conecte-se conosco


Carros e Motos

Veja o que mudou no scooter Honda PCX 2019

Publicado


honda pcx
Divulgação

O Honda PCX Sport se destaca pelas faixas esportivas vermelhas

Você curte motocicletas super potentes, daquelas que te fazem sonhar? Ou mesmo modelos especiais, com bastante tecnologia? A exemplo da Honda PCX, saiba que esse tipo de desejo não é exclusivo de motos de alto valor, já que, como aconteceu com os automóveis, os veículos de duas rodas são cada vez mais idealizados para a vida do cidadão comum.

LEIA MAIS: Kawasaki Z1000R Edition, a “streetfighter” com motor de 142 cavalos

Dos nove lançamentos apresentados pela Honda há uns seis meses, para a linha 2019, faltava mostrar a vocês apenas o scooter Honda PCX
, que chegou para este ano com muitas novidades. E estava eu justamente com um deles, o mais simples das três versões existentes, parado em um semáforo quando alinhou ao meu lado um PCX dos mais antigos. A garota só fez uma pergunta, se era mesmo o 2019, e depois desandou a elencar as melhorias em relação ao seu. Sabia tudo. No verde, deu tempo apenas de ela dizer que, assim que der, vai trocar.

O que mudou no Honda PCX


honda pcx
Divulgação

Rodando por São Paulo com a versão de entrada do Honda PCX

É, as atualizações pelas quais uma motocicleta urbana
passa periodicamente, mesmo parecendo sem importância, vão criando o desejo de os seus usuários estarem sempre com o mais moderno, e o scooter
incorporou muitos pequenos itens de conveniência. Basicamente, são eles a nova suspensão traseira, os pneus mais largos, o sistema de chave Smart Key e os freios com ABS, além do novo painel digital e iluminação por leds.

Rodei em Manaus, AM, com a versão Sport, que se destaca pelo chamativo banco vermelho e pelas faixas esportivas também vermelhas sobre a pintura cinza, e com a versão de luxo DLX, cujo diferencial é a cor branca perolizada e com acabamentos marrons, inclusive o banco.

LEIA MAIS: Honda CB 1000R Neo Sports Café: aceleramos o modelo com mais de 140 cavalos


honda pcx
Divulgação

Em Manaus, AM, rodando na chuva com o Honda PCX Sport, que tem freios ABS

Aqui em São Paulo, no entanto, rodei pela cidade com a versão de entrada, chamada simplesmente de Honda PCX, que está disponível nas cores cinza e azul, sempre com acabamentos e banco pretos.

O Honda PCX ainda tem o sistema de freios CBS – Combined Brake System, no qual o manete esquerdo freia simultaneamente o disco dianteiro e o tambor traseiro. O manete direito aciona apenas o disco da roda dianteira.


honda pcx
Divulgação

A versão de luxo do Honda PCX, o DLX, tem banco e acabamentos na cor marrom

Nessa versão, o painel de instrumentos já é o novo, digital, com grande display de LCD e seu velocímetro de dígitos. A iluminação é também de leds, o que inclui o DRL – Daylight Running Light, luz diurna, e a lanterna traseira.

LEIA MAIS: Quando as big trail se divertem em um autódromo

O novo banco ficou mais confortável e, debaixo dele, o compartimento para pequenos objetos ou um capacete não muito grande ficou um litro maior.

Nessa versão básica, a ignição e a trava do banco e do guidão são acionados pela chave, de forma convencional. A trava do banco é elétrica. O PCX tem ainda o sistema Idling Stop, que desliga o motor em paradas rápidas e o religa ao acelerar novamente, e uma tomada de 12 volts no porta-objetos do lado esquerdo do anteparo frontal.


honda pcx
Divulgação

Novo painel de instrumentos totalmente digital, nas três versões

Na parte mecânica, o Honda PCX 2019 recebeu nova calibragem nos amortecedores traseiros, que, inclusive, têm nova ancoragem para maior eficiência de funcionamento. E os pneus estão maiores, passaram de 100/80-14 na dianteira e 120/70-14 na traseira (eram 90/90-14 e 100/90-14, respectivamente), com novas rodas de oito raios no lugar das anteriores de cinco raios.

LEIA MAIS: O que há de novo na Yamaha XTZ 150 Crosser da linha 2019. Confira a avaliação

O motor do Honda PCX é um monocilindro a gasolina e refrigerado a água, com cilindrada de 149,3 cm3 e potência de 13,2 cv. A transmissão, do tipo CVT, continuamente variável, conta com o sistema eSP – Enhanced Smart Power, que reduz a rotação do motor automaticamente quando detectada aceleração constante em terreno plano. Nesta condição específica, o CVT atua como se estivesse no modo overdrive.


honda pcx
Divulgação

A Honda PCX na versão básica custa R$ 11.620

As outras duas versões do PCX, Sport e DLX, têm a mais a chave Smart Key, que trava e destrava o veículo por aproximação, e o sistema antitravamento ABS dos freios na roda dianteira, em substituição do sistema CBS da versão de entrada. O freio traseiro é a disco.

O Honda PCX
150 2019 já está disponível no Brasil desde fevereiro, custando R$ 11.620 na versão de entrada e R$ 12.990 nas versões Sport e DLX. A garantia é de três anos, sem limite de quilometragem, e estão incluídas sete trocas de óleo gratuitas na rede de concessionárias Honda.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carros e Motos

VW  Taos vai bem em teste de colisão, ao contrário da dupla Fiat Argo e Cronos

Publicado


source


VW Taos ganha nota máxima de 5 estrelas em teste de segurança no Latin NCAP, que adotou novos critérios
Divulgação

VW Taos ganha nota máxima de 5 estrelas em teste de segurança no Latin NCAP, que adotou novos critérios

De acordo com o último levantamento do Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e o Caribe, Latin NCAP, o primeiro veículo a ganhar 5 estrelas sob o novo protocolo foi o SUV Volkswagen Taos.

Fabricado na Argentina e no México, VW Taos conta seis airbags e Controle Eletrônico de Estabilidade (ESC) como itens de série e graças a isso e a outros fatores que envolve a segurança.


Além desses, outros diversos fatores contribuíram para que o SUV da marca alemã atingisse 90,2% em Proteção de Ocupantes Adultos, 89,90% em Proteção de Ocupantes Infantis, 60,61% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis das Estradas e 85,04% em Sistemas de Assistência à Segurança.

Falta de airbags laterais, além de problemas na estrutura foram citados na avaliação do Fiat Cronos, conforme o Latin NCAP
Divulgação

Falta de airbags laterais, além de problemas na estrutura foram citados na avaliação do Fiat Cronos, conforme o Latin NCAP

Em contrapartida, o Fiat Argo e Cronos com apenas dois airbags frontais e sem ESC padrão, ganhou zero estrela. Ambos atingiram 24,37% em Proteção de Ocupantes Adultos, 9,91% em Proteção de Ocupantes Crianças, 36,91% em Proteção de Pedestres e Usuários Vulneráveis das Estradas e 6,98% em Sistemas de Assistência à Segurança.

Leia Também

Tanto o representante da VW quanto os da Fiat foram submetidos a testes de impacto frontal, impacto lateral, impacto lateral, chicotada cervical (whiplash) e proteção de pedestres e no caso em especial do da VW, impacto lateral de poste, já que o modelo conta com airbags de proteção lateral e proteção lateral de cabeça como equipamento padrão.


Em nota oficial, a Stellantis informou apenas que todos os seus veículos cumprem as recomendações e normas homologatórias vigentes ligadas à segurança.

Por sua vez, o presidente do comitê de direção do Latin NCAP , Stephan Brodziak disse que “não fosse pelo Latin NCAP, não poderíamos ter conhecimento da baixa segurança que o Fiat Argo/Cronos oferece não só aos consumidores, mas também a todas as pessoas que circulam nas ruas. Chamamos a atenção para que a Fiat tenha carros mais seguros”, conclui o executivo.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Carros e Motos

Triumph lança série especial da Tiger 900 de 1 milhão de vendas

Publicado


source


Triumph Tiger 900 1M: modelo que completa 1 milhão de unidades produzidas na frente da fábrica na marca na Inglaterra
Divulgação

Triumph Tiger 900 1M: modelo que completa 1 milhão de unidades produzidas na frente da fábrica na marca na Inglaterra

A britânica Triumph é uma das fabricantes mais tradicionais da Inglaterra. Fundada em 1902, a empresa agora comemora a fabricação da sua milionésima Tiger 900.

Para comemorar o marco, a Triumph também aproveitou para celebrar os 31 anos de abertura de sua linha de montagem, após o seu ressurgimento ao mercado, em 1990.

Com o intuito de mantê-la em atividade, a marca inglesa com sede em Hinckley  está comemorando a marca de 1 milhão de unidades produzidas.  Para não deixar essa data importante passar em branco, a Triumph resolveu lançar uma série limitada da Tiger 900.

Assim ‘nasceu’ a Tiger 900 Rally “1M” , referindo-se à produção de 1 milhão de unidades. Esteticamente, o modelo conta com emblema da marca e os dizeres “Celebrando Um Milhão 1990-2021” em inglês. Já a cor predominante é a prata com detalhes em vermelho.

A Tiger 900 Rally Pro “IM” foi apresentada na sede da Triumph, em Hinckley (Inglaterra), pelo CEO Nick Bloor, na semana passada e será exibida no Motorcycle Live Show , que ocorre de 4 a 12 de dezembro em Birmingham, antes de assumir residência permanente na Factory Visitor Experience.

Fonte: IG CARROS

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana