conecte-se conosco


Policial

Três criminosos são presos com 24 celulares e droga que seriam jogados em unidade prisional

Publicado

O drone não foi encontrado e todo material e os criminosos foram entregues na delegacia da cidade [Foto – PMMT]

Equipes da 14ª Companhia de Força Tática de Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá) prenderam neste domingo (2) três homens por organização criminosa e tráfico de droga. Eles foram interceptados após denúncia de agentes penais da Penitenciária da Mata Grande, ao tentar jogar celulares e entorpecentes para dentro da unidade prisional.

Inicialmente, os agentes desconfiaram de um GM Astra prata que circulava pela área. Em diligência, o veículo foi parado e dois homens rendidos. Um deles tentou fugir, mas foi impedido.

Os dois confessaram que procuravam um drone utilizado minutos antes para tentar jogar droga e celulares na Penitenciária. Contaram ainda que mais dois homens em uma motocicleta ajudaram na ação criminosa.

Na vistoria no Astra, foram encontrados um controle e duas baterias de drone, diversos celulares, carregadores e chips – tudo embalado e amarrado em carretéis de linha e cabos de aço. Os policiais apreenderam ainda uma balança, porções de maconha, cocaína, além de um dispositivo com um botijão adaptado a um cano de metal e um compressor de ar. O material seria usado para disparar objetos na penitenciária.

Dois documentos também foram localizados e seriam dos dois homens que estavam na motocicleta. Um deles foi detido logo em seguida em um hotel. O quarto suspeito não foi localizado. Ao todo, foram apreendidos 24 celulares. O drone não foi encontrado. Todo material e os criminosos foram entregues na Delegacia da cidade.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Homem envolvido em diversos crimes é preso pela Polícia Civil com mais de R$ 13 mil

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Dois mandados decretados contra um homem envolvido em diversos crimes, sendo um de prisão preventiva e outro de busca e apreensão domiciliar, foram cumpridos pela Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira (17.06), em Pontes e Lacerda (448 km ao sul de Cuiabá).

Com o suspeito foi apreendido mais de R$ 13 mil em dinheiro, além de dois veículos, aparelhos celulares e um HD externo. A ação inserida na operação “Narco Brasil” foi realizada pela equipe da Delegacia de Polícia do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (521 km a oeste de Capital).

O trabalho operacional resultou na prisão do suspeito de 37 anos, que estava com a prisão preventiva decretada pela Justiça, pelos crimes de tráfico de drogas, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

No endereço alvo da busca e apreensão, no bairro Jardim Novo Horizonte em Pontes e Lacerda, os policiais civis apreenderam mais de R$ 13,2 mil em dinheiro, dois veículos sendo um Ford Focus e um Fiat Toro, três celulares das marcas Samsung e Iphone, e um aparelho HD externo.

Após cumprimento dos dois mandados, o preso foi conduzido junto aos produtos apreendidos até a Delegacia de Polícia para as providências cabíveis, e posteriormente colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil presta conta de recursos destinados a ações de combate ao crime organizado

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Diretoria-Geral da Polícia Civil recebeu na terça-feira (15.06) a visita de Selma Rosane Santos Arruda para prestar contas das aquisições realizadas nos projetos em que foram destinados mais de R$ 3, 6 milhões em emendas parlamentares para a instituição. 

A maior parte do material adquirido foi destinada ao fortalecimento do combate ao crime organizado e combate à corrupção, atendendo demandas do setor de inteligência e estruturação da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor). 

Selma foi juíza de direito e atuou em muitos processos contra organizações criminosas no estado. No período em que esteve como senadora, se colocou à disposição para colaborar com a Segurança Pública no combate a esse tipo de ilícito penal. 

“Fico muito feliz em ter contribuído de forma concreta nessa projeto e ver que a Polícia Civil está investindo em tecnologia para melhorar a qualidade das investigações contra o crime organizado e combate à corrupção”, disse.  

O delegado-geral, Mário Dermeval, enfatizou a experiência da ex-magistrada no combate ao crime organizado e agradeceu a atenção, dada as dificuldades enfrentadas pela Polícia Civil ao longo dos anos na estruturação de unidades da instituição. 

“Foi uma grande parceria que possibilitou a destinação de valores de emendas parlamentares que estão auxiliando a Polícia Civil na aquisição de investimentos destinados tanto a investigação quando a infraestrutura da instituição”, disse.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana