conecte-se conosco


Turismo

Única vinícola do Rio de Janeiro produz cinco rótulos e está recebe visitantes

Publicado


source
Ensaio de casamento na vinícola Inconfidência
Reprodução Instagram Hugo Carneiro

Ensaio de casamento na vinícola Inconfidência


Cada vez mais o Brasil demonstra apreço não só pelo  vinho – o consumo cresceu 18,5% somente este ano, de acordo com a Organização Internacional da Vinha e do Vinho -, mas pelo cultivo das uvas e produção da bebida. O turismo do vinho mais conhecido fica no Rio Grande do Sul , mas São Paulo já mostrou que não fica muito atrás com as cidades de  São Roque e Jundiaí , cada uma com sua rota do vinho. Pouco antes da pandemia,  o Rio de Janeiro dava seus passos com a primeira e única vinícola disponível para visitação e degustação.

A vinícola Inconfidência teve suas primeiras parreiras plantadas em 2010 no terreno que antes cultivava café. Maurício – um dos três filhos de Ângela e José Claudio Aranha – conta que depois de um inverno rigoroso, eles perderam toda a plantação de café, sem chance de recuperação. Entretanto, seu José observou no frio a oportunidade de mudar o foco da plantação e começou a percorrer vinícolas para ver se sua ideia era possível: uma vinícola no Rio de Janeiro.

Foi em Minas Gerais – sim, os mineiros também têm sua rota do vinho – que seu José conheceu o agrônomo Murillo Albuquerque Regina. O profissional com pós-doutorado francês na técnica de vinicultura já trabalhava com uma tecnologia de duas podas nas parreiras, permitindo a produção de uvas no inverno na região da Mantiqueira mineira. Então, em 2010, a família Aranha e outros profissionais desenvolvem um plano para, em dez anos, atingir a meta de produção e vinificação das uvas na propriedade.

Você viu?

Uvas e vinhos da Inconfidência

O foco da vinícola, desde o começo, é a produção de vinhos finos de alta qualidade. Para isso, eles escolheram plantar uvas tintas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot e Syrah, enquanto a uva branca escolhida foi a Sauvignon Blanc. Em 2013, elas começaram seu período produtivo. “No começo, a gente plantava aqui no Rio de Janeiro e levávamos as uvas para vinificação na Epamig (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais). Quando nós terminamos de construir a unidade de vinificação em 2018, no ano seguinte já centralizamos tudo no nosso terreno”, conta Maurício.

Visitação e degustação

A vinícola Inconfidência oferece duas opções de passeios e cada um deles dura, em média, uma hora, sendo em torno de 20/25 minutos na área das parreiras e o restante do tempo para degustação. A diferença entre eles está na parte de prova: para degustar um rótulo, o valor é R$ 50, e dois rótulos o valor é R$ 60.

Com a pandemia, Maurício conta que as visitações foram suspensas até a vacinação estar completa, mas que eles já têm planos para 2022, especialmente porque algumas uvas deram safra este ano e isso vai aumentar o número de rótulos da vinícola de cinco para sete. “Nós estamos com um projeto de oferecer cestas de piquiniques, além da degustação, para que as pessoas possam aproveitar mais o passeio e o tempo aqui na propriedade. Para um futuro distante, planejamos montar um restaurante e servir pratos harmonizando com nossos vinhos”.


Fonte: IG Turismo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo

Museu Pelé terá entrada grátis até dezembro; nova exposição traz fotos raras

Publicado


source
Estátua em tamanho real do craque com o uniforme da seleção
Divulgação

Estátua em tamanho real do craque com o uniforme da seleção


No Dia Mundial do Turismo, comemorado nesta segunda-feira (27), a Prefeitura de Santos, no litoral paulista, anunciou que as entradas para o Museu Pelé serão gratuitas até o fim do ano de 2021. Além de acervo histórico habitual, a instituição inaugura a exposição fotográfica “O início da Lenda – Pelé sob olhar do fotógrafo José Dias Herrera”.

A nova exposição conta a história dos primeiros dias de Pelé no Santos, onde a carreira começou. São mais de 500 fotos em exibição, sendo que nove estão em paineis, 21 enquadradas e 488 são digitais. Alguns dos registros são raros e foram cedidos pela família do fotógrafo.

O museu abriga a história do craque Edison Arantes do Nascimento e foi inaugurado em 2014 como um dos eventos paralelos à Copa do Mundo sediada no Brasil.

O Museu Pelé esstá localizado no Lardo Marquês de Monte Alegre, dentro dos antigos Casarões do Valongo. O local possui mais de 4 mil metros quadrados e é repleto de itens do acervo pessoal do jogador de futebol, que é considerado o “Atleta do Século 20”.

O público pode ver de perto itens usados por Pelé em quadra, como bolas, chueitas e camisas; além de exibir ao público as conquistas, como condecorações, medalhas e troféus. O acervo pessoal do craque também está exposto e conta com uma série de documentos históricos. Filmes, áudios, fotos e textos ajudam a contar a história.

O Museu Pelé ainda dispõe de uma camisa autografada pelo Rei, uma calada da fama com as pegadas do jogador, uma estátua em tamanho real e um mural de 200 metros quadrados pintado pelo artista e cartunista Seri, que homenageia os 50 anos do milésimo gol de Pelé.

A entrada franca ao Museu do Pelé já está valendo. O museu funciona de terça a domingo, das 10h às 18h.

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Turismo

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; conheça cada um

Publicado


source
“007: Sem Tempo Para Morrer” chega aos cinemas na próxima quinta-feira (30), exibindo belas locações, que vão do sul da Itália à Jamaica
Divulgação

“007: Sem Tempo Para Morrer” chega aos cinemas na próxima quinta-feira (30), exibindo belas locações, que vão do sul da Itália à Jamaica


O novo longa do agente secreto James Bond estreia na próxima quinta-feira (30). “007: Sem Tempo Para Morrer” é o quinto filme da franquia estrelada por Daniel Craig, que deve contar a história a partir do momento que James Bond retorna à ação após se aposentar. 

Assim como os filmes anteriores, o filme promete prender o público com cenas de adrenalina, localizadas em cenários surpreendentes. Desse modo, mesmo se o viajante não estiver no Serviço Secreto, pode visitar as cidades percorridas pelo espião. 

Sul da Itália

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; saiba como visitá-los
Unsplash

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; saiba como visitá-los


“Sem Tempo Para Morrer” utiliza vários locais ao redor do sul ensolarado da Itália. A região italiana também é conhecida como Itália Meridional, Baixa Itália, ou apenas Sul. Entre os locais que integram essa porção do país estão: Abruzzo, Basilicata, Calabria, Molise e Puglia.

O Sul da Itália apresenta belas montanhas, uma vista infinita do mar e construções históricas, que se misturam com as construções da Itália, formando um panorama de tirar o fôlego.

Jamaica

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; saiba como visitá-los
Unsplash

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; saiba como visitá-los


Destino agitado e tropical, a Jamaica tem sido uma presença regular nos filmes de Bond. Nesta última aparição, a ilha caribenha hospeda uma cabana temporária à beira-mar na qual encontramos Bond aposentado, além de cenas envolvendo o velho amigo da CIA, Felix. 

A Jamaica é um país insular no Caribe. Colorido, vibrante e com uma cultura envolvente, também reúne paisagens naturais exuberantes. Entre montanhas, florestas tropicais e praias com recifes, o visitante irá conhecer um belo destino. 

Terras Altas da Escócia

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; saiba como visitá-los
Unsplash

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; saiba como visitá-los


A localização da mansão da família em ruínas de Bond em Skyfall aparece novamente no 25º filme da franquia 007. É o cenário para mais uma perseguição de carro, desta vez ao longo das margens do Ardverikie Estate, mansão nos aredores do Parque Nacional Cairngorms. 

Ilhas Faroe

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; saiba como visitá-los
Unsplash

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; saiba como visitá-los


O desfecho de “Sem Tempo Para Morrer” apresentará as Ilhas Faroe, um pequeno arquipélago autônomo supervisionado pela Dinamarca. A esbelta ilha de Kalsoy, ao norte, também foi utilizada como cenário.

Com onze quilômetros de extensão, contando com quatro aldeias e cerca de 75 habitantes, é um lugar especialmente dramático. É possível conhecer estradas que percorrem vales profundos, além de picos pontiagudos, situados em praias selvagens povoadas por papagaios-do-mar.

Noruega

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; saiba como visitá-los
Unsplash

Novo filme do 007 apresenta cenários deslumbrantes; saiba como visitá-los


Segundo o veículo britânico Metro, a Noruega supostamente teria pagado mais de £ 4 milhões (cerca de R$ 25 milhões) para que o diretor Cary Joji Fukunaga filmasse em locações do país escandinavo.

Pagas ou não, as filmagens no país realmente aconteceram. No filme, o público irá presenciar o vilão mascarado Safin de Rami Malek caminhar pelo lago Langvann congelado, cercado por uma floresta ao norte da capital Oslo, perto da vila de Hakadal. 

Em outro momento, uma outra perseguição de carro, envolvendo James Bond em um Aston Martin, segue a lendária estrada Atlantic Ocean Road. Pulando entre ilhotas vazias por viadutos, calçadas ou pontes ao sul de Trondheim, a viagem de cinco milhas está entre as mais belas do mundo. 

Fonte: IG Turismo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana