conecte-se conosco


Esportes

Valentim se pronuncia após demissão: “Saio de cabeça erguida”

Publicado


Valentim no comando técnico do Vasco
Marcelo Goncalves/Parceiro/Agencia O Dia

Alberto Valentim foi demitido do Vasco após perder final do Campeonato Carioca

Após ser demitido do Vasco, o técnico Alberto Valentim usou as redes sociais para se pronunciar a respeito da decisão. Através de sua conta no Instragram, o treinador postou uma declaração sobre sua demissão. Com 41 jogos pelo clube, o comandante teve sua demissão confirmada após perder a final do Campeonato Carioca para o rival Flamengo. 

Leia também: Após derrota para o Flamengo, Alberto Valentim é demitido do Vasco

No texto postado, Alberto Valentim exaltou as três finais que o  Vasco disputou no começo desse ano: Taça Guanabara, Taça Rio e Campeonato Carioca . Além disso, ele afirmou que sai de cabeça erguida e que, junto com o elenco, conseguiu retomar a confiança do clube. Confira a declaração na íntegra: 

Visualizar esta foto no Instagram.

Passadas algumas horas, acho importante me posicionar sobre minha saída do Clube de Regatas Vasco da Gama. Foram mais de 40 jogos no comando dessa equipe, que carrega uma das histórias mais lindas do futebol brasileiro. Saio da mesma maneira que entrei, de cabeça erguida. Durante esses nove meses de trabalho, retomamos a confiança do clube, que voltou a figurar próximo ao topo nas competições. O grupo acreditou e, graças a isso, foram três finais em 2019, e um título conquistado. Ressalto também o Campeonato Brasileiro de 2018, no qual encontrei um time desacreditado e, com a ajuda dos jogadores, que compraram nossa ideia desde o início, mantivemos o clube na elite do futebol brasileiro. Tudo isso com um grupo formado por jogadores experientes e jovens que pude observar e colocar em campo, mantendo a tradição do Vasco de revelar grandes atletas, e deixando um positivo legado à equipe. Agradeço também ao presidente Alexandre Campello, pela confiança e por todo o apoio durante este período em que estive aqui. Não posso esquecer de mencionar também esta comissão técnica fixa, que sempre esteve comigo e me apoiou durante as decisões. Obrigado também Alexandre Faria, André Souza e PC Gusmão. A este grupo de jogadores, à comissão técnica, à diretoria e todos os funcionários, o meu muito obrigado. Vocês acreditaram desde o início em nosso trabalho e é isso que me deixa feliz. Valeu, Vasco! ????

Uma publicação compartilhada por Alberto Valentim (@tecnicoalbertovalentim) em 22 de Abr, 2019 às 9:19 PDT

“Passadas algumas horas, acho importante me posicionar sobre minha saída do Clube de Regatas Vasco da Gama. Foram mais de 40 jogos no comando dessa equipe, que carrega uma das histórias mais lindas do futebol brasileiro.
Saio da mesma maneira que entrei, de cabeça erguida. Durante esses nove meses de trabalho, retomamos a confiança do clube, que voltou a figurar próximo ao topo nas competições. O grupo acreditou e, graças a isso, foram três finais em 2019, e um título conquistado.
Ressalto também o Campeonato Brasileiro de 2018, no qual encontrei um time desacreditado e, com a ajuda dos jogadores, que compraram nossa ideia desde o início, mantivemos o clube na elite do futebol brasileiro. Tudo isso com um grupo formado por jogadores experientes e jovens que pude observar e colocar em campo, mantendo a tradição do Vasco de revelar grandes atletas, e deixando um positivo legado à equipe.
Agradeço também ao presidente Alexandre Campello, pela confiança e por todo o apoio durante este período em que estive aqui. Não posso esquecer de mencionar também esta comissão técnica fixa, que sempre esteve comigo e me apoiou durante as decisões. Obrigado também Alexandre Faria, André Souza e PC Gusmão. A este grupo de jogadores, à comissão técnica, à diretoria e todos os funcionários, o meu muito obrigado. Vocês acreditaram desde o início em nosso trabalho e é isso que me deixa feliz. Valeu, Vasco! ????”


Alberto Valentim em coletiva pelo Vasco
Reprodução/Facebook

Alberto Valentim foi campeão da Taça Guanabara em 2019 pelo Vasco

Valentim assumiu o clube em agosto de 2018 e foi peça fundamental na luta contra o rebaixamento. Mesmo levando o Vasco a três finais esse ano e com o título da Taça Guanabara, o técnico convivia com a desconfiança da torcida, mas era frequentemente blindado pela diretoria.  Em 41 jogos, o treinador comandou a equipe em 18 vitórias, 11 empates e 12 derrotas. 

Leia Também:  Cristiano Ronaldo mostra como faz para aprimorar sua velocidade; veja o vídeo
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Esportes

Fernando Diniz será o técnico do São Paulo em 2020

Publicado

Clube decide manter treinador para a disputa da Libertadores da América

Sportv – Fernando Diniz será o técnico do São Paulo em 2020. O clube decidiu manter o treinador no cargo depois da classificação tricolor à fase de grupos da Libertadores da América – confirmada nesta quarta-feira, com boa atuação e vitória de 2 a 1 sobre o Inter no Morumbi.

A partida serviu para referendar o trabalho do técnico, que já tinha o apoio de Leco, presidente do clube, mas não contava com a certeza da permanência. A possível saída de Raí do cargo de diretor executivo de futebol aumentava a sensação de incerteza.

Pesou na decisão o forte apoio recebido por Diniz de diferentes jogadores, em manifestações públicas de elogio. Foi o que aconteceu depois do jogo contra o Inter.

Fernando Diniz tem 52% de aproveitamento no São Paulo. Em 16 jogos, foram sete vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Os números bastaram para o treinador cumprir sua principal missão no ano: colocar o Tricolor na Libertadores, de preferência na fase de grupos.

Leia Também:  Nadal, simplesmente Nadal

Diniz e seus comandados encerram a temporada no próximo domingo, às 16h, em Maceió, contra o CSA, já rebaixado à Série B. O São Paulo é o sexto colocado no Brasileirão, com 60 pontos.

Continue lendo

Esportes

Cuiabá se despede com derrota para o rebaixado Vila Nova, mas termina em oitavo e permanece na Série B

Publicado

Lance de Cuiabá 1 x 2 Vila Nova, na tarde deste sábado na Arena Pantanal / Foto: Ascom Cuiabá

O Cuiabá se despediu na tarde deste sábado 30 com derrota por 2 a 1, para o lanterna e rebaixado Vila Nova-GO, em partida da 38ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O Vila Nova abriu o Placar através de Bruno Mezenga, ao 13 da etapa inicial. O Cuiabá empatou com Moisés, aos 28 minutos do segundo tempo de pênalti, mas o atacante Elias liquidou a fatura aos 36 da segunda etapa.

Itamar Schulle ex-técnico do Dourado, e Marcelo Chamusca, atual comandante do Cuiabá, durante cumprimento

Apresar do resultado adverso, numa partida sem muitas expectativas e um público bem reduzido –  de 1.412 pagantes, a campanha do Cuiabá, debutante na competição foi de média para boa.

O Dourado ficou em oitava posição, com 52 pontos,  com 13 vitórias, 13 empates e 12 derrotas e permanece Segunda Divisão. O Vila ova, por sua vez, termina na lanterna, com 39 pontos e desce para a Série C no ano que vem.

Leia Também:  Sport vira, Cuiabá goleado, Criciúma reage: veja trodos resultados da Série B

Os que acessaram a Série A em 2020, pela ordem decrescente são:  são Bragantino (campeão), Sport, Coritiba e Atlético Goianiense. Caíram londrina, São bento, Criciúma e Vila Nova.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana