conecte-se conosco


Geral

Sete trabalhadores são resgatados em operação contra trabalho escravo em Mato Grosso

Publicado

Eles estavam alojados em condições precárias de segurança e higiene e atuavam sob risco iminente de acidentes

Um grupo de sete trabalhadores submetidos a condições análogas à de escravo foi resgatado em operação fiscal no Mato Grosso. Conduzida pelo Grupo Especial de Fiscalização Móvel (GEFM) da Secretaria de Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, a ação teve início em 8 de outubro e prossegue até esta sexta-feira (18) nos municípios de Santa Carmem, Feliz Natal e Nova Guarita.

Com a função de catar raízes em uma área preparada para o plantio de soja, os trabalhadores estavam alojados em um barraco de lona sem instalações sanitárias e áreas apropriadas para o preparo, o consumo e a conservação de alimentos. Não havia fornecimento de água potável. Além disso, os trabalhadores não recebiam equipamentos de proteção individual (EPIs) e inexistiam medidas voltadas à eliminação ou neutralização dos riscos da atividade desenvolvida pelos trabalhadores.

Pagamento

De acordo com o coordenador da operação, o auditor-fiscal do Trabalho André Dourado, o empregador reconheceu os vínculos empregatícios dos trabalhadores afastados pela fiscalização e pagou as verbas rescisórias no valor aproximado de R$ 55 mil.

Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado com a Defensoria Pública da União (DPU) também estabeleceu o pagamento a cada trabalhador, a título de dano moral individual, o mesmo valor pago como verba rescisória. Outro TAC foi firmado com o Ministério Público do Trabalho estipulando o pagamento de R$ 40 mil por danos morais coletivos

Assistência

O GEFM providenciou a emissão das guias de Seguro-Desemprego Especial para os trabalhadores resgatados, garantindo o direito de recebimento de três parcelas no valor de um salário mínimo cada. A coordenação da operação também providenciou os devidos encaminhamentos aos órgãos assistenciais de acolhimento. As irregularidades trabalhistas encontradas nos estabelecimentos rurais, inclusive em matéria de saúde e segurança, levarão à lavratura de autos de infração.

A operação, planejada pela Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae), que coordena o GEFM e faz parte da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho do Ministério da Economia, contou com a participação da DPU, do MPT e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Geral

MT registra 157 casos em 24h e chega a 2.413 infectados por coronavírus; 58 pacientes morreram e 76 estão na UTI

Publicado


De acordo com o Boletim Informativo da SES, 1.533 pacientes estão em isolamento domiciliar, 147 hospitalizados e 675 já estão recuperados

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (30), 2.413 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 58 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado. A última morte envolveu uma residente de Barra do Garças. Trata-se da professora aposentada Maria Bonfim Souza, 85, que estava internada no Hospital Milton Morbeck. Ela tinha quadro de hipertensão.

Dentre os 20 municípios com maior número de casos de Covid-19, estão: Cuiabá (723), Várzea Grande (227), Rondonópolis (191), Tangará da Serra (111), Primavera do Leste (101), Sorriso (84), Lucas do Rio Verde (74), Confresa (74), Barra do Garças (73), Sinop (55), Rosário Oeste (42), Campo Verde (40), Jaciara (37), Alta Floresta (37), Cáceres (32), Nova Mutum (31), Pontes e Lacerda (28), Peixoto de Azevedo (25), Aripuanã (25) e Sapezal (22).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada no Boletim anexado ao final desta matéria.

Nas últimas 24 horas, surgiram 157 novas confirmações em Aripuanã (14), Barra do Bugres (1), Barra do Garças (1), Cáceres (1), Campo Novo do Parecis (2), Campo Verde (8), Canarana (4), Colniza (1), Confresa (3), Cuiabá (34), Denise (3), Juara (2), Lambari D’Oeste (1), Mirassol D’Oeste (1), Nossa Senhora do Livramento (1), Nova Maringá (1), Nova Olímpia (1), Nova Ubiratã (2), Primavera do Leste (5), Rondonópolis (21),  Sapezal (14), Sinop (2), Sorriso (9), Tangará da Serra (13), Várzea Grande (11) e municípios de outros Estados (1).

Contudo, a área técnica esclareceu que houve a correção de seis casos de duplicidade nos municípios de Cuiabá (3), Lucas do Rio Verde (1) e Várzea Grande (2).

Dos 2.413 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 1.533 estão em isolamento domiciliar e 675 estão recuperados. Há ainda 147 pacientes hospitalizados, sendo 76 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 71 em enfermaria.

No boletim, a SES também divulga que a rede do Sistema Único de Saúde (SUS) dispõe, atualmente, de 250 leitos de UTI e 856 leitos de enfermaria especificamente para pacientes com coronavírus no Estado.

Considerando o número total de casos em Mato Grosso, 50,1% dos diagnosticados são do sexo feminino e 49,9% masculino; além disso, 692 pacientes têm faixa-etária entre 31 a 40 anos. O documento ainda aponta que um total de 7.233 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 297 amostras em análise laboratorial.

Os pacientes são devidamente acompanhados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica do Estado e dos municípios. Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Neste sábado, o Governo Federal confirmou 498.440 casos da Covid-19 no Brasil e 28.834 óbitos oriundos da doença. Em relação ao dia anterior foram 33.274 novos casos confirmados e 956 óbitos.

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

 

 

Continue lendo

Geral

Cuiabá deve ampliar leitos de UTI para pacientes com Covid no antigo PS; unidade é referência para tratamento

Publicado

Unidade já possui 55 leitos de UTI exclusivos para as pessoas infectadas pelo novo coronavírus [F – Davi Valle]

Desde que o  Pronto Socorro antigo foi escolhido para ser o Hospital Referência para COVID-19, uma série de ações são desenvolvidas  para que a unidade acolha os pacientes da melhor forma possível, com qualidade, tranquilidade e a humanização que os pacientes necessitam.

O hospital, que oferta total de 225 leitos,  passou por uma reforma em caráter de urgência e atualmente disponibiliza 40 leitos de UTI adulto e mais 15 leitos de UTI infantil, além de 170 leitos de enfermaria. Durante a coletiva de imprensa sexta-feira (29), o prefeito Emanuel Pinheiro anunciou que a Prefeitura está estudando abrir mais 10 leitos de UTI no hospital.

Durante a preparação do antigo PS para se transformar em referência ao tratamento de COVID-19, toda a equipe da ponta, que são os profissionais que lidam diretamente com pacientes, receberam capacitações para lidar com pacientes de coronavírus, desde o acolhimento dos doentes até a correta utilização de EPIs pela equipe.

O trabalho realizado no Hospital de Referência tem sido acompanhado pelos Conselhos Regionais das áreas afins e por uma equipe da Secretaria de Saúde do Estado, que desde o dia 6 de maio tem realizado visitas e vistorias diariamente no local, incluindo sábados, domingos e feriados.

Na sexta-feira (29), a SES realizou mais uma vistoria no Hospital Referência para COVID-19. Estiveram presentes a secretária adjunta do Complexo Regulador, Fabiana Bardi, acompanhada de duas enfermeiras técnicas de urgência e emergência, que visitaram todos os leitos da unidade, inclusive as que abrigam pacientes positivados. A visita foi acompanhada pelo secretário adjunto de Planejamento e Operações da Secretaria Municipal de Saúde, Milton Correa e pelo diretor do hospital, Douglas Dolce.

O secretário Milton reiterou os cuidados que o município vem tomando para receber os pacientes de COVID-19. “Estamos vivendo um momento inédito para esta geração. Essa doença é nova e sabemos bem pouco sobre ela. Preparamos o antigo Pronto Socorro para receber estes pacientes e estamos tratando deles com todo o zelo e humanização possíveis. O compromisso do prefeito Emanuel Pinheiro durante esta pandemia é salvar vidas e nós estamos fazendo todo o possível para cumprir esta missão”, concluiu.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana