conecte-se conosco


Internacional

Trump manifesta intenção de firmar acordo provisório com a China

Publicado

Há sinais de que os Estados Unidos (EUA) e a China poderão amenizar suas posições em relação a uma disputa comercial.

O presidente americano, Donald Trump, disse nessa quinta-feira (12) que consideraria um acordo comercial preliminar com a China. Acrescentou que preferiria chegar a um acordo abrangente, mas vai considerar um de caráter provisório.

Como outro sinal de que a tensão está diminuindo, a China sugeriu anteriormente que estaria se preparando para reiniciar as importações de produtos agrícolas dos Estados Unidos.

O Ministério do Comércio disse que as companhias chinesas estão interpelando sobre os preços de soja e de carne suína dos EUA. A divulgação ocorreu logo depois de os Estados Unidos terem anunciado que adiarão a implementação do aumento de tarifa adicional sobre artigos chineses.

Coreia do Norte

Em entrevista, Trump declarou que quer se encontrar com o líder norte-coreano, Kim Jong Un, “em um determinado momento” neste ano.

Ele acredita que Kim também deseja o encontro. Contudo, não deu qualquer informação específica sobre o local ou quando outro encontro de cúpula poderá acontecer.

As observações de Trump são feitas no momento em que uma funcionária de alto escalão da Coreia do Norte declarou que o governo norte-coreano está pronto para reiniciar as negociações com Washington sobre desnuclearização.

Nesta semana, Trump demitiu o conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton, que defendia atitude mais severa em relação à Coreia do Norte, que aquela com enfoque no diálogo.

*Emissora pública de televisão do Japão

Edição:
publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Internacional

Austrália: carga de nhoque de R$ 120 mil é roubada

Publicado


source
Mais de R$ 120 mil foram roubados em nhoque na Austrália
Reprodução: commons

Mais de R$ 120 mil foram roubados em nhoque na Austrália

Um caminhão de nhoque no valor de $ 30 mil, o equivalente a R$ 120 mil, foi roubado na noite do último domingo (05) na Austrália. Os donos do restaurante Gnocchi Gnocchi Brothers estão oferecendo uma recompensa para quem encontrar o caminhão que contém nhoque. 

Os proprietários, Ben Cleary-Corradini, de 40 anos, e Theo Roduner, de 37 estão oferecendo bebidas e comidas ilimitadas para quem tiver informação sobre o paradeiro dos nhoques. 

Segundo os donos, a carga desapareceu enquanto o motorista de entrega carregava uma caixa para a sala fria do restaurante. Quando voltou à doca de carga, o caminhão refrigerado Toyota Hilux estava vazio.

“É uma pena essa situação. Eu fico preocupado com o nhoque, sei que isso parece ridículo, mas tivemos muito trabalho para fazê-lo. Espero que a gente consiga recuperar o caminhão, mas rezo para que tratem o nhoque com carinho e não joguem tudo fora”, afirmou Ben Cleary-Corradini, em entrevista ao Daily Mail australiano.

Leia Também

Ben ainda lamentou que o roubo aconteceu durante a pandemia da Covid-19 e se estressou por ter gastar tudo de novo para repor os nhoques. Não se trata apenas da perda do veículo e do nhoque, mas dos custos de reposição, do tempo e dos extras com seguro”, explicou Ben Cleary-Corradini.

Ao Daily Mail Australia, a polícia declarou que já está investigando o caso e estão ‘procurando qualquer pessoa com informações relevantes ou com filmagens da câmera do painel por volta da meia-noite de domingo (5 de dezembro) para entrar em contato com a polícia’.


Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Internacional

Homem indiano mantém braço direito levantado há 45 anos

Publicado


source
Amar Bharati
reprodução: Twitter

Amar Bharati

Amar Bharati mantém o braço direito levantado há mais de 45 anos e não planeja baixá-lo tão cedo.

Quem já ficou com um braço levantado por certo tempo sabe a dificuldade que é. Porém, para o sadhu, o ato acompanha incrível naturalidade.

Bharati está em outro patamar. Um dia, ele decidiu dar uma virada completa na sua vida levantando o braço, e nunca mais tocou sua cintura desde então. O braço está atrofiado.

Em 1973, Bharati trabalhava em um banco indiano. Ele era casado, tinha três filhos e levava uma vida modesta. Até que de repente decidiu abandonar tudo para dedicar toda a sua vida a Shiva, uma divindade hindu.

Leia Também

Para servir verdadeiramente às suas crenças religiosas, ele teve uma ideia: ele levantaria o braço e o manteria assim enquanto vivesse. (outros sadhus permanecem anos com um das pernas dobradas).

“Eu não peço muito. Por que lutamos entre nós, por que existe tanto ódio e inimizade entre nós? Eu quero que todos os indianos vivam em paz. Quero que o mundo inteiro viva em paz”, disse ele de acordo com o site “Unilad”.

No início, foi bastante doloroso. Depois de cerca de dois anos, a agonia começou a diminuir e logo ele perdeu qualquer sensação no braço direito, que se atrofiou. Mesmo que quisesse abaixar o braço, provavelmente não conseguiria sem uma preparação extensa, devido ao dano permanente ao nervo e à perda de circulação.

Sadhus são considerados homens sagrados pelo hindus e capazes e suportar terríveis provações. São geralmente ascetas, praticantes de ioga e andarilhos em busca da “perfeição”.

Fonte: IG Mundo

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana