conecte-se conosco


Várzea Grande

Várzea Grande cumpre 85% das metas estabelecidas para Saúde Pública

Publicado

Com estimativas de gastos da ordem de R$ 2,5 bilhões com a judicialização da Saúde Pública em 2019, nas três esferas do Poder Público, Federal, Estadual e Municipal que já receberam 1.750 milhões de ações judiciais e prestando contas das metas estabelecidas na última conferência municipal de Saúde, Várzea Grande debateu as questões relativas à sua atuação nos últimos dois anos e estabeleceu metas para os próximos quatro anos.

Das propostas contidas no Plano Municipal de Saúde e discutidas na última Conferência Municipal de Saúde, Várzea Grande cumpriu 85% do total, sendo 60% integralmente e 25% ainda estão em andamento.

Presente ao evento, a fala do juiz de Direito, Antônio Veloso Peleja Júnior foi um dos momentos que mais movimentou a discussão.

A judicialização da Saúde é a busca do direito à saúde e do acesso a bens e serviços de saúde por meio de ações junto ao Poder Judiciário. Uma questão que divide opiniões. A problemática foi discutida e propostas resolutivas também foram apresentadas.

“Vendo pelo ângulo judiciário, a grande questão é, a partir do momento que você faz micro justiça em um caso individual, você retira a possibilidade do sistema macro funcionar bem, em termos de saúde, ou seja, o Estado acaba sendo obrigado a tirar de um lugar para colocar em outro, deixando de suprir por vezes necessidades de todos para suprir uma necessidade individual”, explica o Juiz que é Mestre em Direito pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

O magistrado explica que existem diversas balizas quando se trata desse tema. “O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), já está a algum tempo discutindo e disciplinando este tema. Temos ainda o Supremo Tribunal Federal (STF) que irá decidir rumos importantes a cerca de alguns temas da Saúde incluindo a judicialização. Temos ainda os Tribunais Federais e Estaduais que estão discutindo esse tema. Não é uma questão fácil. Traz maturação para a própria sociedade e uma discussão muito grande nos tribunais. O Supremo pretende fixar algumas balizas e enunciados, envolto a este sistema, sendo que o estado às vezes não tem condições de garantir esse direito. Mas quando o Judiciário dá a palavra final, ela tem que ser cumprida, no entanto, o juiz deve estudar os entendimentos e deferir uma liminar justa, e que o Estado consiga cumprir”. Para Peleja, buscar um acordo ou uma medição é a melhor solução. 

Leia Também:  Projeto “Magia do Natal” distribuiu brinquedos para crianças que são atendidas no PSF do Unipark

O secretário Municipal de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes, realizou pessoalmente a prestação de contas da pasta. Diógenes pontuou os principais avanços na saúde Pública de Várzea Grande e elencou os que ainda estão por vim.

Ele lembrou que sob o comando da prefeita Lucimar Sacre de Campos, Várzea Grande está aplicando entre 25% e 28% das Receitas Correntes na área da saúde pública de recursos municipais, bem mais do que o previsto na Legislação que é 15%.

“Nesses dois últimos anos entregamos várias unidades novas, equipadas e com servidores altamente capacitados. Além disso, reformamos e ampliamos as unidades que fazem parte da rede de saúde municipal. Em breve, a prefeita Lucimar inaugurará mais uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Mas rotineiramente temos entregue novas unidades, novos serviços e melhorando nossa capacidade de atendimento, principalmente na atenção básica, para deixar unidades como as UPA Ipase, do Cristo Rei e o Hospital Pronto Socorro de Várzea Grande exclusivamente para atendimentos de urgência e emergência”, ponderou Diógenes Marcondes. 

Por ser um espaço preparado para debates, opiniões, esclarecimentos, discussões no aprimoramento do Sistema Único de Saúde – SUS, o secretário discorreu sobre os trabalhos que vêm sendo feitos pela atual administração na melhoria da gestão da Saúde Pública, com remodelação nos serviços de recursos humanos, garantia de remédios e insumos de saúde, infraestrutura, tendo como foco principal a eficácia do atendimento à população. Diógenes garantiu ao Conselho Municipal que está sempre à disposição para receber propostas que contribuam na construção de uma saúde digna, eficiente e humanizada.   

Leia Também:  Festa de Santa Cruz mantém tradição e religiosidade da comunidade de Souza Lima

“A meta é oferecer a Várzea Grande uma saúde pública de ‘boa’ à excelência. Nossa saúde já avançou muito desde que a gestão atual assumiu, e os avanços são visíveis. Hoje a cidade tem saúde, nossas crianças já podem nascer em Várzea Grande, a Maternidade Rede Cegonha realiza em  média de 103 partos ou cesarianas/mês. O percentual de morte prematura caiu para além das nossas expectativas. Tudo que foi debatido aqui, nessa Conferência, servirá de subsídio para elaboração do Plano Nacional de Saúde”, ponderou o secretário.  

Diante dos temas programados, foram formados grupos de discussão. O intuito foi aprofundar debates sobre cada temática e elaborar propostas de melhorias para os serviços da saúde no município de Várzea Grande.

As discussões coletivas abordaram os seguintes temas: Direito à saúde, garantia de acesso e atenção de qualidade; participação social; valorização do trabalho e da educação em saúde e financiamento do SUS e relação público-privado/Gestão do SUS e modelos de atenção à saúde.

“As propostas discutidas estão com o foco voltado à realidade vivida em Várzea Grande, dentro de um contexto estadual e nacional”, explicou o presidente do Conselho Municipal de Saúde Guilherme da Silva Queiroz.

Por: Letícia Kathucia – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Várzea Grande amplia ações voltadas ao esporte e lazer

Publicado

A Secretaria de Educação, Cultura, Esportes, Lazer de Várzea Grande (SMECEL/VG) começa o ano de 2020 com um calendário de projetos e ações voltados ao incentivo ao esporte e aperfeiçoamento da qualidade do esporte local, além, de proporcionar mais lazer as comunidades. De acordo com cronograma elaborado pela pasta, o objetivo para esse ano é dar continuidade aos trabalhos já iniciados em 2019 junto às escolas, comunidades e equipes esportivas do município.

O secretário Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, Silvio Fidelis, ressalta que os projetos esportivos têm como focos a inclusão social, a qualidade de vida e o desenvolvimento da cidadania e de seus participantes. “São determinantes importantes para a nossa gestão, pois atinge a população diretamente, desde o aluno do ensino básico como o idoso que é assistido pelas ações que vem sendo desenvolvidas. Não medimos esforços para fortalecer o esporte e o lazer em Várzea Grande. Em 2019, obtivemos vários avanços, contudo, continuaremos nosso trabalho para alcançarmos mais vitórias para nossos atletas e para a cidade”, frisa o secretário .

Entre as ações realizadas pela secretaria, destacam-se os projetos inseridos no Plano de Desenvolvimento Individual (PDI), da Secretaria, sendo um deles o “Projeto Qualidade de Vida”, onde são desenvolvidas propostas de mudanças de hábitos saudáveis e promoção da qualidade de vida para crianças, jovens e adultos, no estímulo as práticas esportivas e alimentação saudável, desenvolvido nas comunidades, parques e espaços Fit Esportivo.

De acordo com Superintendente de Esportes, Jadir Pereira, o projeto está sendo executado no Parque Tanque do Fancho, de segunda a sexta das 06:30 às 07:30h e das 17:30h às 18:30h e aos sábados das 06:30h às 07:30h, no Parque Flor do Ipê, às segundas, quartas e sextas-feiras das 06:30h às  07:30h e das 19:30h às 20:30h, na Via 31 de Março, às quartas e domingos das 18:00h às 19:00h, no Cras do Cristo Rei, segunda, quarta e sexta das 05:30h às 07:00h para as pessoas da terceira idade e no Espaço Fit São Domingos Sávio, de segunda à sexta das 17:00h às 18:30h. As atividades atendem a todas as faixas etárias. A Meta é expandir para mais bairros da cidade durante o decorrer do ano. Fazem parte das atividades, aulas de zumba, aeróbica, caminhada assistida, funcional, avaliação e monitoramento físico, ginásticas e teste de glicemia, todas as aulas são ministradas por educadores físicos devidamente registrados no Conselho Estadual de Educação Física (CREF-MT)

Leia Também:  Festa de Santa Cruz mantém tradição e religiosidade da comunidade de Souza Lima

Outro grande evento organizado pela Secretaria de Educação, Esportes, Lazer e Cultura  foi os Jogos Escolares Municipais Várzea-grandenses, que ocorreu no ano passado, entre os meses de abril à junho, que mobilizou mais de 3.000 mil alunos entre atletas e torcedores nas modalidades de atletismo, basquete, futebol de salão, handebol, voleibol, basquete, badminton, tênis de mesa, natação e ginástica rítmica.

“Equipes de Várzea Grande chegaram a se classificar para a etapa nacional dos jogos. Além disso Várzea Grande depois de mais de uma década  foi sede da fase Estadual dos Jogos Escolares da Juventude, modalidade individual, a cobertura foi possível graças a inauguração do novo Ginásio Poliesportivo Júlio Domingos de Campos, o Fiotão. A competição teve como sede a cidade de Várzea Grande, nas disputas e categorias infantil e infanto-juvenil, masculino e feminino.

Além disso com mais de R$ 2 milhões em recursos próprios do Tesouro de Várzea Grande, a prefeita Lucimar Sacre de Campos revitalizou totalmente o Estádio, ‘Dito Souza’, uma obra que foi reconstruída e melhorada para fomentar a prática de futebol profissional e amador da segunda maior cidade de Mato Grosso. E ainda fazendo parte do pacote de obras incentivando o desenvolvimento dos nossos alunos, cinco escolas municipais ganharam quadras de esportes novas e cobertas. Além das quadras de esportes que passaram por reformas gerais ou até mesmo pequenos reparos”, frisa Jadir.

Leia Também:  Educação prepara eleição para diretores com Ciclo de Estudos

Ainda segundo o superintendente, os projetos desenvolvidos nas escolas receberão uma atenção especial nesse ano de 2020. Um deles é o Projeto “Dá pra brincar”. A proposta das atividades é proporcionar as crianças momentos de convivência saudável, amiga, criativa, construtiva e distante do mundo de tecnologia em que vivemos nos dias atuais, pois, através da brincadeira a criança atribui sentido ao seu mundo, se apropria de conhecimentos que a ajudarão a agir sobre o meio em que ela se encontra.

“Toda a comunidade participa. Começamos com a pesquisa junto às famílias sobre as brincadeiras da infância. Pesquisamos juntamente com os alunos, em livros sobre a origem de alguns dos brinquedos e brincadeiras e selecionamos alguns brinquedos que possam ser construídos pelas próprias crianças, como bilboquê, peteca, vai e vem, pião, cavalo de pau, e outros. E por final partir para a brincadeira”, finaliza.

Por: Letícia Kathucia – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

Várzea Grande

Prefeita Lucimar Campos recebe festeiros e bandeira de São Sebastião no Paço Municipal

Publicado

Servidores municipais de Várzea Grande iniciaram a semana recebendo as benções de São Sebastião. Na manhã de hoje (21), festeiros e devotos do santo iniciaram a jornada da bandeira pela cidade. A passagem da bandeira pelo Paço Municipal foi recepcionada e acompanhada pela prefeita Lucimar Sacre de Campos, secretários municipais e servidores.

A passagem da bandeira abriu os festejos em devoção ao santo, por meio da 35ª festa de São Sebastião, que segue até o dia 26 de janeiro, próximo Domingo. Acompanharam a passagem da bandeira no gabinete municipal os padres Marcos Daniel Pereira e diácono Felipe Santos e os festeiros que são rei e rainha dessa edição da festa.

Dia 20 de janeiro é dia do santo, considerando um santo forte, batalhador e guerreiro. “O santo é uma fortaleza e reflete tudo aquilo que nós precisamos nos tempos atuais, de muitas lutas e transformações que desejamos para a nossa cidade, e com muita fé em Deus e nos santos conseguimos empregar e desenvolver nossos objetivos e metas, por uma cidade melhor para todos. Esta é minha missão dada por Deus. Acredito em tempos melhores para a nossa cidade, com crescimento socioeconômico”, disse a prefeita Lucimar.

Durante a passagem da bandeira pelo gabinete da prefeita Lucimar, o padre Marcos Daniel fez questão de destacar os méritos de São Sebastião que nunca deixou de ser um cristão convicto e ativo. Fazia de tudo para ajudar os irmãos na fé, procurando revelar o Deus verdadeiro. “Na Fé de Deus é que impera as nossas vidas, somos seres movidos pela Fé, o exemplo de São Sebastião é seguido por milhares de cristãos, que são devotos a este santo, de fé incomensurável”.

Leia Também:  Educação prepara eleição para diretores com Ciclo de Estudos

A bandeira passou de sala em sala e foi abençoando cada servidor devoto do santo ou da fé católica. Durante este período da passagem da bandeira, os grupos saem em jornada, a pé, batendo na porta das casas e estabelecimentos da cidade aos sons de instrumentos musicais e apresentam a bandeira do santo cristão ao som de cantos e versos tradicionais, até o dia da grande festa no dia 26 de janeiro, que inicia desde as 6:30 horas da manhã, com a Santa Missa, seguida as 9 h de procissão, e após o almoço em confraternização, com churrasco, música ao vivo e sorteios.

HISTÓRICO – O nome São Sebastião deriva do grego sebastós, que significa divino. Originário de Narbonne, e cidadão de Milão, foi um mártir e santo cristão, morto durante perseguição levada a cabo pelo imperador romano Diocleciano.

São Sebastião nunca deixou de ser um cristão convicto e ativo. Fazia de tudo para ajudar os irmãos na fé, procurando revelar o Deus verdadeiro aos soldados e aos prisioneiros. Secretamente, Sebastião conseguiu converter muitos pagãos ao cristianismo. Até mesmo o governador de Roma, Cromácio, e seu filho, Tibúrcio, foram convertidos por ele.

Sebastião foi denunciado, pois estava contrariando o seu dever de oficial da lei. Teve, então, que comparecer ante o imperador para dar satisfações sobre o seu procedimento. O imperador se queixou de que tinha confiado nele, esperava dele uma brilhante carreira e a sua conduta branda para com os prisioneiros cristãos era inaceitável. Portanto, o imperador o julgou como traidor e ordenou a sua execução por meio de flechas e mesmo assim, não negou a sua fé.

Leia Também:  Várzea Grande investe na atenção aos alunos com deficiência

Amarrado a um tronco, foi varado por flechas, na presença da guarda pretoriana. Foi dado como morto e atirado no rio, porém, Sebastião não havia falecido. Encontrado e socorrido por uma viúva chamada Irene (futura Santa Irene) que retirou as flechas do peito de Sebastião e o tratou.

Assim que se recuperou, demonstrando muita coragem, se apresentou novamente diante do Imperador, censurando-o pelas injustiças cometidas contra os cristãos, acusando-o de inimigo do Estado. Perplexo com tamanha ousadia, Diocleciano ordenou que os guardas o açoitassem até a morte. O fato ocorreu no dia 20 de janeiro de 288, por isso comemoramos seu dia nesta data. Acabou sendo morto transpassado por uma lança. São Sebastião foi um dos soldados romanos mártires e santos, cujo culto nasceu no século IV e que atingiu o seu auge na Baixa Idade Média, designadamente nos séculos XIV e XV, tanto na Igreja Católica como na Igreja Ortodoxa.

Por: Da Redação – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana