conecte-se conosco


Esportes

Vasco da Gama empata com Athletico-PR em casa e sai aplaudido

Publicado


Cruz-maltino lutou para buscar a virada até o fim e teve um gol anulado pelo VAR

Lance! Vasco e Athletico-PR fizeram um jogo muito movimentado em São Januário. O empate em 1 a 1 teve participação fundamental do VAR no resultado da partida. Danilo Barcelos marcou de pênalti para o Cruz-maltino e Madson, ex-lateral do Vasco, fez para o Furacão.

O Vasco volta aos gramados na próxima quarta-feira, contra o Atlético-MG, às 19h15, na Arena Independência. Com o empate deste domingo, o Cruz-maltino chega aos 24 pontos e permanece em décimo segundo lugar.

Logo aos 13 minutos, Danilo Barcelos encontrou Henríquez sozinho no meio da área, mas o zagueiro testou para fora, tirando tinta da trave! O defensor desperdiçou uma ótima oportunidade de abrir o placar. Na mesma jogada, Leandro Castan foi agarrado dentro da área, mas Anderson Daronco não marcou nada e o VAR não foi acionado, prejudicando o Cruz-maltino.

A ‘lei do ex’ não falha. Logo no começo do segundo tempo, Abner Vinicius cobrou falta na área, o goleiro Fernando Miguel saiu muito mal do gol e Madson tocou de cabeça para o funda da rede. O Furacão abriu o placar em São Januário.

Leia Também:  Abel dispara contra dirigentes do Flamengo: ‘O que não suporto é traição’

O Athletico chegou três vezes seguidas após marcar o primeiro gol. O time do Vasco sentiu o gol e demorou a voltar para a partida. Aos 12 minutos, Léo Cittadini cruzou rasteiro buscando Marco Ruben, que se esticou mas não conseguiu alcançar. Quase o segundo.

Após cobrança de falta de Danilo Barcelos, a bola bateu na mão de Rony, que estava na barreira e desviou a cobrança para escanteio. O VAR chamou Daronco para analisar o lance e o pênalti foi marcado. Danilo pegou a bola e cobrou no canto direito de Santos para empatar a partida e explodir São Januário.

Danilo Barcelos recebeu de Talles na ponta esquerda e achou Marrony completamente sozinho para cabecear. Santos defendeu e evita a virada do Vasco.

O Vasco conseguiu a virada com Raul. Após grande confusão na área, Henríquez chutou cara a cara com Santos e viu o goleiro fazer um milagre. No rebote, Raul chutou forte para marcar. Mas a alegria durou pouco. O lance foi invalidado pelo VAR, que marcou uma falta polêmica de Henríquez no goleiro Santos.

Ficha técnica:

Leia Também:  Ronaldo desabafa sobre gordofobia: “Se você é negro ou gay, te defendem”

VASCO x ATHLETICO

Estádio: São Januário (RJ)
Data/hora: 22/9/2019, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS) – Nota LANCE!: 7,0
Assistentes: :Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Bins (RS)
Gramado: Bom
Público/renda: 16.529 torcedores/ R$ 600.922,00
Cartões amarelos: Léo Pereira, Wellington , Rony (ATHLETICO); Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez e Richard (Vasco);
Cartão vermelho: –
GOLS: Madson 3′ 2ºT; Danilo Barcelos 21′ 2ºT;

Athletico-PR: Santos; Madson, Pedro Henrique, Léo Pereira (Lucas Halter), Abner Vinícius; Wellington, Bruno Guimarães, Léo Cittadini (Everton Felipe), Braian Romero e Marco Ruben (Thonny Anderson).
Técnico: Tiago Nunes.

VASCO:Fernando Miguel; Pikachu, Henriquez, Leandro Castán e Danilo Barcelos; Richard, Raul e Marcos Junior (Andrey 2ºT) ; Rossi (Marrony), Talles Magno e Ribamar (Clayton).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

publicidade
1 comentário

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] Lance! Vasco e Athletico-PR fizeram um jogo muito movimentado em São Januário. O empate em 1 a 1 teve participação fundamental do VAR no resultado da partida. Danilo Barcelos marcou de pênalti para o Cruz-maltino e Madson, ex-lateral do Vasco, fez …Read more […]

Esportes

A dois dias da abertura do Campeonato Mato-grossense, quatro estádios ainda não têm laudos de segurança

Publicado

Luthero luthero Lopes, cujo mandante é o União: quase pronto

Faltando dois  dias para a largada do Campeonato Mato-grossense de Futebol 2020, quatro dos dez estádios ainda não apresentaram laudos de segurança – conforme exige o Estatuto do Torcedor – à Federação Mato-grossense de Futebol (FMF).

A situação mais grave é no Municipal Zeca Costa, em Barra dos Garças. Muros em estado de erosão, mato sob as arquibancadas e alambrados sem sustentação são parte da imagem do estádio cujo mandante é o Araguaia.

A prefeitura promete terminar os serviços de restauração em sete dias, aproveitando que o time local joga com o Sinop, no extremo norte do Estado.

Na segunda rodada, dia 26, o Araguaia recebe o Operário e a prefeitura garante que o estádio vai estar em ordem.

VAI DAR TEMPO?

O detalhe é que o Gigantão do Norte, onde o Sinop manda seus jogos, também passa por reparos na iluminação, gramado e cabines de rádios e TV.

A prefeitura iniciou os trabalhos há dez dias e o cronograma de obras prevê a entrega na segunda-feira, véspera do jogo de abertura do campeonato.

Leia Também:  Além do MSN: Relembre trios de ataque marcantes da última década

CORRERIA

Outra situação preocupante é no Luthero Lopes, ao Sul do Estado. Estádio sede do União, que recebe dia 21 o Mixto, na abertura do certame, o local apresenta uma série de problemas, inclusive com o gramado.

As cabines de rádios e TV estão ainda em obras de ampliação e alguns reforços na cobertura e portões estão sendo implementados.

Em ritmo acelerado, numa época de muita chuva na região, os engenheiros torcem para que tudo termine neste fim de semana e haja condições de jogo. Por fim, o Estádio Municipal Valdir Wolz, do debutante Nova Mutum, está em reconstrução desde o último trimestre do ano passado.

QUASE PRONTO

Com obras de construção das arquibancadas em andamento, mas faltando apenas acabamento, e outros setores bem adiantados, tudo deve ficar pronto, dizem os engenheiros da prefeitura, em uma semana.  O Nova Mutum estreia no campeonato fora de casa e faz a sua primeira partida contra o Cuiabá, na quarta-feira. Na segunda rodada, recebe o Luverdense, já com o estádio pronto.

Leia Também:  Bolsonaro compara virada histórica do Fluminense à governar o país

INTERESSE DOS CLUBES

O prazo de entrega expirou na última sexta-feira, mas a FMF evita pressão. Segundo a assessoria da entidade, a responsabilidade de fiscalização é da Policia Militar, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária.

“Se tudo estiver nos conformes até a véspera do jogo e tudo aprovado pelos órgãos de fiscalização, haverá jogos. No caso de atraso e envio tardio dos laudos, os jogos acontecem da mesma forma, mas de portões fechados”, diz FMF.

Continue lendo

Esportes

estadios

Publicado

Faltando poucos dias para a largada do Campeonato Mato-grossense de Futebol 2020, quatro dos dez estádios ainda não apresentaram laudos de segurança – conforme exige o Estatuto do Torcedor – à Federação Mato-grossense de Futebol (FMF).

A situação mais grave é no Municipal Zeca Costa, em Barra dos Garças. Muros em estado de erosão, mato sob as arquibancadas e alambrados sem sustentação são parte da imagem do estádio cujo mandante é o Araguaia.

A prefeitura promete terminar os serviços de restauração em sete dias, aproveitando que o time local joga com o Sinop, no extremo norte do Estado.

Na segunda rodada, dia 26, o Araguaia recebe o Operário e a prefeitura garante que o estádio vai estar em ordem.

VAI DAR TEMPO?

O detalhe é que o Gigantão do Norte, onde o Sinop manda seus jogos, também passa por reparos na iluminação, gramado e cabines de rádios e TV.

A prefeitura iniciou os trabalhos há dez dias e o cronograma de obras prevê a entrega na segunda-feira, véspera do jogo de abertura do campeonato.

Leia Também:  Emocionada, Marta pede renovação no futebol feminino brasileiro

CORRERIA

Outra situação preocupante é no Luthero Lopes, ao Sul do Estado. Estádio sede do União, que recebe dia 21 o Mixto, na abertura do certame, o local apresenta uma série de problemas, inclusive com o gramado.

As cabines de rádios e TV estão ainda em obras de ampliação e alguns reforços na cobertura e portões estão sendo implementados.

Em ritmo acelerado, numa época de muita chuva na região, os engenheiros torcem para que tudo termine neste fim de semana e haja condições de jogo. Por fim, o Estádio Municipal Valdir Wolz, do debutante Nova Mutum, está em reconstrução desde o último trimestre do ano passado.

QUASE PRONTO

Com obras de construção das arquibancadas em andamento, mas faltando apenas acabamento, e outros setores bem adiantados, tudo deve ficar pronto, dizem os engenheiros da prefeitura, em uma semana.

O Nova Mutum estreia no campeonato fora de casa e faz a sua primeira partida contra o Cuiabá, na quarta-feira. Na segunda rodada, recebe o Luverdense, já com o estádio pronto.

Leia Também:  Ronaldo desabafa sobre gordofobia: “Se você é negro ou gay, te defendem”

INTERESSE DOS CLUBES

O prazo de entrega expirou na última sexta-feira, mas a FMF evita pressão. Segundo a assessoria da entidade, a responsabilidade de fiscalização é da Policia Militar, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária.

“Se tudo estiver nos conformes até a véspera do jogo e tudo aprovado pelos órgãos de fiscalização, haverá jogos. No caso de atraso e envio tardio dos laudos, os jogos acontecem da mesma forma, mas de portões fechados”, diz FMF.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana