conecte-se conosco


Geral

Três semanas após ser atingido por incêndio, hospital municipal São Benedito é reaberto em Cuiabá

Publicado

Dos 112 leitos, 80 foram reabertos. O funcionamento em sua totalidade será na sexta-feira (10), com a reabertura de mais 32 leitos [Foto – Davi Valle]

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, anunciou na noite de terça-feira (7), durante live, a reabertura do Hospital Municipal São Benedito – HMSB, nesta quarta-feira (8). A unidade hospitalar ficou fechada  por 23 dias, em decorrência do incidente, na enfermaria 25, localizada no 2⁰ andar do edifício.

Foram reabertos 80 leitos, destes 60 são leitos de enfermaria e 20 são leitos de Unidade de Terapia Intensiva – UTI. O prefeito anunciou ainda, que o Hospital Municipal São Benedito voltará o funcionamento em sua totalidade, na sexta-feira (10), com a reabertura de mais 32 leitos, totalizando 112 leitos.

Segundo o prefeito, o Hospital Municipal São Benedito já está admitindo novos pacientes. Dos 76 pacientes transferidos com o incidente, alguns receberam alta médica e outros continuam recebendo atendimento nas unidades hospitalares que foram transferidos.

“Todos os pacientes do Hospital Municipal São Benedito, que aguardavam por cirurgia, já realizaram os procedimentos cirúrgicos. A retomada no atendimento garante agilidade e minimiza situações de pacientes da capital, Cuiabá e de municípios do interior do estado, advindos da Central de Regulação, que aguardam por procedimentos”, destacou o prefeito.

Na ocasião, o prefeito agradeceu o diretor da unidade hospitalar, Paulo Rós e equipe. “Fico feliz com a reabertura do Hospital Municipal São Benedito, que é de grande importância para salvar vidas dos usuários do Sistema Único de Saúde – SUS”, completou.

O Hospital Municipal São Benedito retomou as consultados no ambulatório desde o dia 23/05. A unidade hospitalar é administrada pela Empresa Cuiabana de Saúde Pública – ECSP, que acompanha a evolução do quadro clínico dos pacientes, que deram entrada em outras unidades hospitalares.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Geral

Pintado entra na lista nacional de espécies ameaçadas de extinção

Publicado

A proibição de captura refere-se apenas ao peixe da espécie Pseudoplatystoma corruscans, que ocorre nas Bacias Hidrográficas do Rio São Francisco, Paraguai, Paraná e Uruguai

A Portaria do Ministério do Meio Ambiente nº 148, de 7 de junho de 2022,  incluiu a o Pseudoplatystoma corruscans, popularmente conhecido como “Pintado”, na Lista Oficial das Espécies Brasileiras Ameaçadas de Extinção, na categoria Vulnerável (VU).

Pseudoplatystoma corruscans refere-se apenas ao peixe da espécie de Pintado que ocorre nas Bacias Hidrográficas do Rio São Francisco, Paraguai, Paraná e Uruguai. No entanto, as proibições se aplicam para todo o território nacional.

Para outras espécies popularmente conhecidas como Pintados e Surubins (Pseudoplatystoma punctifer e Pseudoplatystoma tigrinum) não houve proibição de pesca, devendo ser respeitados apenas as legislações vigentes quanto ao defeso e ao tamanho mínimo de captura.

As espécies constantes da Lista ficam protegidas de modo integral, incluindo, entre outras medidas, a proibição de captura, transporte, armazenamento, guarda, manejo, beneficiamento e comercialização. A nova Lista, bem como as proibições associadas, entra em vigor a partir de 6 de setembro de 2022.

A imagem apresenta os seus aspectos fenotípicos para identificação do Pseudoplatystoma corruscans.

Continue lendo

Geral

MP aciona município para mudar traçado de estrada em área de preservação às margens do rio Cuiabá

Publicado

Órgão quer que Santo Antônio de Leverger apresente projeto com novo traçado da estrada situada às margens do rio Cuiabá, na Comunidade de Porto do Engenho

A 5ª Promotoria de Justiça Cível de Defesa do Meio Ambiente Natural de Cuiabá ajuizou Ação Civil Pública (ACP) contra o Município de Santo Antônio de Leverger (a 34km da capital) requerendo, em caráter liminar, que seja apresentado projeto com novo traçado da estrada situada às margens do Rio Cuiabá, na Comunidade de Porto do Engenho. Conforme a inicial, a equipe técnica do “Projeto Verde Rio” constatou a reabertura da estrada de aproximadamente 900 metros de extensão próxima à encosta do rio, dentro de Área de Preservação Permanente (APP).

O Ministério Público pede ainda que o cronograma de execução da obra não seja superior a 180 dias, bem como que seja retirado todo o lixo e entulhos da APP com isolamento, controle de processos erosivos e plantio de vegetação nativa. No julgamento do mérito, requer a recuperação da área mediante a execução de Plano de Recuperação de Área Degradada, a realocação da estrada vicinal para fora dos limites da APP e o pagamento de indenização pelos danos morais coletivos ocasionados em valor a ser arbitrado pelo juízo.

“A utilização da estrada nessa localidade representa grave fator de degradação à área legalmente protegida, uma vez que contribui para a ocupação das áreas em seu entorno, intensifica o trânsito de pessoas, animais e veículos nas proximidades do barranco, contribuindo para o agravamento dos processos erosivos”, argumentou a promotora de Justiça Ana Luíza Ávila Peterlini de Souza.

O MPMT requisitou informações ao Município sobre possível autorização para reabertura da estrada, existência de Projeto Técnico e licença ambiental, e possibilidade de definir outro traçado para a via em maio de 2020. A Procuradoria do Município respondeu somente em fevereiro de 2021, sem propor solução do problema. “O requerido apenas se limitou a apresentar uma imagem com a proposta de novo traçado para a via de acesso à comunidade, sem qualquer estudo ou de detalhamento técnico que indique a viabilidade da realocação da estrada”, narrou a ação.

Segundo a promotora de Justiça, como o Município não implementou as ações emergenciais sugeridas pelo “Projeto Verde Rio” e a manutenção da estrada continua agravando os danos ambientais, o Ministério Público propôs a ACP.

 

 

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana