conecte-se conosco


Nacional

Trump declara apoio “total e irrestrito” e exalta “grande trabalho” de Bolsonaro

Publicado

source
Trump e Bolsonaro arrow-options
Alan Santos/PR – 28.6.19

Presidente Trump mandou mensagem de apoio ao brasileiro

Após ser criticado pelo presidente francês Emmanuel Macron e por outras autoridades internacionais pelos incêndios florestais na Amazônia, o presidente Bolsonaro recebeu uma mensagem de apoio nesta terça-feira (27). Em postagem nas redes sociais, o presidente norte-americano Donald Trump declarou ‘apoio total e irrestrito’ dos EUA ao Brasil.

Leia também: Caso premeditado? Flordelis já sabia da morte do pastor antes de ser informada

“Conheci bastante bem o presidente Bolsonaro em nossos encontros. Sei que ele está empenhado em combater os incêndios florestais na Amazônia e está fazendo um grande trabalho pelo povo brasileiro. Não é fácil. Ele e o Brasil tem o apoio total e irrestrido dos EUA”, afirmou Trump.

Leia Também:  Onda de ataques com ácido assusta mulheres em Porto Alegre

Mais cedo, Bolsonaro voltou a atacar Macron, afirmando que o francês o chamou de mentiroso e questionou a soberania do Brasil. Por isso, disse que só iria tratar sobre a possível ajuda financeira que o G7 pretende oferecer ao país quando recebesse um pedido de desculpas pelos insultos .

Além disso, o presidente afirmou que não ofendeu primeira-dama francesa : “”Eu não botei aquela foto. Alguém que botou a foto lá e eu falei para ele não falar besteira. Não quero levar para esse lado. Questão pessoal, familiar, eu não me meto. Respeito o cara para não entrar nessa área”, disse.

Leia também: Menina de 11 anos entra em trabalho de parto na escola; pai suspeito de estupro

Fonte: IG Nacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Doria anuncia uso de drones para auxílio das polícias de São Paulo

Publicado

source
Doria arrow-options
Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Doria anucia a Dronepol, a nova polícia de drones do Estado de SP

O Governador de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou, nesta quinta (5), que a Polícia Militar de São Paulo passa a contar com drones para auxiliar em ações preventivas e de inteligência. O uso do equipamento passa a ser feito imediatamente.

“Tecnologia de ponta para combater o crime e proteger a população”, afirmou Doria sobre a Dronepol, como foi nomeada a frota de drones.

Confira o depoimento de Doria e do secretário General João Camilo Pires de Campos sobre o uso da Dronepol :


Leia também:  “A fome me preparou para a dor”, diz jovem que perdeu couro cabeludo em kart

Leia Também:  Jovem procura hospital com dores abdominais, descobre gravidez e dá à luz, em SP

Há dois anos, no primeiro ano de mandato de Doria como prefeito da capital paulista, o político empregou o uso de drones tornando São Paulo a primeira cidade a ter uma polícia com os equipamentos. O secretário de Segurança Pública do Estado, General João Camilo Pires de Campos relata que a “tecnologia está sendo aplicada para multiplicar a capacidade do policial policiar”.

Serão 145 dispositivos da Dronepol. Além disso, foi instalado uma tecnologia que inibe a utilização de drones que não sejam da polícia próximo a presídios, o que vai garantir segurança contra o crime organizado e evitar fugas. 

Leia também: Briga entre deputados na Alesp tem xingamentos, empurrões e até mordida; assista

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Nacional

Doria vai criar comissão externa em investigação de Paraisópolis

Publicado

source
Doria arrow-options
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação

Civis poderão participar de apuração de ação policial que resultou na morte de nove pessoas em baile funk

O governador de São Paulo, João Doria , vai criar uma comissão externa formada por membros da socidade civil para participar da apuração da ação policial que deixou nove pessoas mortas durante o Baile da 17 , em Paraisópolis . Os mortos foram pisoteados depois que oficiais conduziram a multidão para vielas e disparou balas de borracha e usou gás lacrimogêneo nas pessoas. A proposta era uma reivindicação de familiares das vítimas e de organizações de direitos humanos.

A decisão de criar a comissão foi feita após uma reunião com parentes dos mortos e centenas de pessoas marcharem de Paraisópolis até o Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi.

Leia também: ‘É inaceitável a polícia usar força desproporcional e desnecessária’, diz Doria

Até agora as versões sobre os acontecimentos na noite de baile ainda são contraditórias. Segundo a Polícia Militar, o tumulto começou após dois suspeitos em uma moto atirarem contra policiais e se esconderem na multidão do baile.

Leia Também:  Conselhos de Tucker Carlson ajudaram Trump a cancelar ataque ao Irã, diz jornal

Os moradores, no entanto, dizem que a PM já chegou ao local atirando e teria provocado a tragédia ao tentar realizar uma dispersão truculenta no pancadão.

Leia também: Truculência policial, drogas e preconceito: saiba o que acontece no Baile da 17

Na segunda-feira (2), a gestão Doria decidiu afastar das ruas seis policiais militares que participaram da ação.

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana