conecte-se conosco


Economia

Último A380 da Emirates é visto em Toulouse

Publicado


source
Último A380 da Emirates é visto em Toulouse
Guilherme Dotto

Último A380 da Emirates é visto em Toulouse

No início deste mês, o último Airbus A380 encomendado pela Emirates foi flagrado em Toulouse (TLS), aeroporto onde está localizada uma das instalações da Airbus.

Utilizando atualmente a matrícula F-WWSH, pertencente à fabricante francesa, o quadrimotor de apenas 5 meses de idade será incorporado em breve à frota da companhia emiradense.

Voando em breve como A6-EVS, a maior aeronave de passageiros do mundo de número de série 272 será a última unidade do gigante A380-800 a ser fabricada pela Airbus.

Esteja informado: clique aqui e leia mais notícias de aviação!

Você viu?

Atualmente, a Emirates possui 266 aeronaves em sua frota, sendo 1 A319, 117 A380 e 148 Boeings 777. A companhia possui ainda 5 Airbus A380 e 2 B777 que deverão ser entregues em breve.

Leia também:

O post Último A380 da Emirates é visto em Toulouse apareceu primeiro em Contato Radar – Notícias de aviação .

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Banco Central nega possibilidade de golpe com Pix agendado

Publicado


Previsto para tornar-se obrigatório a todas as instituições financeiras a partir de 1º de setembro, o Pix agendado é seguro e não permite brechas para golpe, informou hoje (23) o Banco Central (BC). O órgão reagiu a boatos que circulam nas redes sociais de que criminosos poderiam usar a opção de agendamento para aplicarem golpes.

Segundo mensagens compartilhadas na internet, correntistas estariam recebendo notificações de Pix agendado de um desconhecido. Em seguida, o autor da mensagem entra em contato com o destinatário dizendo que a transferência foi feita por engano e pede a devolução do dinheiro. Em seguida, o golpista cancelaria o agendamento inicial, fazendo a vítima ficar no prejuízo.

De acordo com o Banco Central (BC), essa descrição não passa de boato porque esse formato de golpe não pode ser executado. O recebedor de um Pix agendado só recebe a notificação quando o dinheiro cai na conta, não no momento do agendamento. Além disso, um agendamento pode ser cancelado a qualquer momento. Dessa forma, em caso de engano, o próprio autor do pagamento pode desfazer a transação sem o conhecimento do destinatário.

Segundo o BC, não existe a possibilidade de a vítima receber uma notificação de um dinheiro que não caiu na conta. O órgão ressalta que as notificações relativas ao Pix são recebidas apenas por meio do aplicativo da instituição financeira, não por meio de SMS ou de aplicativos de mensagens.

Rastreamento

Para destacar a confiabilidade do Pix, o BC informa que todas as operações são rastreáveis e que o novo sistema de pagamentos instantâneos permite a localização fácil dos donos das contas de origem e de destino de qualquer transação, mediante autorização judicial.

A função agendamento do Pix está disponível desde o lançamento da ferramenta, em novembro do ano passado. No entanto, até agora o recurso é facultativo e nem todas as instituições financeiras oferecem a opção.

A partir de 1º de julho, empresas e prestadores de serviço poderão fornecer um código QR (versão avançada do código de barras) com data futura de vencimento no Pix Cobrança, modalidade do Pix que substitui os boletos bancários. A partir de 1º de setembro, as instituições financeiras deverão oferecer a opção de agendamento a todos os correntistas – pessoas físicas e jurídicas – que usam o Pix.

Edição: Aline Leal

Continue lendo

Economia

Pacheco critica Guedes: “costumeira insensibilidade social”

Publicado


source
O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM - MG)
Reprodução: iG Minas Gerais

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM – MG)


Em seu Twitter oficial, o presidente do Senado , Rodrigo Pacheco (DEM – MG), criticou a decisão do ministério da Economia de incluir 82 municípios à área da Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste). De acordo com ele, a pasta de Paulo Guedes está criando obstáculos para o desenvolvimel têm incentivos financeiros na região da Sudene.

Os recursos, que vem do FDNE (Fundo de Desenvolvimento do Nordeste) e do FNE (Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste), são disputados entre as cidades e o eventual veto da medida pode afetar a todas.

Veja:

Você viu?

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM - MG), se manifestou contrariamente à decisão do Ministério da Economia nesta quarta-feira (23)
Repordução / Twitter

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM – MG), se manifestou contrariamente à decisão do Ministério da Economia nesta quarta-feira (23)


Em 27 de maio, o Senado aprovou o projeto de lei da Câmara que inclui 78 cidades de Minas Gerais e 4 do Espírito Santo na Sudene. Nesta 4ª feira (23.jun), o presidente Bolsonaro vetou integralmente o projeto devido a grande quantidade de municípios.

A justificativa do Diário Oficial da União é que o projeto é inconstitucional e contraria o interesse público. 

O veto ainda será analisado pelo Congresso.


Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana