conecte-se conosco


Internacional

Ucrânia: ataque com mísseis atinge base militar e estádio em Mykolaiv

Publicado

Míssil russo atingiu estádio central de Mykolaiv, na Ucrânia
Divulgação/Centro de Comunicações Estratégicas e Segurança da Ucrânia

Míssil russo atingiu estádio central de Mykolaiv, na Ucrânia

Um ataque russo atingiu, nesta terça-feira (28), uma base militar e um estádio na  cidade ucraniana de Mykolaiv. De acordo com o prefeito, um total de 8 mísseis tiveram como alvo as instalações locais.

Em entrevista ao portal de notícias ucraniano Ukrainska Pravda, Oleksandr Senkevich, prefeito de Mykolaiv, afirmou que três dos oito mísseis foram derrubados pelo exército da Ucrânia. Os cinco outros projéteis seguiram para diferentes locais. 

“Dois deles atingiram a base da 79ª brigada. Hoje, esta base está vazia, não há ninguém mas é periodicamente bombardeada por tropas russas. Um dos edifícios foi totalmente destruído, outro foi parcialmente destruído. Graças a Deus, ninguém ficou ferido, nem civis nem militares”, afirmou.


Oleksandr também ressaltou que um outro míssil atingiu o estádio central da cidade mas, assim como no outro alvo, ninguém estava no local no momento do ataque. Ele ainda ressaltou que o Tsentralnyi Stadion foi reformado no ano passado.


“Construímos um campo aquecido novinho em folha. O míssil o atingiu deixando para trás uma cratera de 15 metros de largura e 5 metros de profundidade”, destacou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Internacional

Cuba: incêndio em Matanzas deixou 16 mortos, confirma governo

Publicado

Explosão causou grande desastre em Cuba
Reprodução/Twitter

Explosão causou grande desastre em Cuba

 O governo de Cuba confirmou nesta quarta-feira (17) 16 mortes no grande incêndio que atingiu um depósito de petróleo em Matanzas no início de agosto.

Jorge González, presidente da Sociedade Cubana de Medicina Legal, revelou em uma coletiva de imprensa que após a extinção das chamas que destruíram quatro reservatórios, 14 restos ósseos foram encontrados.

Na área do incêndio, considerado o maior desastre industrial da história do país, os restos ósseos encontrados foram expostos a temperaturas que chegaram a dois mil graus Celsius, segundo González.

Os especialistas ainda revelaram que “toda a tecnologia para qualquer tipo de identificação” está disponível em Cuba, mas não para eventos “destas características”.

Antes disso, as autoridades do país haviam informado que duas pessoas tinham morrido no desastre, além de 14 desaparecidos e dezenas de feridos. Todos os homens do Corpo de Bombeiros que chegaram ao depósito no início do incêndio não sobreviveram.

Para homenagear os bombeiros que faleceram durante o combate ao incêndio em Matanzas, o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, decretou luto oficial no país.

As chamas começaram a se espalhar no dia 5 de agosto, quando um raio acertou um tanque de petróleo bruto em uma zona industrial de Matanzas, cidade situada a pouco mais de 100 quilômetros da capital Havana. Em seguida, o fogo se alastrou para um segundo reservatório, este de óleo combustível.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Deslizamento deixa 9 trabalhadores presos em mina na Colômbia

Publicado

Deslizamento prende 9 trabalhadores em mina ilegal na Colômbia
Divulgação

Deslizamento prende 9 trabalhadores em mina ilegal na Colômbia

Um deslizamento que ocorreu nesta quarta-feira (17) na cidade de Lenguazaque, na Colômbia, deixou pelo menos 9 trabalhadores presos em uma mina ilegal de carvão. Uma pessoa ficou ferida.

“Às 17h30 [19h30 em Brasília] foi feito contato com os mineiros. Os 9 trabalhadores estão vivos, 1 deles ferido”, informou a agência de mineração colombiana em nota.

O deslizamento de terras aconteceu na manhã de quarta-feira. Desde então, as equipes de resgate estão operando para resgatar os trabalhadores presos na mina. “Está sendo avaliada a abertura de um túnel através de outra mina, para obter acesso”, consta no boletim.

Só no ano passado, 148 trabalhadores de minas morreram em acidentes. O carvão é um dos principais produtos de exportação do país sul-americano, ao lado do petróleo.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana