conecte-se conosco


Política MT

Tribunal de Justiça atende pedido do presidente da Câmara Municipal e volta a suspender investigação contra prefeito

Publicado

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro

A desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), determinou a suspensão da decisão que havia obrigado a retomada dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). A decisão foi tomada nesta quarta-feira (16) e atende pedido formulado pelo presidente da Câmara Municipal, Misael Galvão (PSB).

A CPI foi criada em 2017 para apurar denúncias de que Emanuel teria recebido dinheiro do ex-governador Silval Barbosa quando ainda era deputado estadual, porém, teve o seu trabalho suspenso alguns meses depois. Em agosto, por decisão do juiz Wladys Roberto Freire do Amaral, da 4ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, os trabalhos foram retomados. Porém, Misael Galvão, recorreu da decisão, alegando que não foi respeitada a “observância do regimento interno” do Legislativo Municipal quando foi requerida a investigação contra o prefeito.

A desembargadora do TJMT, Helena Maria Bezerra Ramos

Ao atender o pedido de Misael, a desembargadora apontou os riscos que o cumprimento imediato da decisão do mandado de segurança atendido por Wladys Amaral poderia trazer à Câmara de Cuiabá, pois,  caso haja uma decisão barrando a CPI em definitivo, eventuais atos já praticados não poderão ser desfeitos. “Tendo em vista que a situação abarca a atuação dos Poderes Legislativo e Executivo Municipais e que a execução imediata da sentença pode trazer risco de dano grave ou de difícil reparação, restou demonstrado que a concessão do efeito suspensivo ao Apelo é medida que se impõe”, afirma a magistrada.

Leia Também:  Contas atrasadas de água e energia poderão ser pagas em cartão de crédito

Após a decisão do juiz Wladys Roberto determinando a retomada da CPI, foram indicados como seus membros os vereadores de situação Toninho de Souza (PSDB) e sargento Joelson (PSC) como relator e membro da comissão, respectivamente. A presidência continuou com o vereador oposicionista Marcelo Bussiki (PSB).

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Emanuel reúne “PIB político” durante inauguração do novo PSM; clima tenso com Mendes sede espaço ao bom senso

Publicado

Com novo PSM inaugurado, em definitivo, prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), consagra mandato como o melhor gestor da saúde da Capital

Com a presença de cinco ex-governadores (Júlio Campos, Carlos Bezerra, Jayme Campos, Blairo Maggi e Pedro Taques), além do atual, Mauro Mendes (DEM), o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), mostrou força política durante a definitiva inauguração do novo Pronto Socorro de Cuiabá, nesta segunda-feira (18).

“Tivemos apoio da bancada federal. Tivemos apoio do então governador Pedro Taques, que cumpriu o compromisso do Estado de fechar em R$ 50 milhões, do ex-ministro Blairo Maggi, o grande responsável pela liberação de R$ 100 milhões do programa Chave de Ouro, com o apoio do senador Wellington Fagundes. E é claro, do presidente Michel Temer, que acreditou no projeto, acredito na proposta do HMC e nos liberou os R$ 100 milhões necessários”, agradeceu Pinheiro.

A entrega marca a 6ª e última etapa do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), Dr. Leony Palma de Carvalho. A solenidade de entrega que começou às 18:30, ao lado do Centro de Eventos Pantanal, foi muito concorrida. O gestor da Capital estava eufórico e animado. “Uma obra importantíssima, a maior obra de saúde pública da história do Estado, iniciada pelo então prefeito Mauro Mendes e que foi dada sequência na nossa gestão com muita luta e muito trabalho e muito apoio”, reconheceu Emanuel.

Leia Também:  Contas atrasadas de água e energia poderão ser pagas em cartão de crédito

O governador, Mauro Mendes, ao menos por hora, deixou a tensão de lado e foi cordial com o Emanuel. Nas últimas semanas, ambos trocaram farpas, reivindicando a paternidade da obra. “Eu andei nesses lugares daqui lá no ano de 2013, 2014. Lembro a primeira vez que eu vim aqui com o Marcelo de Oliveira (ex-secretário de Obras). Andamos no meio desse mato, atravessamos aqui com algumas pessoas, idealizamos esse projeto… E vê-lo hoje aqui, sendo finalmente encerrado, é para mim uma alegria muito grande”, destacou Mendes.

Nesta última etapa foram entregues a parte de Urgência e Emergência do hospital, que terá seis salas de centro cirúrgico, observação pediátrica, 12 leitos de estabilização, 3 leitos de reanimação, 5 leitos de politrauma e 02 isolamentos. Na ocasião também serão entregues a Central de Material e Esterilização (CME) e o heliponto.

Com o funcionamento de 100% do HMC ele passa a contar com 315 leitos, sendo 178 de adultos, 20 leitos no Centro de Tratamento de Queimados, 60 de UTI, 38 de Emergência, seis salas de cirurgia e 13 leitos RPA (recuperação pós-anestesia), além do ambulatório com mais de 13 das especialidades médicas mais procuradas pela Central de Regulação, exames como ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia e radiografia e parque tecnológicos com equipamentos de última geração.

Leia Também:  Instalação da Câmara Setorial do Terceiro Setor reúne entidades na Assembleia Legislativa

Continue lendo

Política MT

Dr. Eugênio visitou cinco cidades e atendeu como médico pelo Araguaia Cidadão

Publicado

Foto: DIEGO SAPORSKI

O deputado estadual Dr. Eugênio (PSB) visitou cinco cidades e participou, como médico, do programa Araguaia Cidadão.  A expedição, que teve início no dia 6 de novembro, em Santa Terezinha, e de lá pra cá percorreu mais de 5 mil quilômetros, passando por Luciara, São Félix do Araguaia, Novo Santo Antônio e encerrando os trabalhos no dia 14 de novembro em Cocalinho, contou com a participação do parlamentar com atendimentos em clínica geral  “Atender como médico já foi um prazer muito grande. Ver as pessoas saindo satisfeitas e com sorrisos no rosto foi mais prazeroso ainda”, disse o deputado. 

O programa Araguaia Cidadão, que acaba de encerrar sua segunda fase pela região, é uma parceria entre o Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), prefeituras municipais, Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e voluntários. O programa realizou atendimentos de cidadania, tais como: registro tardio, resolução de conflitos sociais, reconhecimento da paternidade, habilitação para adoção, consultas médicas, oftalmológicas e odontológicas, vacinação, confecção de documentação, cadastro biométrico, alistamento eleitoral, emissão de título de eleitor, entre outros.

Leia Também:  Deputado diz que resultado das contas públicas é decepcionante e critica falta de diálogo do governador

Além dos atendimentos de cidadania, o programa realizou casamentos comunitários em alguns municípios, como em Santa Terezinha. A equipe e voluntários do programa prepararam o ginásio poliesportivo municipal com flores para realizar o sonho de diversos casais. “A emoção foi muito grande e eu tive o prazer de participar desta cerimonia tão linda”, disse o deputado.

Nos próximos dias, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso vai apurar e divulgar os dados totais e oficiais de atendimentos realizados durante os dias de trabalho da segunda fase do programa.  
 

Fonte: ALMT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana