conecte-se conosco


Saúde

Um em cada seis homens tem câncer de próstata no Brasil, alerta Inca

Publicado

Um em cada seis homens tem câncer de próstata no Brasil, doença que é a segunda principal causa de morte por câncer de pessoas do sexo masculino no país – cerca de 14 mil óbitos por ano. Os dados, do Instituto Nacional de Câncer (Inca), servem de alerta para que os homens não deixem a saúde de lado. Apesar do alto índice da doença, o levantamento mostra que metade dos brasileiros nunca foram a um urologista.

“Infelizmente ainda há muito bloqueio por parte do público masculino em relação ao exame do toque retal. Felizmente, isso tem melhorado um pouco ao longo dos anos. Associado a esse tabu, de ser um exame um pouco mais evasivo, de mexer com a parte da sexualidade masculina, o homem acaba ficando com um pouco mais de receio de ir ao médico”, ressalta Felipe Costa, médico urologista do Hospital do Homem, na capital paulista.

Próstata

Próstata aumentada – Divulgação/Sociedade Brasileira de Urologia

O câncer de próstata, assim como a pressão alta e o diabetes, é silencioso. De acordo com o médico, a única forma segura de se precaver em relação à doença é a consulta clínica. Homens a partir dos 50 anos devem realizar o exame anualmente.

“Há grupos com fator de risco maior para o câncer de próstata: são os negros e aqueles indivíduos que têm história na família com câncer de próstata abaixo dos 60 anos. Para essas pessoas, a partir dos 40 ou 45 anos, eles já devem ter um acompanhamento direcionado para diagnosticar a doença”, ressalta o médico.

Doença lenta

O câncer de próstata, na maioria dos casos, cresce lentamente, não causa sintomas e, no início, pode ser tratado com bastante eficácia. Em outros casos, no entanto, pode crescer rapidamente, espalhar-se para outros órgãos e causar a morte.

“O exame é extremamente rápido, é feito com anestésico local, de uma forma que provoque menos incômodo para a pessoa. Ainda hoje é uma das formas mais seguras e eficientes que a gente tem para poder diagnosticar o câncer de próstata na forma mais inicial”, destaca o médico.

Além do exame preventivo, os médicos recomendam que sejam evitados outros fatores, já conhecidos facilitadores da doença, como alimentação pobre em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais; sedentarismo, consumo de álcool e tabaco.

Segundo o Ministério da Saúde, estimativas apontam que ocorreram 68.220 novos casos da doença em 2018. Esse número corresponde a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens.

A próstata é uma glândula presente apenas nos homens, localizada na frente do reto, abaixo da bexiga, envolvendo a parte superior da uretra (canal por onde passa a urina). A próstata não é responsável pela ereção nem pelo orgasmo. Sua função é produzir um líquido que compõe parte do sêmen, que nutre e protege os espermatozoides. Em homens jovens, a próstata possui o tamanho de uma ameixa, mas seu tamanho aumenta com o avançar da idade.

Edição: Wellton Máximo

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Saúde

Rio tem quase 10.700 mortos por covid-19 e mais de 121 mil infectados

Publicado


.

O estado do Rio de Janeiro registrou 31 novos óbitos por covid-19 em 24 horas, somando 10.698 mortes pela doença desde o início da pandemia. De acordo com o boletim divulgado hoje (6) pela Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro, 121.879 pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus e 1.018 óbitos são investigados para determinar se o vírus foi o causador. Entre os casos confirmados, 101.554 pacientes se recuperaram da doença.

Mortes

Do total de 10.698 óbitos pela covid-19 no estado, a maioria 6.924 foi na capital fluminense. Em seguida vem São Gonçalo (478); Duque de Caxias (456); Nova Iguaçu (351); São João de Meriti (242);  Niterói (232); Belford Roxo (183); Magé (135); Itaboraí (133); Mesquita ( 111); Campos dos Goytacazes  (110) e Petrópolis (95).

Cidades do interior do estado como Areal, Cambuci, Cantagalo, Conceição de Macabu, Cordeiro, Duas Barras, Itaperuna, Macuco, Natividade, Pinheiral, Porto Real, Rio das Flores e São Sebastião do Alto registraram 1 óbito cada.  

Infectados

A cidade do Rio de Janeiro também tem disparado o maior número de contaminados pela covid-19, com 60.596 casos. Niterói (6.722); São Gonçalo ( 5.683); Nova Iguaçu (3.485); Duque de Caxias (3.360); Itaboraí (2.676); Macaé (2.547); Angra dos Reis (2.321); Campos dos Goytacazes (2.020);  Volta Redonda (1.954); São João de Meriti (1.776); Queimados ( 1.772); Magé ( 1.692); Belford Roxo ( 1.528); Itaguaí ( 1.521);  Maricá (1.413); Teresópolis (1.117) e Cabo Frio (959) estão entre os 92 municípios do estado com o maior número de infectados.

Para mais informações, acesse o painel de monitoramento de casos no estado do Rio de Janeiro.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Saúde

Brasil tem 65,4 mil mortes causadas pela covid-19

Publicado


.

O Brasil chegou a 65.487 mortes em decorrência da covid-19. Foram registradas mais 620 mortes nas últimas 24 horas, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada nesta segunda-feira (6). Ontem (5), o balanço informava a ocorrência de 64.867 mortes em função da pandemia.

Pelas estatísticas do Ministério da Saúde, foram identificados mais 20.229 casos da doença. Com isso, o número total de pessoas infectadas chegou a 1.623.284. Ontem, o painel do Ministério da Saúde mostrava 1.603.555 casos confirmados.

Os números diários do balanço do Ministério da Saúde em geral são menores aos domingos e segundas-feiras pelas restrições nas equipes que fazem contagem de dados nas secretarias municipais e estaduais, e maiores às terças-feiras, quando há aumento de registros em razão do acúmulo do que não foi encaminhado no fim de semana.

Do total de infectados até o momento, 927.292 já se recuperaram e 630.505 mil pacientes ainda estão em acompanhamento.

Regiões

A região com maior número de mortes por covid-19 é o Sudeste, com 29.900. O Nordeste registra 21.235 óbitos; o Norte, 10.039; o Centro-Oeste, 2.328; e o Sul, 1.985.

Os estados com mais mortes em função da pandemia são São Paulo (16.134), Rio de Janeiro (10.698), Ceará (6.481), Pará (5.105) e Pernambuco (5.163). As unidades da Federação com menos óbitos são Mato Grosso do Sul (122), Tocantins (224), Roraima (371), Acre (394) e Santa Catarina (406).

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Saúde

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana