conecte-se conosco


Política Nacional

‘Tráfico de influência’, diz Bolsonaro ao justificar suposta corrupção

Publicado

source
Bolsonaro afirma que colocaria
Reprodução

Bolsonaro afirma que colocaria “a mão no fogo” por Milton Ribeiro

Durante live semanal, o presidente Jair Bolsonaro (PL) defendeu o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro , que foi preso pela Polícia Federal sob suspeita de corrupção e tráfico de influência quando comandada a pasta.

Ao tentar justificar o possível caso de corrupção em seu governo, Bolsonaro disse que exagerou ao dizer que “colocaria a cara no fogo” por Ribeiro, mas que colocaria a mão no fogo.

Segundo Bolsonaro, “Você pode ver, não foi corrupção, da forma que estava acostumado a ver em governos anteriores, o cara fez uma obra superfaturada, comprou material e não recebeu, superfaturou. Nada disso. Foi de história de fazer tráfico de influência”.

Ontem (23), o desembargador federal Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), aceitou habeas corpus e mandou libertar Milton Ribeiro.

Bolsonaro ainda defendeu que Milton não deveria ter sido preso e que foi “maldade” com o ex-chefe da Educação.

“Então prenderam o Milton, prenderam os demais pastores. Bem, hoje o desembargador do TRF de Brasília concedeu a liminar e o Milton aí vai responder em liberdade. Nem devia ter sido preso. E olha a maldade: tem a prisão preventiva e a temporária. Deu logo a preventiva, para ficar preso ali até a campanha, quando acabar as eleições daí ia ser posto em liberdade. Essa seria ideia se nós não tivéssemos pessoas isentas, que eu entendo ser a grande maioria no poder judiciário”, disse Bolsonaro.

Ontem, Bolsonaro mais uma vez tentava tirar o foco da prisão do ex-ministro ao levantar assuntos polêmicos.

Em conversa com apoiadores, Bolsonaro disse que quem apoia o procedimento de aborto para a menina de 11 anos, que engravidou após ser vítima de um estupro, quer impor uma ditadura no Brasil . O direito à interrupção da gestação da criança foi negado por uma juíza de Santa Catarina.

“Quem quer impor uma ditadura no Brasil não sou eu. É quem não quer a liberdade de expressão, é quem vai controlar a mídia, é quem diz que vai valorizar o MST, é quem diz que esse caso da menina grávida de sete meses tem que abortar”,  disse o mandatário.

Um dos suspeitos de corrupção no caso, o pastor Gilmar Santos usou as suas redes sociais para se manifestar sobre a prisão e disse que estava em “reflexão” e com o “coração quebrantado” .

“Nosso País está tomado pelo ódio e fome de poder, com interesses políticos manipulando a verdade e a transparência dos fatos. Como sabemos, existe uma luta incansável para enfraquecer o governo eleito”, diz Santos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Política Nacional

Bolsonaro abre requerimento no TSE pedindo mudança de foto na urna

Publicado

Atual foto de divulgação do presidente
Reprodução – 18.08.2022

Atual foto de divulgação do presidente

Um requerimento pedindo a troca da foto de divulgação nas urnas do atual presidente do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, tramita no TSE, após os advogados do mandatário apresentarem junto ao Tribunal o pedido na tarde desta quarta-feira (17).

Na primeira foto divulgada, o presidente aparece com o semblante fechado, sem sorrir, e cara de “poucos amigos”. Já na nova imagem, que está anexada ao processo que tramita no TSE, Bolsonaro aparece sorrindo e mais “descontraído”. Veja: 

Nova imagem está anexada ao processo que tramita no TSE
Reprodução – 18.08.2022

Nova imagem está anexada ao processo que tramita no TSE


Os advogados do presidente não chegaram a justificar o pedido da troca da imagem. A mudança tramita junto do pedido de registro de candidatura de Bolsonaro, cuja relatora é a ministra Cármen Lúcia.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Continue lendo

Política Nacional

Confira a agenda dos candidatos à Presidência para esta quinta (18/8)

Publicado

Esta é a agenda dos 12 candidatos  à Presidência para esta quinta-feira

Ciro Gomes (PDT): Às 10h, participa do Ciclo de Debates promovido pela Associação Comercial de São Paulo. Às 18h, é entrevistado no André Marinho Show.

Constituinte Eymael (DC):.Agenda ainda não divulgada

Felipe D’Avila (Novo): Às 10h30, visita o Centro de Controle Operacional de Santos; às 11h35, visita o Complexo Hospitalar dos Estivadores; às 13h30, concede entrevista para o programa Ação Reação; às 14h50, participa de caminhada pela Praça Mauá; às 16h, participa de sabatina do Grupo Tribuna e Associação Comercial de Santos; às 18h, concede entrevista para a Rádio Santa Cecília FM e às 19h15, participa do lançamento de candidaturas do Novo.

Jair Bolsonaro (PL): Haverá uma motociata às 9h30 em São José dos Campos e depois um encontro no Farma Conde,

Léo Péricles (UP):  Agenda ainda não divulgada.

Lula (PT): Participa de um ato pela democracia às 18h na Praça da Estação, em Belo Horizonte (MG). Evento será transmitido pelas redes do ex-presidente.

Pablo Marçal (Pros): Agenda ainda não divulgada

Roberto Jefferson (PTB): Agenda ainda não divulgada

Simone Tebet (MDB): 10h – participa da Hora do Voto, programa da OAB-SP que receberá os candidatos à presidente. 14h; reunião reservada com a coordenação da campanha; 16h, gravação de programa de propaganda eleitoral; 19h, entrevista ao FlowPodcast com Igor Rodrigues Coelho.

Sofia Manzano (PCB): Agenda ainda não divulgada

Soraya Thronicke (União): Às 9h, faz reunião com a equipe da Executiva Estadual do União Brasil do Mato Grosso do Sul em um encontro reservado para tratar da campanha eleitoral. Às 16h, participa da assinatura do termo de compromisso com o programa “Presidente Amigo da Criança”, da Fundação Abrinq Pelos Direitos da Criança e do Adolescente em São Paulo.

Vera (PSTU): Às 10h, a candidata e a vice gravam vídeo e foto em São Paulo (SP). Às 11h, fazem panfletagem da Feira da Brasilândia, em São Paulo. Às 14h, recebem o Plano País da Infância e Adolescência na Sede Nacional do PSTU. Às 15h, concede entrevista ao SBT na Sede Nacional do PSTU.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Política Nacional

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana