conecte-se conosco


Tecnologia

Tuíte de Bolsonaro sobre Covid-19 é sinalizado por ter “informações enganosas”

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro
Marcos Corrêa/PR

Bolsonaro tem criticado prefeitos e governadores que não seguiram a orientação do Ministério da Saúde de recomendar o tratamento precoce contra a Covid-19

O Twitter sinalizou uma publicação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) por ter “informações enganosas e potencialmente prejudiciais” acerca da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). De acordo com o alerta, o conteúdo do tuíte viola as regras da rede social.

Captura de tela do tuíte do presidente Jair Bolsonaro
Reprodução/Twitter

Captura de tela do tuíte do presidente Jair Bolsonaro

Na publicação, Bolsonaro fala sobre o tratamento precoce da Covid-19 e diz que o uso de medicamentos antimaláricos podem reduzir a progressão da doença, prevenir a hospitalização e diminuir a mortalidade de pacientes. Não há comprovação científica alguma de que os remédios citados pelo presidente sejam eficazes contra a Covid-19.

Embora a publicação tenha sinalizada, ela não foi tirada do ar pelo Twitter. A justificativa foi a de que ela ainda poderia ser de interesse público. A rede social, no entanto, está limitando o alcance do tuíte e não está permitindo que usuários interajam com ela.

A única coisa que é possível fazer é retuitar a publicação. Mesmo assim, a maioria das republicações também está marcada como violadora das regras de uso do Twitter.

Esta não foi a primeira vez que o Twitter agiu contra postagens do presidente. Em março de 2020, tuítes de Bolsonaro foram apagados também por violação de regras relacionadas a conteúdos que envolvam a pandemia.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Igual ao Clubhouse? Twitter traz salas de áudio para o app no Android

Publicado


source
Twitter lança Spaces no Android
Unsplash/Yucel Moran

Twitter lança Spaces no Android

O Twitter anunciou nesta terça-feira (2) o lançamento da função Spaces para os dispositivos Android . A novidade, que já funcionava no iOS , permite que os usuários conversem em áudio como oradores ou ouvintes.

A premissa é bastante parecida com a de uma sala do Clubhouse , na qual as pessoas entram e conversam apenas por voz. No Spaces, usuários do Twitter podem entrar nas salas através de links ou da barra dos Fleets (os stories da rede social). Sempre que um usuário tiver um círculo roxo ao redor da foto, ele está ao vivo em um sala.

Twitter Spaces
Divulgação/Twitter

Twitter Spaces

No Android , é possível reagir com emojis, ver legendas e ser convidado para falar em um Spaces. “Ainda há mais recursos por vir”, promete o Twitter , sem dar mais detalhes.

Segundo a rede social , o Spaces começou como um teste no iOS e, agora, está sendo expandido. A promessa é de que todos os usuários possam criar e hospedar salas em breve.

Continue lendo

Tecnologia

Instituto pede suspensão de app de descontos no Ipiranga por venda de dados

Publicado


source
Aplicativo Abastece Aí é processado por Instituto SIGILO
Reprodução/Google Play Store

Aplicativo Abastece Aí é processado por Instituto SIGILO



O Instituto Brasileiro de Defesa da Proteção de Dados Pessoais, Compliance e Segurança da Informação, conhecido como Instituo SIGILO , entrou com uma ação para interromper as atividades do aplicativo Abastece Aí , ferramenta de pagamento digital do Grupo Ultra, que também é dono do Ipiranga . De acordo com o órgão, os dados dos usuários que se cadastram no app são usados para abertura de conta no banco BV , sem prévio consentimento ou autorização.

A ação foi aberta na 50ª Vara Cível do Estado do Rio de Janeiro, depois do SIGILO receber denúncias. “App Abastece Aí abriu conta digital no Banco Votorantim sem autorização expressa. Não tenho nenhum interesse em ter conta digital no banco Votorantim (BV). Assim, solicito o imediato cancelamento da conta que foi aberta pelo aplicativo dos Postos Ipiranga. Solicito também que informem ao Banco Central o encerramento do relacionamento financeiro (CCS), pois somente descobri o ocorrido ao acessar as informações do Registrato”, escreveu um usuário no site Reclame Aqui.

Você viu?

O pedido da ação é de que o aplicativo seja interrompido temporariamente até a cessação do compartilhamento indevido dos dados , sob pena de multa diária de R$ 20 mil. O instituto ainda pede que o Ipiranga e o banco BV sejam condenados a indenizar os usuários que tiveram os dados utilizados indevidamente em R$ 15 mil cada.

“Além de ganharem dinheiro com os dados pessoais , os réus os utilizam indevidamente para entojar serviços que os titulares dos dados não requereram nem pediram. Tal situação, além de ser por demais esdrúxula, é totalmente ilegal”, dizem os autores da ação no documento.

Victor Hugo Pereira Gonçalves, fundado e presidente do SIGILO, ainda diz que as empresas não estão agindo de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). “O tratamento de dados só pode ser feito sob o consentimento do titular. Considerando que foi obtido o consentimento, elas não podem processar as informações dos titulares sem comunicar a eles sobre as bases do tratamento, conforme determina o art. 7º, § 5º, da LGPD ”, comenta.

A reportagem entrou em contato com o Abastece Aí  e com o banco BV mas, até o momento desta publicação, não obteve retorno.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana