conecte-se conosco


Várzea Grande

Várzea Grande realiza mutirão da campanha de multivacinação para menores de 15 anos

Publicado


Várzea Grande realiza no próximo sábado, dia 16, o dia ‘D’ da Campanha Nacional de Multivacinação, com objetivo de colocar em dia a caderneta de crianças e adolescentes menores de 15 anos. Para atender ao público alvo, 13 unidades de saúde estarão funcionando das 7h30 às 17h, sem interrupção para o almoço.

Para o Dia ‘D’ os pais ou responsáveis devem levar o cartão ou a caderneta de vacinação, para que os profissionais de saúde possam avaliar se há alguma vacina que ainda não foi administrada, ou se há doses de reforço para completar o esquema vacinal preconizado no calendário nacional.

Desde o dia 1º, o Município segue o cronograma do Programa Nacional de Imunizações (PNI). Até o dia 29 o foco é o de atualizar a situação vacinal de crianças e adolescentes, de acordo com as indicações do Calendário Nacional de Vacinação, mediante a avaliação do cartão ou caderneta de vacinação, como pontua o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros. “Para cumprir metas preconizadas pelo Ministério da Saúde, vamos fazer esse mutirão focado no público jovem, de até 15 anos, para melhorar as coberturas vacinais no Município”, explicou o secretário.

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, frisa que é importante a adesão dos pais nesta outra etapa de imunização na cidade. “Existe uma gama de doenças que podem ser combatidas com as vacinas, prevenindo doenças e principalmente, mantendo algumas dessas doenças erradicadas. Nossas equipes da Saúde Municipal estarão reforçadas e de prontidão durante todo o sábado. É fundamental a participação da sociedade”.

“Constata-se que a imunização tem dado resultados positivos no Brasil e no mundo. No Brasil, já ocorreu a erradicação da poliomielite e da varíola graças à utilização de vacinas. Além disso, segundo a Fundação Oswaldo Cruz, ocorreu a eliminação da circulação do vírus autóctone do sarampo em 2000 e da rubéola, desde 2009. Outras doenças também tiveram sua ocorrência reduzida, como é o caso do tétano neonatal e da meningite. Contudo, o ressurgimento do sarampo em outros estados do nosso país evidencia a diferença dos resultados dessas coberturas nos diversos municípios, ou seja, uma baixa cobertura vacinal contribui para o ressurgimento de doenças e requer a adoção de estratégias adicionais para o resgate e vacinação dos indivíduos não vacinados”, alerta a Superintendente de Vigilância em Saúde, Relva Cristina de Moura.

Como pontua Relva, a vacina é considerada medida protetiva com o melhor custo-benefício em saúde pública, pois reduz os números de casos de doenças infecciosas em toda a comunidade. “Uma vez que a taxa de transmissão é diminuída, reduz o número de hospitalizações, de gastos com medicamentos, mortalidade e reforçamos a erradicação de doenças”.

SEM MITOS – Relva Cristina destaca a segurança das vacinas ofertadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), por meio de comprovação científica, além de haver uma gama delas disponibilizadas de forma 100% gratuitas à população. “Para que uma vacina seja aplicada em um indivíduo ela passa por rigorosos testes, incluindo estudos clínicos e somente após atenderem rigorosos padrões de qualidade e segurança são disponibilizadas às pessoas. Portanto, as vacinas salvam vidas! As vacinas são responsáveis por salvar a vida de milhões de pessoas todos os anos contra diversas doenças. Quando somos vacinados, protegemos a nós mesmos e toda a comunidade”, disse ela.

Ainda sobre a biossegurança dos imunizantes, a superintendente explica que se eles são produzidos no Brasil ou em outros países, passam por um processo sistematizado de compra, avaliação, liberação e distribuição. “No Brasil, o Ministério da Saúde é o órgão responsável pela compra e distribuição de todas as unidades que serão utilizadas no SUS, ou seja, as vacinas são muito seguras”.

LOCAIS QUE INTEGRAM O DIA ‘D’ EM VÁRZEA GRANDE – Centro de Saúde do Água Limpa, Centro de Saúde Nossa Senhora da Guia, Estratégia Saúde da Família Água Vermelha, Estratégia Saúde da Família Manaíra, Centro de Saúde Jardim Imperial, Clínica de Atenção Primária Jardim Glória, Unidade Básica de Saúde Ouro Verde, Unidade Básica de Saúde Santa Isabel, Estratégia Saúde da Família São Mateus, Clínica de Atenção Primária 24 de Dezembro, Estratégia Saúde da Família Unipark e Estratégia Saúde da Família Jardim União e Capão Grande.

ATENÇÃO – Como destaca o secretário Gonçalo de Barros, neste dia 16, as equipes vão se concentrar nas Unidades Básicas de Saúde, para esta ação nacional, e em decorrência deste ato, será aberto somente um ponto fixo para vacinação – neste dia – contra a Covid-19, que será nas Clínicas Médicas do Univag, no bairro Cristo Rei.

Barros faz outro alerta: “O Ministério da Saúde definiu que não há necessidade de manter um intervalo entre a aplicação da vacina contra a Covid-19 e as demais vacinas para este público da Multivacinação, no caso os adolescentes de 12 anos a 14 anos 11 meses e 29 dias. Então, quem se imunizou contra o coronavírus pode buscar o Posto de Saúde mais próximo, para receber alguma outra vacina do calendário regular que esteja em atraso.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Alunos de Várzea Grande são premiados em projeto do Ministério Público do Trabalho

Publicado


Cinco estudantes da rede pública municipal de Educação de Várzea Grande estão entre os 12 alunos com trabalhos premiados na etapa estadual do Prêmio “MPT na Escola” do Ministério Público do Trabalho de Mato Grosso. A cerimônia de entrega do Prêmio ocorreu nesta quarta (24) e foi transmitido ao vivo pelo canal do MPT no Youtube.

Foram premiados 12 trabalhos produzidos por estudantes do 4º ao 7º ano da rede municipal de ensino. A premiação encerra o Projeto “MPT na Escola 2021”, utilizando a arte para fomentar a participação de gestores municipais de educação, educadores e estudantes em ações de mobilização, conscientização, prevenção e combate à exploração do trabalho infantil e de adolescentes.

Neste ano, alunas e alunos concorreram em 4 categorias (conto, desenho, música e poesia) e foram divididos em dois grupos (Grupo 1, de 4º e 5º anos, e Grupo 2, de 6º e 7º anos). Os melhores colocados de cada categoria receberam medalhas e brindes. Os professores-orientadores e demais servidores das Secretarias Municipais de Educação receberam placas de homenagem e certificados.

Municípios – O Projeto “MPT na Escola” teve adesão de quatro municípios mato-grossenses neste ano de 2021. Apesar das dificuldades e limitações impostas pela pandemia do novo coronavírus, mais de 4 mil alunos e 191 educadores de 25 escolas municipais de Cuiabá, Várzea Grande, Sorriso e Diamantino desenvolveram atividades visando desconstruir mitos em torno do trabalho infantil e romper barreiras culturais de permissibilidade e naturalização.

Em relação ao Prêmio “MPT na Escola”, apenas o município de Cuiabá não conseguiu concluir as atividades a tempo de participar da competição. Todavia, devido aos resultados positivos alcançados, também foi homenageado durante a cerimônia.

O potencial transformador da iniciativa é reforçado pelo procurador do MPT e coordenador regional da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Coordinfância), André Canuto. “A prevenção do trabalho infantil inicia-se durante a educação e formação de cada cidadão, e o melhor lugar para se desenvolver e conscientizar pessoas é a escola. Através da participação de toda a comunidade escolar fomentamos o engajamento e fortalecemos a luta contra o trabalho infantil”, pontua. A ideia é envolver um número cada vez maior de pessoas na luta contra o trabalho infantil e incentivar a aprendizagem profissional.

Para a superintendente Pedagógica, Luz Marina Coelho, que representou Várzea Grande na cerimônia, a participação dos alunos e educadores do município foi destacada pelo alto nível das produções e resultados obtidos. “O Projeto ‘MPT na Escola’ é uma oportunidade muito valiosa para que nossos estudantes possam conhecer e compartilhar a atuação do MPT na prevenção e combate ao trabalho infantil, reforçando que lugar de criança é na escola. Nossos alunos estão de parabéns pela excelente participação neste projeto tão importante” afirmou.

Confira a lista dos trabalhos vencedores da etapa estadual:

Grupo 01 – alunos do 4º e 5º anos

Conto:

1º Lugar – “Diga não ao Trabalho infantil”

Autoria: Lauriany Vitória Aguiar dos Santos

Escola: EMEB Prof.ª Maria Joana da Silva Almeida – Município de Várzea Grande 

2º Lugar – “Os Sonhos De Catarina”

Autoria: Raíssa Estevam dos Santos

Escola: Escola Municipal Castorina Sabo Mendes – Município de Diamantino

3º Lugar – “Trabalho infantil”

Autoria: Bianca de Almeida Vieira

Escola: EMEB Antônio Gomes da Cruz – Município de Várzea Grande 

Desenho:

1º Lugar – “Combate ao trabalho infantil

Autoria: Camylle Gabriele Freitas Moura

Escola: Escola Municipal São Domingos – Município de Sorriso

2º Lugar – “Ser criança, ser feliz!

Autoria: Valbert Rafael Patrocínio de Lima

Escola: Escola Municipal Castorina Sabo Mendes – Município de Diamantino

3º Lugar – “Trabalho infantil

Autoria: Eloine Estefani Batista dos Santos

Escola: Centro Municipal de Educação Básica de Sorriso – Município de Sorriso

Poesia:

1º Lugar – “Brasil Melhor

Autoria: Agata da Silva Oliveira

Escola: Escola Municipal São Domingos – Município de Sorriso 

2º Lugar – “Trabalho infantil

Autoria: Maria Heloísa de Sousa Machado

Escola: Escola Municipal Castorina Sabo Mendes- Município de Diamantino

3º Lugar – “Trabalho infantil é coisa séria

Autoria: Thifany Nascimento Silva

Escola: Escola Municipal São Domingos – Município de Sorriso

Grupo 02 – alunos do 6º e 7º anos

Desenho:

1º Lugar – “Aprendizagem profissional

Autoria: Mizael Augusto da Silva Padilha

Escola: EMEB Abdala José de Almeida – Município de Várzea Grande

Poesia:

1º Lugar – “Zé Ninguém

Autoria: EvillynLorrainy da Silva Santos

Escola: EMEB Joaquim da Cruz Coelho – Município de Várzea Grande

Música:

1º Lugar – “O jovem aprendiz pode estudar e trabalhar

Autoria: Kenielly Soares Moraes

Escola: EMEB Benedita Bernadina Curvo – Município de Várzea Grande

Continue lendo

Várzea Grande

Prefeitura dá início ao projeto “Várzea Grande mais perto de você”

Publicado


A Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social promove nesta sexta-feira (26), a 1ª edição do projeto ‘Várzea Grande mais perto de você’. O evento será realizado na Escola Municipal de Educação Básica – EMEB – Salvelina Ferreira da Silva, localizada no bairro Maringá III.

O mutirão de cidadania, que envolve todas as pastas da administração, vai contar com diversos serviços públicos. Além disso, o público presente terá orientações jurídicas e previdenciárias. A Secretaria de Estado de Assistência Social – Setasc, e Assembléia Legislativa do Estado de Mato Grosso serão parceiras da ação.  

A secretária de Assistência Social, Ana Cristina Vieira, informa que durante a ação equipes da pasta estarão realizando a troca dos cartões do projeto Ser Família Emergencial. Ela destaca ainda que, em função da pandemia, vários projetos tiveram que ser adiados, por isso só agora está sendo possível dar início ao mutirão de cidadania. “A maioria da população local já está vacinada, porém vamos realizar o evento com todas as medidas de biossegurança, mantendo o distanciamento, e a obrigatoriedade no uso de máscara e álcool em gel”, destacou.

SERVIÇO: Lançamento do projeto ‘Várzea Grande mais perto de você’.

Localidade: EMEB “Salvelina Ferreira da Silva”, localizada na Avenida São Sebastião, bairro Maringá III, a partir das 8

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana