conecte-se conosco


Registro Geral

Tribunal de Justiça define lista tríplice de advogados que disputam vaga no TRE de Mato Grosso

Publicado

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) definiu, nesta quinta-feira (25), uma lista tríplice para a disputa de uma a vaga de juiz-membro do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT). Samuel Franco Dalia Neto, Jackson Francisco Coleta Coutinho e Marden Elvis Fernandes Tortorelli são os nomes que serão encaminhados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A Corte Superior encaminhará a lista tríplice ao presidente da República, a quem compete decidir, entre eles, quem exercerá o cargo de juiz-membro do TRE-MT. A cadeira a ser preenchida é ocupada atualmente pelo juiz-membro, Jackson Francisco Coleta Coutinho, que permanece no cargo até o dia 06 de dezembro.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Registro Geral

EXCLUSIVO: Mudança dos Campos para Cuiabá tem ligação direta com as eleições de 2024

Publicado

Ex-prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos, e o seu esposo, senador, Jayme Campos, devem abraçar disputa pela prefeitura de Cuiabá, em 2024

Para surpresa geral dos várzea-grandenses, o casal Lucimar Campos e seu esposo, Jayme Campos, ambos do DEM, virou o ano em novo endereço e nova cidade. Após 40 anos residindo na terra de Couto Magalhães, a ex-prefeita e o atual senador mudaram-se para Cuiabá. Eles vivem atualmente em uma luxuosa cobertura, localizada na região central da cidade. Ao deixar Várzea Grande e atravessar a ponte, estrategicamente, os Campos abraçaram uma causa política. Segundo fonte muito ligada ao casal, a ex-prefeita estaria entusiasmada para disputar o Palácio Alencastro, em 2024. Em se confirmando a informação, Lucimar passa a ser um fato novo na Capital. Em tempo: a ex-primeira-dama de Mato Grosso deve transferir seu domicílio eleitoral ainda este ano.

Continue lendo

Registro Geral

Em domiciliar, Riva sente saudades da política e completa sete anos fora do poder

Publicado

Ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Riva: político de “saco roxo”, o baixinho soube como ninguém exercitar o poder; Riva se manteve por 20 anos na crista da onda por conta de uma grande qualidade: cumpria seus acordos com o fio do bigode e não tinha “medinho” de ninguém

O ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Riva, marcou época na vida pública de Mato Grosso. Por 20 anos, o “baixinho” deu as cartas no cenário político-partidário regional, instituindo poderio descomunal entre seus pares. Nada se movia no Legislativo sem o aval de Riva. Com o financeiro da Casa em suas mãos, ele controlava a mídia, magistrados, conselheiros e até mesmo os chefes do Executivo. Se firmou como homem de palavra, não falhava com ninguém. Madrugador, Riva atendia vereadores, prefeitos, colegas deputados e lideranças dos quatro cantos do estado. Por conta da Ficha Limpa, tornou-se inelegível em 2014. Fora do poder, foi presa fácil do Ministério Público, sendo preso em fevereiro de 2015. Cansado de segurar a bronca sozinho, fez delação premiada e hoje vive recluso em sua casa, localizada no bairro Santa Rosa, em Cuiabá. Segundo fonte quentíssima da coluna, Riva não é daqueles que fica lamentando os fatos do passado. Ele acorda cedo, faz uso de diversos remédios, acompanha as notícias pelos sites locais e gosta muito de brincar com os netos. Aos amigos, evita falar de política, mas admite que sente saudades e, se pudesse, disputaria novamente uma cadeira de deputado estadual.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana