denuncia prefeito de Cuiabá no Ministério Público por “calote” de R$ 1,4 milhão nos servidores

Publicado

Na denúncia, Marcelo Bussiki afirma que Emanuel Pinheiro não repassou dinheiro retido do servidor para um fundo de capacitação

O vereador Marcelo Bussiki (DEM), candidato a vice-prefeito de Cuiabá na chapa encabeçada pelo ex-prefeito Roberto França (Patriota), acusou o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), candidato à reeleição, de dar um calote no servidor público e protocolou denúncia no Ministério Público Estadual contra o prefeito cuiabano. Conforme o parlamentar, o prefeito, desde 2017, retém dinheiro da folha de pagamento do servidor e não repassa ao fundo de capacitação.

“O prefeito Emanuel Pinheiro, em sua gestão, desde 2017, ele reteve esse dinheiro que era do servidor, que é retido da folha de pagamento do servidor, oriundo de falta, de percentual de consignações em folha, e esse recurso deveria ter sido repassado para o fundo de capacitação, para garantir cursos para os servidores. Mas nada disso aconteceu”, disse o vereador.

Conforme Marcelo Bussiki, “o prefeito reteve esse dinheiro, mas não repassou para o fundo, para que fosse revertido em capacitação dos profissionais. Deu um calote no servidor. Pegou esse dinheiro e utilizou para outros meios”, destacou, acrescentando que “é algo em torno de R$ 1,4 milhão que o prefeito reteve e acabou não repassando. Enquanto isso, o servidor fica sem capacitação, sem cursos e treinamentos porque o prefeito utilizou os recursos para outra finalidade”.

“Fiz o meu dever de protocolar uma denúncia. Esta é a nossa linha de atuação na Câmara de Vereadores. Não vamos ao Ministério Público fazer fofocas. O MP verificou que as provas que anexamos ao processo são robustas e por isso abriu um inquérito e o prefeito Emanuel Pinheiro terá que responder perante o Ministério Público”, observou Bussiki. “Nossa expectativa é a de que o prefeito possa devolver esse recurso para o fundo de capacitação e que o servidor volte a receber seus treinamentos necessários, uma vez que esse dinheiro é do próprio servidor público”, afirmou.

O parlamentar argumenta que a oposição de vereadores está alertando há tempos os problemas fiscais da atual gestão. “Estamos alertando a tempos que a situação fiscal da prefeitura de Cuiabá está complicada, e isso aí é um dos exemplos. É dinheiro do servidor que o prefeito pegou para outro fim.

Segundo o vereador Marcelo Bussiki, a garantia dos recursos para o fundo vem de uma lei de 2003, da gestão do ex-prefeito Roberto França. “É uma lei que o ex-prefeito Roberto França enviou para a Câmara e sancionou em 2003, pensando na valorização do servidor público”.

 

publicidade
1 comentário

1 comentário

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Grupo de empresários do ramo de revenda de veículos declara apoio a Kalil Baracat

Publicado

Grupo é liderado pela empresária Miriam Hazama

Lideradas pela empresária Miriam Hazama, do Auto Shopping Fórmula, os mais de 60 empresários de 46 lojas e que comercializam em média 2 mil veículos por mês e empregam cerca de 500 trabalhadores diretos e outros 1.000 indiretos aderiu a campanha de Kalil Baracat e José Hazama para prefeito e vice-prefeito de Várzea Grande.

Miriam Hazama é irmã de José Hazama e assinalou que a participação do mesmo no mandato da prefeita Lucimar Sacre de Campos foi fundamental.

“Não se tem como deixar de reconhecer os avanços da administração da prefeita Lucimar Sacre de Campos que está sendo uma gestora além do seu tempo, uma verdadeira demonstração de como fazer o bem sem olhar a quem”, disse Miriam Hazama ao se reunir com Kalil Baracat, José Hazama e o senador Jayme Campos.

Para o candidato a prefeito Kalil Baracat é importante e fundamental destacar que em todos os setores têm os bons e os maus indivíduos e temos empresários e comerciantes de respeito como Miriam Hazama e milhares de outros empresários e comerciantes.

“Temos muitos comerciantes e empresários de bens que pagam seus impostos assim como os contribuintes que honram com suas obrigações, diferentes de muitos, que pregam honestidade, mas se quer honram com suas obrigações e estão sendo acionados pela Justiça por fraude, por sonegação de impostos. As obras públicas são realizadas com os recursos desses impostos e taxas pagas pelos empresários, comerciantes e cidadãos de bens, que diferentes de alguns detratores só criticam, mas não são cumpridores de suas obrigações”, disse Kalil Baracat.

O vice-prefeito e candidato, José Hazama, lembrou que o apoio de Miriam Hazama é mais do que um simples apoio a uma candidatura e um aceno da irmã, mas também de uma empresária de sucesso, respeitada em Várzea Grande, em Mato Grosso e no Brasil e que vê o conjunto da sociedade e da importância de se continuar o atual trabalho da prefeita Lucimar Sacre de Campos.

“Sou uma pessoa agradecida e engrandecida por estar participando de uma gestão que tem realização, que trabalha todos os dias, a toda hora, por amor a Várzea Grande, a sua gente e que sempre vai morar aqui, sempre vai ter negócios aqui, gerando emprego e renda, gerando oportunidade para todos indistintamente. Aqueles que nos apontam o dedo, não tem o que demonstrar de bom, só querem crescer nas criticas e olhando para o próprio umbigo, diferente das pessoas lideradas pelo senador Jayme Campos e pela prefeita Lucimar Sacre de Campos que trabalham incansavelmente por uma Várzea Grande melhor e mais humana para todos”, disse José Hazama.

O senador Jayme Campos assinalou que Várzea Grande tem empresários de bem, pessoas que assim como ele e a Lucimar querem o bem da cidade e de sua gente.

“Várzea Grande é uma cidade formada por pessoas de bem, mas como em todo lugar e profissão existem os bons e os maus e aqui não seria diferente, mas são pessoas como a Miriam Hazama, que nos estimula a seguir em frente, trabalhando, no unindo as pessoas de bem para que possamos continuar fazendo e transformando nossa cidade. Não me canso de dizer que nasci, sempre morei e vou ficar por toda minha vida nessa grandiosa cidade que me deu tudo que eu tenho de mais valor, minha família e quero vou continuar trabalhando muito por Várzea Grande e sua população e o melhor caminho a seguir é com Kalil e Hazama, dois jovens promissores, trabalhadores e principalmente pessoas de bem, diferente de alguns que estão por ai vendendo dificuldade para colher facilidades”, frisou Jayme Campos.

Miriam Hazama reafirmou seu compromisso com a candidatura Kalil e Hazama, apontando que os mesmos representam a continuidade de um belíssimo trabalho feito até agora por Lucimar Sacre de Campos, uma grande mulher de grandes feitos, que precisam ser continuados.

“Muitos, inclusive alguns que eu conheço bem, vendem soluções, mas isto não passa de ilusão, por isso temos que ter como certo os nomes daqueles que são novos, vão continuar trabalhando e tem compromisso com uma Várzea Grande ainda melhor e mais próspera para todos e não para poucos”, disse Miriam Hazama.

 

Continue lendo

Política MT

Abílio Júnior rebate adversários e diz que o rotulam de ‘louco’ porque não podem chamá-lo de corrupto

Publicado

Candidato acusa opositores de fake news e que tem apenas mostrado a realidade enfrentada pela população [Foto – O Documento]

O candidato do Podemos à Prefeitura de Cuiabá, vereador Abílio Júnior, em fala ao portal O Documento, disse que vem sendo taxado de louco e desequilibrado por seus adversários porque não é corrupto e combate os poderosos. “Eles não podem me chamar de corrupto, daí eles vêm e me rotulam de louco, desequilibrado, criam fake news nos caluniando, denegrindo nossa imagem”, disse o candidato.

“A verdade é que quem está com a gente, que acompanha nosso trabalho, principalmente aquelas pessoas que dependem do serviço público, essas sim, sabe que a nossa ‘loucura’ é ter coragem para enfrentar esses grupos de políticos e empresários que pensam e agem apenas para seus próprios interesses. Que não estão nem aí com o sofrimento da população, da senhorinha que tem de acordar às 4h da madrugada para agendar um exame médico num postinho, da dona de casa que não tem onde deixar a criança para poder trabalhar”, adiantou.

O vereador e candidato do Podemos, que chegou a ser cassado na Câmara Municipal, ao contrário do que os adversários esperam, garantiu que vai continuar desenvolvendo uma campanha limpa, calcada em projetos que sejam exequíveis. “Vamos manter uma campanha limpa, com um plano de governo técnico, objetivo e possível de realização, com baixíssimo recurso financeiro, mas com apoio em massa da população. Pessoas que acreditam que podemos fazer a verdadeira mudança”, disse.

Abílio Júnior prega a mudança que, segundo ele, vai fazer a diferença na vida da população. “Uma mudança que vai mudar pra melhor o cotidiano das pessoas numa UPA, numa creche, num trânsito mais ordenado, numa cidade mais arborizada, pensada para as pessoas”, argumentou.

Sobre o fato de ter ficado em primeiro na pesquisa do Ibope, no primeiro levantamento da eleição do 2020 do instituto, o candidato do Podemos disse que viu o resultado como “uma demonstração de que a população tem aprovado nosso trabalho e que o senhor Deus tem nos abençoado nessa batalha. Eu só tenho a agradecer a todos por ter permitido a gente ter chegado até aqui”.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana