conecte-se conosco


Várzea Grande

Várzea Grande amplia medidas de prevenção ao coronavírus e não descarta usar poder de polícia

Publicado

Diante da evolução do Coronavírus (CONVID 19), mesmo não havendo casos confirmados, apenas suspeitos, a Prefeitura de Várzea Grande, após reunião diária do Comitê de Enfrentamento ao novo coronavírus, decidiu ampliar as ações de distanciamento social e proibir toda e qualquer concentração popular, sob pena de ter que utilizar de poder de Polícia.

O Decreto 15/2020 que definiu uma série de medidas de prevenção, foi alterado pelo Decreto 19/2020 publicado hoje (19), em Diário Eletrônico Oficial dos Municípios de Mato Grosso, e que estabelece novas regras, como a proibição de concentração popular de qualquer espécie, bem como a suspensão de férias e licenças-prêmio concedidas a servidores da Secretaria Municipal de Saúde, que também foram convocados independente de idade.

“O objetivo é que esses médicos e demais profissionais da área da saúde fiquem à disposição da sociedade várzea-grandense nesse momento frágil e de pandemia mundial. O momento é de prevenção para evitar qualquer disseminação e o Decreto Municipal vem contribuir com a ordem social”, afirma o secretário de Governo Kalil Baracat.

O novo decreto reafirma o fechamento das Escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), antigas creches, até o dia 05 de abril, podendo este prazo ser ampliado após avaliação do Comitê de Enfrentamento, assim como o encerramento das atividades dos Centros de Convivência dos Idosos pelo prazo de 30 dias corridos.

Os eventos já autorizados terão alvarás cancelados e se for o caso, o público será ressarcido. A proibição é válida por 30 dias, podendo ser prorrogável por igual período. E, caso seja necessário, será utilizado o poder de polícia para fechamento de qualquer atividade pública e privada que venha aglomerar pessoas.

Esta e outras medidas temporárias e emergenciais são de prevenção ao contágio do Coronavírus (COVID-19) e estão publicadas no decreto de N° 19 de 2020, veiculado no Diário Oficial Eletrônico dos Municípios de Mato Grosso.

O Comitê de Enfrentamento junto com a Secretaria Municipal de Saúde e seguindo determinação do Ministério da Saúde está planejando como será realizada a campanha de vacinação da H1N1 (Influenza), que embora não esteja relacionada com o coronavírus, serve como prevenção para outras enfermidades respiratórias, as gripes.

“As medidas podem parecer duras e restritivas, mas se fazem necessárias. O desenvolvimento do contágio no resto do mundo ocorreu de forma muito rápida depois do contágio comunitário, quando a doença se multiplica rapidamente. Por isso foram necessárias essas medidas”, disse o secretário de governo.

Confira as medidas do segundo Decreto publicado pela prefeita Lucimar Sacre de Campos:

I – suspender eventos, de qualquer natureza, público ou privado, que exijam ou não licença do poder público, pelo prazo de 30 (trinta) dias, podendo ser prorrogável por igual período;

II – suspender as atividades realizadas nos Centros de Convivência dos Idosos pelo prazo de 30 (trinta) dias, podendo ser prorrogável por igual período;

III – suspender as férias e licenças prêmios concedidas aos servidores públicos vinculados à Secretaria Municipal de Saúde que exerçam suas funções nas áreas fins, mediante ordem do Secretário Municipal de Saúde;

IV – acaso necessário e por ordem do Secretário da pasta respectiva, suspender, nos órgãos e entidades do Município de Várzea Grande, a utilização de ponto eletrônico, o qual deverá ser substituído por folha de ponto, até ulterior deliberação;

V – suspender as atividades de capacitação, de treinamento ou de eventos coletivos pelos órgãos ou entidades da administração pública municipal direta e indireta que impliquem em aglomeração de pessoas;

VI – suspender as atividades escolares municipais no período de 23/03/2020 a 05/04/2020, à título de antecipação de recesso, podendo ser prorrogado; e

VII – recomendar que cidadãos com sintomas do novo Coronavírus (COVID-19) se dirijam às Policlínicas e Unidade Básica de Saúde para a realização dos exames clínicos competentes e demais providências adequadas ao caso.

Parágrafo único: A Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio do seu Poder de Polícia, deverá realizar o fechamento de qualquer evento privado que venha a reunir aglomeração de pessoas, no prazo de 30 (trinta) dias.

Por: Rafaela Maximiano – Secom/VG

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Guarda Municipal atua em ações efetivas no combate ao coronavírus e intensifica ainda mais a fiscalização

Publicado


.

22/05/2020    1

As ações de combate à disseminação do novo coronavírus, Covid-19, têm alterado a rotina da Guarda Municipal de Várzea Grande, instituição que surge como uma grande aliada na proteção coletiva a vida nesta época de  pandemia. O trabalho diário tem sido tão intenso e necessário que o Relatório de Atendimento Operacional, referente ao primeiro quadrimestre desse ano, contabiliza 583 fiscalizações específicas no cumprimento das Normas e Decretos Municipais contra  o Covid-19. Somente na passagem de março para abril as demandas registraram um aumento mensal de 116,84%, com o número de atendimentos passando de 184 para 399 no mês passado.

Vale lembrar, que essa nova atribuição da GM não pode ter comparação anual, já que as ações contra a doença tiveram início a partir de março, quando o primeiro caso confirmado de contágio foi registrado no País. No primeiro quadrimestre do ano passado não havia ações a nova rotina de quarentena.

Além dessas ações diretas contra a disseminação da doença, o relatório destaca incremento na chamada ‘Efetividade Preventiva’, que entre várias atuações, destacam-se as rondas nos bairros e junto aos prédios públicos, que aumentaram 21,64% na comparação entre os saldos de março e de abril. O relatório destaca uma alta mensal de 679 para 826.

O secretário municipal de Defesa Social e Comandante da Guarda Municipal, Evandro Homero Dias, destaca que o papel de Guarda Cidadã da corporação está mais atuante do que nunca. “Estamos focados no combate à doença, participando de ações integradas junto às demais forças de segurança, averiguando denúncias de aglomerações/festas/reuniões – atos proibidos- ,  que são feitas pela população e reforçando nossa presença nos bairros. Sem as rondas escolares, atividades diárias e de rotina da GM, estamos ampliando nossa atuação na área central, como também nos setores comerciais dos bairros, onde há uma tendência de fluxos concentrados”.  

As atuações da GM em ações integradas – junto à Policia Militar, Corpo de Bombeiros e à Vigilância Sanitária, por exemplo – contabilizam 58 diligencias neste quadrimestre, sendo que 52 delas, realizadas somente nos meses de março (18) e abril (34).

Desde o Decreto Municipal de número 20, de 20 de março desse ano, que criou o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus (Covid-19) de Várzea Grande, no qual a Guarda Municipal se tornou membro efetivo. “Ao longo da expansão de novos casos da doença e, principalmente, da eminência de alta taxa de contágio, a Guarda Municipal conquistou o poder de polícia, mas segue também atuando de maneira preventiva, estimulando a consciência coletiva para o momento bastante delicado”. Ainda como completa Homero, “As ações de fiscalização seguem enquanto as medidas restritivas estiverem em vigor. Estamos com guarnições específicas apoiando as fiscalizações no Município. O objetivo de todos é diluir as aglomerações, e manter o distanciamento social para evitar contaminação do novo coronavirus, e se o estabelecimento que for reincidente, no descumprimento das novas regras será interditado”, enfatiza.

“Vamos endurecer e  reforçar nossa fiscalização ,existe a pandemia, e temos que  zelar pela Saúde Pública da população. Já fizemos ações de conscientização e agora é hora de endurecer. Todos tem que respeitar para evitar maior  incidência da doença, as exigências de regras de funcionamento e a movimentação das pessoas e do direito de ir e vir de cada um, são respeitados, mas o distanciamento de 1,5 metros, uso de máscaras e meios de higienização e não aglomeração além da proibição de festas, precisam serem cumpridos. Estas regras são de proteção a vida, caso contrário novas , novas  medidas mais endurecidas como um lockdown que é o fechamento de todos os serviços e a proibição das pessoas de saírem de suas casas, pode acontecer. Então vamos respeitar os Decretos Municipais”, alertou Homero.

A prefeitura de Várzea Grande, por meio do seu Poder de Polícia, poderá realizar o fechamento de qualquer evento privado que venha a reunir aglomeração de pessoas, e para essa ação, tem como principal aliado, a Guarda Municipal, como pontua o comandante.

BOA NOTÍCIA – Com as restrições impostas pelo período de quarentena, a GM vem contabilizando retração nos números de acidentes e notificações de trânsito. Os acidentes contabilizaram 337 registros, com clara redução ao longo do primeiro quadrimestre. Em janeiro foram 100, em fevereiro outros 104, em março passara a 78 e em abril, 55.

As notificações de trânsito fecharam o período com 6.565 documentos, que podem gerar multas aos condutores. Ao longo desses primeiros quatro meses do ano foram encolhendo, saindo de 656 em março para 537 no mês passado.

“O êxito das ações da Guarda Municipal está diretamente ligado à adesão da população. Independente de haver quarentena, ou não, a participação popular é importante, desde as denúncias que chegam ao 190, como ao obedecer às leis de trânsito e atualmente, ao se conscientizar das formas de controle e prevenção ao coronavírus, evitar aglomerações, usar mascaras, fazer uso de álcool e álcool em gel e principalmente, só sair de casa se houver realmente necessidade. A população tem de se conscientizar que o seu bem mais precioso é sua família. Que preservem a família!”, orienta o comandante.

Sobre denúncias de desrespeito às medidas de restrições, isolamento social e distanciamento, o comandante Homero frisa que é necessário que a população siga informando às autoridades em prol do bem comum.

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Continue lendo

Várzea Grande

Várzea Grande e Univag se unem para atender especialidades médicas

Publicado


.

21/05/2020    20

Visando retomar os atendimentos e tratamento de outras enfermidades que afligem a população e que estavam suspensas por causa da centralização
ao combate a pandemia do Covid- 19, levaram a Prefeitura de Várzea Grande e o Centro Universitário – UNIVAG a reforçarem a parceria já existente e
abrirem para atendimentos a população que for regulada após passarem nas unidades de saúde municipal.

Os casos das áreas de Cardiologia, Ginecologia inclusive de risco,Infectologia, Pediatria, Ortopedia, Neurologia, Endocrinologia,Pneumologia, Reumatologia, Fisiatra, Psiquiatria, Fisioterapia,
Fonoaudiologia, Psicologia e Odontologia serão encaminhados após estarem no SISREG – Sistema de Regulação, que é feito nas unidades de saúde municipais, passarão por uma triagem para que haja ordenamento nas consultas evitando aglomerações e contatos desnecessários para então serem atendidos a partir da semana que vem.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos sinalizou que o UNIVAG sempre foi parceiro da Administração Municipal e promove muitos atendimentos em várias áreas como saúde, educação, social, justiça entre outras promovendo uma política social e participando ativamente do dia a dia da segunda maior cidade de Mato Grosso.

Ela lembrou da atuação de estudantes de Arquitetura que reformam espaços públicos em Centros Municipais de Educação Infantil (Creches) e nas Escolas Municipais de Educação Básica – EMEBs para atender alunos da Rede Públicas Municipais.

“Vamos utilizar a Clínica Ampliada deles para promover os atendimentos que estavam suspensos por causa do Covid- 19 e retomar os atendimentos para aqueles que necessitam e acabam prejudicados pela pandemia”, disse a prefeita de Várzea Grande, frisando que a intenção da administração é promover o retorno a normalidade, mas necessita, para isto, que as
pessoas se conscientizem e cumpram com seu papel de isolamento social quando possível ou de distanciamento e regras de segurança quando necessitam trabalhar e se relacionar com outras pessoas.

Os secretários municipais de Saúde, Diógenes Marcondes e de Governo,Kalil Baracat, visitaram as instalações da Clínica Ampliada do Centro Universitário de Várzea Grande – UNIVAG e acompanhados do vice-reitor,Flávio Henrique dos Santos Fogel, conheceram as instalações ponderando que os atendimentos serão feitos pelos professores que são médicos
doutores e por acadêmicos dos cursos de medicina e odontologia que se encontram em residência médica, ou seja, já realizando atendimentos dos
casos e especialidades para as quais estudaram.

“Por causa do risco alto de contaminação do Covid- 19, a Organização Mundial de Saúde e o Ministério da Saúde, recomendaram que todos os procedimentos, atendimentos e até mesmos cirurgias eletivas (aquelas que não são de urgência e emergência), fossem suspensas até o controle da doença, o que pode se estender além dos prazos iniciais, então como já
realizamos atendimento na Clinica Ampliada do Curso de Medicina do UNIVAG, vamos retomar estas atividades com mais força nos atendimentos de casos que não do Covid- 19 e com mais rigor e controle”, disse o secretário de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes.

O secretário de Governo de Várzea Grande, assinalou que as parcerias de sucesso que a administração da prefeita Lucimar Sacre de Campos constrói são voltadas para um único objetivo, atender a população e trabalhar na construção de uma Várzea Grande melhor para todos.

“Isto se chama cidadania, ou seja, utilização de um aparato privado de ensino que sempre obtém as melhores notas de avaliação do Ministério da Educação para as áreas médicas e odontológicas, se une a Prefeitura Municipal para construir soluções para atender a população, aqueles que necessitam do Sistema Único de Saúde – SUS, de forma gratuita e
eficiente para cuidar da saúde dos demais. Essa ação demonstra o compromisso da prefeita Lucimar Sacre de Campos e da UNIVAG por uma Saúde Pública de melhor qualidade, mais humana e mais presente. São com medidas desta natureza que iremos mudar este quadro que aí está e debelar esta pandemia”, disse Kalil Baracat.

O vice-reitor do Centro Universitário de Várzea Grande, Flávio Henrique dos Santos Fogel, sinalizou que o interesse da instituição vai mais além do que formar profissionais em diversas áreas superiores, como também contribuir de forma decisiva para a consolidação de Várzea Grande como uma metrópole, com serviços de qualidade e eficientes.

“Se todos ajudarem enquanto participantes da mesma sociedade, com certeza venceremos mais este obstáculo e com a participação de todos”,
assinalou o vice-reitor.

Antes de concluírem a visita os secretários municipais e o vice-reitor do UNIVAG, reafirmaram a necessidade das pessoas se conscientizarem e utilizarem os meios de segurança, não apenas de suas vidas, mas da vida daqueles que convivem com eles. “Usem máscaras cotidianamente, luvas quando necessitarem, água e sabão e mais álcool gel, além do distanciamento de 1,5 metros de quem necessita se relacionar com demais pessoas ou fiquem em casa em Home Office para os que podem”, disseram.

 

Por:

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana