conecte-se conosco


Entretenimento

Velório de Elza Soares será no Teatro Municipal do Rio de Janeiro

Publicado


source
Elza Soares morreu aos 91 anos
Reprodução

Elza Soares morreu aos 91 anos

O velório da cantora Elza Soares, que morreu aos 91 anos nesta quinta-feira , será no Teatro Municipal do Rio, no Centro da Cidade, nesta sexta-feira. Inicialmente, a cerimônia será fechada para familiares e será aberta ao público ao meio dia.

Após o velório, o corpo será enterrado no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. A notícia da morte da cantora foi confirmada pela família.

“É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15 horas e 45 minutos em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais. Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação. A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo. Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim”, diz o comunicado, assinado por Pedro Loureiro, Vanessa Soares, familiares e Equipe Elza.

Elza Soares seguiu cantando até os últimos dias como sempre desejou. Considerada “cantora do milênio” pela rede de televisão britânica BBC, a artista se denominou “A mulher do fim do mundo” desde o lançamento do álbum homônimo, em 2015. Foi o 34º trabalho da carreira, o primeiro exclusivamente de inéditas.

“Tudo tem seu tempo certo. Esse CD, produzido por Guilherme Kastrup, veio na época em que eu mais precisava de apoio e carinho. Tinha acabado de perder um filho e estava na luta para me recuperar após uma séria cirurgia na coluna. Deus é justo”, resignou-se Elza, para completar: “E agora está aí esse trabalho incrível. Estou muito feliz”. 

O trecho fez parte de uma entrevista exclusiva ao EXTRA. Nela, a artista relembrou toda sua trajetória de luta e dor, até pela perda de cinco filhos.

Leia Também

“A Elzinha é essa mulher que eu canto. É um disco com 11 canções que me renovou. Fala de pobreza, agressão à mulher, amor, sexualidade… Tudo que eu já passei. A gente está nessa vida para lutar”, defendeu ela: “Eu acredito em Deus, nos meus guias de luz. A resposta para vida está aqui entre nós. Nunca me revoltei por tudo que já me aconteceu. Não sou a única a perder filho. É claro que dói demais. Mas todos nós temos uma missão”.

Apegada à religiosidade, Elza Soares declarou que sua sensibilidade espiritual era tão aguçada que o dom da premonição a acompanhava há tempos. Por duas vezes, revela, soube que os filhos morreriam.

“Eu ia percebendo com alguns sinais enquanto estava dormindo, acordada… É complicado explicar “, afirmou ela, que continuou: “Da mesma forma como aconteceu com o Garrinchinha (nascido em 1976 e morto num acidente de carro aos 9 anos, quando voltava de Pau Grande, distrito da cidade do pai-ídolo, Magé, na Região Metropolitana do Rio), foi com Gilson (morto aos 59 anos após complicações de uma infecção urinária e sepultado no dia 27 de julho, aniversário dela)”, disse.

“Se eu colocar isso como primeiro plano da minha vida, enlouqueço. Deixo acontecer porque eu não sou daqui, ninguém é. De qualquer maneira, você não tem ideia de como é angustiante saber que um filho vai morrer”, disse.  

Fonte: IG GENTE

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Entretenimento

Filme traz Cássio Gabus Mendes como pai conservador e homofóbico; veja

Publicado

source
Cássio Gabus Mendes e Filipe Bragança interpretam pai e filho no longa 45 do Segundo Tempo
Divulgação

Cássio Gabus Mendes e Filipe Bragança interpretam pai e filho no longa 45 do Segundo Tempo


Cássio Gabus Mendes está prestes a estrear no cinema como Ivan no longa 45 do Segundo Tempo, uma comédia de Luiz Villaça que fala sobre saudade e amizades. Embora o longa tenha uma proposta de fazer o público rir e refletir sobre o tempo, ele também tem seus pontos mais densos.

No longa, Ivan tem um acesso de fúria e chega a fazer comentários homofóbicos com seus amigos, Pedro Baresi (Tony Ramos) e Mariano (Ary França), após ver seu filho, interpretado por Filipe Bragança, aos beijos com outro rapaz. No trailer divulgado pela Paris Filmes, é possível ver o personagem mostrando todo o seu conservadorismo ao surgir completamente transtornado por ter presenciado a cena.

Mas a coluna recebeu com exclusividade um dos trechos mais emocionantes da comédia: o momento em que Ivan abre seu coração para o filho e pede perdão por não ter reagido da melhor maneira ao vê-lo aos beijos com outro homem. Assista:


45 do Segundo Tempo tem como assunto principal a amizade e mostra o reencontro de Pedro Baresi com seus amigos, Ivan e Mariano, 40 anos após a inauguração do metrô de São Paulo (feita em 1974) para recriarem uma foto que tiraram juntos na ocasião.

O drama central gira em torno de Pedro, dono de uma cantina de comida italiana, a Baresi, que está à beira da falência. Deprimido e sem grandes perspectivas, ele compartilha com os amigos que tomou a decisão de morrer, mas só fará isso após ver o Palmeiras, seu time do coração, ser campeão novamente.

Nesta jornada de reencontro e reflexão sobre diversos assuntos da vida, os amigos se ajudam mutuamente a encarar a vida sob uma nova perspectiva. 45 do Segundo Tempo estreia em 2 de junho nos cinemas. O longa ainda conta com Denise Fraga e Louise Cardoso no elenco. Assista ao trailer oficial:


Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Sabrina Sato rejeita sexo frequente: “Não tenho periquita pra isso”

Publicado

source
Sabrina Sato e Duda Nagle estão juntos há seis anos
Reprodução

Sabrina Sato e Duda Nagle estão juntos há seis anos

Diferentemente de Jennifer Lopez, que, supostamente, fez seu noivo Ben Affleck assinar um acordo para estabelecer uma frequência sexual mínima de quatro vezes por semana, Sabrina Sato confessou que não tem vontade de transar sempre com o marido, Duda Nagle. “Eu não tenho nem periquita para isso”, comentou durante o Saia Justa, programa que apresenta no GNT. 


“Os dois são realmente muito gostosos. Eu também olho para o Duda (Nagle) e acho lindo, gostoso, maravilhoso. Mas a vontade…”, brincou Sabrina. Já a atriz Deborah Secco, convidada do programa, afirmou que queria ter mais tempo para ter relações sexuais com Hugo Moura, seu marido. 

“Eu só preciso conciliar meu tempo e a minha agenda, mas quando estou em casa, sinto muito tesão pelo meu marido. Desejo ele a cada instante, sou apaixonada. Olho para ele e tenho desejos. É uma delícia de homem, de pessoa, de tudo”, confessou Deborah.

A atriz também revelou que quando a filha do casal, Maria Flor, sai com alguma amiga da escola, o casal busca um tempinho a dois. “Não fazemos quatro vezes por semana, mas gostaria de ter tempo para fazer mais”, detalhou. 

*Com a colaboração de Gabriela Ramos.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana