conecte-se conosco


Policial

Três homens são presos em flagrante por invadirem agência bancária pelo telhado para roubar

Publicado

Suspeitos foram encontrados no telhado do banco e se entregaram à polícia [Foto – PMMT[

Em ação rápida, policiais militares frustraram uma tentativa de furto a uma agência bancária na cidade de Araputanga, na madrugada desta segunda-feira (13). Na ocorrência, foram presos três homens, com idades de 22, 24 e 39 anos, e apreendidos diversos materiais que seriam utilizados na ação criminosa.

Conforme o boletim de ocorrência, por volta de 0h30 a PM foi acionada via 190 pelo setor que cuida do videomonitoramento da agência bancária, que informou que haviam perdido contato visual do corredor de caixas eletrônicos. Além disso, os comunicantes disseram que teriam notado movimentações suspeitas no interior do estabelecimento.

Em seguida, foi acionado apoio das unidades da PM de cidades vizinhas e também da Polícia Judiciária Civil de Araputanga. Foi realizado cerco na sede da agência bancária e três homens foram vistos andando pelo telhado do local.

Ao perceberem que os suspeitos poderiam estar armados, foram realizados disparos de arma de fogo para cessar a iminente injusta agressão, momento em que os criminosos se renderam aos policiais, sendo abordados e detidos.

Com autorização dos gerentes bancários, foi realizada vistoria pela unidade, onde foi visualizado perfurações no forro e as câmeras cobertas por mantas de alumínio. No setor de caixas eletrônicos foram encontradas ferramentas como lixadeiras, alicates e cordas.

Diante da situação, os suspeitos receberam voz de prisão e foram encaminhados para a delegacia, junto com o material apreendido, para registro do boletim de ocorrência e demais providências cabíveis.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Empresário é preso em Cuiabá por estuprar adolescente de 17 anos filha da namorada; vítima estava bêbada

Publicado

Um empresário do mercado financeiro, suspeito de estuprar a filha de sua namorada, teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (5), dentro de investigação realizada pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

O suspeito de 37 anos aproveitou o fato que a vítima de 17 anos estava sob o efeito de álcool para praticar o estupro e estava com a prisão decretada pela Justiça com base nas investigações da Deddica pelo crime de estupro de vulnerável. Ele possui passagens anteriores por crimes de ameaça e violência doméstica.

O fato ocorreu no dia 11 de maio após o suspeito, a namorada e a menor passarem a noite ingerindo bebida alcoólica em um bar da Capital. No final da noite, ocorreram desentendimentos entre a filha, a mãe e o namorado, ocasião em que a mulher foi embora com um casal de amigos.

O suspeito levou a vítima para casa dele e aproveitou o estado de embriaguez da menor para manter relação sexual com ela. Dias depois, ele entrou novamente em contato com a vítima, e pediu para buscá-la na escola, perguntando se ela estava arrependida e que não era para contar para ninguém.

Após saber dos fatos, a mãe da menor procurou a Polícia e também foi até a casa do namorado para buscar seus pertences, ocasião em que foi ameaçada pelo suspeito, que possui uma arma de fogo.

Assim que a equipe da Deddica foi acionada, iniciou as investigações e intimou o suspeito na época dos fatos para comparecer a delegacia, porém ele não foi localizado. Diante das evidências, foi representado pelo mandado de prisão preventiva do investigado, que foi deferido pela Justiça.

O suspeito se apresentou na manhã desta terça-feira (05) na Deddica, ocasião em que estava com o mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça, o qual foi devidamente cumprido.

 

Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende empresário suspeito de estuprar adolescente filha de namorada

Publicado

Um empresário do mercado financeiro, suspeito de estuprar a filha de sua namorada, teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (05.07), dentro de investigação realizada pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

O suspeito de 37 anos aproveitou o fato que a vítima de 17 anos estava sob o efeito de álcool para praticar o estupro e estava com a prisão decretada pela Justiça com base nas investigações da Deddica pelo crime de estupro de vulnerável. Ele possui passagens anteriores por crimes de ameaça e violência doméstica.

O fato ocorreu no dia 11 de maio após o suspeito, a namorada e a menor passarem a noite ingerindo bebida alcoólica em um bar da Capital. No final da noite, ocorreram desentendimentos entre a filha, a mãe e o namorado, ocasião em que a mulher foi embora com um casal de amigos.

O suspeito levou a vítima para casa dele e aproveitou o estado de embriaguez da menor para manter relação sexual com ela. Dias depois, ele entrou novamente em contato com a vítima, e pediu para buscá-la na escola, perguntando se ela estava arrependida e que não era para contar para ninguém.

Após saber dos fatos, a mãe da menor procurou a Polícia e também foi até a casa do namorado para buscar seus pertences, ocasião em que foi ameaçada pelo suspeito, que possui uma arma de fogo.

Assim que a equipe da Deddica foi acionada, iniciou as investigações e intimou o suspeito na época dos fatos para comparecer a delegacia, porém ele não foi localizado. Diante das evidências, foi representado pelo mandado de prisão preventiva do investigado, que foi deferido pela Justiça.

O suspeito se apresentou na manhã desta terça-feira (05) na Deddica, ocasião em que estava com o mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça, o qual foi devidamente cumprido.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana