conecte-se conosco


Nacional

‘Todo pai e mãe é responsável’, avalia Bolsonaro sobre cadeirinhas para crianças

Publicado


cadeirinha
shutterstock

Declaração de Bolsonaro sobre as cadeirinhas para crianças foi dada em evento pelo Dia Mundial do Meio Ambiente

O presidente Jair Bolsonaro minimizou nesta quarta-feira (5) a proposta que apresentou ontem ao Congresso Nacional que sugere o fim da obrigatoriedade das cadeirinhas para crianças de até dez anos nos veículos. Em sua fala, o presidente afirmou que ‘todo mundo que é pai ou mãe é responsável’. 

Cadeirinhas dos bebês: todo mundo que é pai e mãe é responsável. Continua valendo a infração para a pontuação. Apenas tirei o dinheiro. Vamos ver se o pessoal vai multar ou é a multa pela multa?”, indagou o presidente da República. 

A declaração de Bolsonaro foi dada em evento pelo Dia Mundial do Meio Ambiente, na divisa dos estados de Goiás com Mato Grosso. Na ocasião, o presidente aproveitou para reforçar que seu objetivo é “acabar com a indústria da multa no Brasil”.

Leia também: Ameaçada por Bolsonaro, lei da cadeirinha reduziu mortes de crianças no trânsito

Leia Também:  Reformas em condomínio de luxo podem ter interferido para enchentes do Rio

Na proposta apresentada ontem, o presidente alterou uma série de pontos do Código de Trânsito Brasileiro. Entre as mudanças, o texto prevê a duplicação do limite de pontos permitidos aos motoristas antes da suspensão da CNH . Bolsonaro aproveitou seu discurso de hoje para dizer que, se dependesse só dele, o novo limite de pontos, no caso dos caminhoneiros, seria ainda maior.

“Apresentamos um projeto para fazer com que a Carteira Nacional de Habilitação passe a sua validade de cinco para dez anos”, disse  Bolsonaro  durante discurso. “Para que o caminhoneiro que transporta aqui o que o Centro-Oeste produz não perca sua carteira com 20 pontos, e sim com 40 pontos. Por mim, eu botaria 60 . Porque, afinal de contas, a indústria da multa vai deixar de existir no Brasil”, bradou.

Para entrar em vigor, o projeto defendido pelo Planalto precisa ainda ser aprovado pela Câmara e Senado. Dentre as mudanças, está a extensão de cinco para dez anos na validade da CNH e também a extinção da multa no transporte de criança sem cadeirinhas . “A multagem eletrônica vai deixar de existir. Para o bem dos motoristas”, afirmou o presidente. 

Leia Também:  Governo Bolsonaro já conta com 17 baixas no segundo escalão

Fonte: IG Nacional
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

Mega-Sena acumula mais uma vez e próximo sorteio vai valer R$ 42 milhões

Publicado

source
Mega-Sena arrow-options
iG São Paulo

Para concorrer ao prêmio da Mega-Sena, é preciso escolher pelo menos seis números entre os 60 disponíveis


A Caixa Econômica Federal sorteou neste sábado (24) as seis dezenas do concurso 2.182 da  Mega-Sena , que prometia pagar R$ 35 milhões. Confira abaixo os números sorteados:

19 – 22 – 39 – 46 – 47 – 59

Ninguém acertou os seis números do sorteio e levou o prêmio total. A quina foi acertada por 66 apostadores e cada um deles receberá R$ 46.519,40.

Leia também: Quase milionários: a emoção de quem acertou a quina na Mega-Sena

Outras 5179 apostas acertaram quatro números e vão embolsar R$ 846,90 cada

O próximo sorteio da Mega-Sena  está previsto para acontecer na quarta-feira (28) e promete pagar R$ 42 milhões para quem acertar as seis dezenas.

Fonte: IG Nacional
Leia Também:  Moro falará em comissão da Câmara sobre mensagens com Dallagnol
Continue lendo

Nacional

Pronunciamento de Macron sobre Amazônia irrita apoiadores de Bolsonaro

Publicado

source
Emmanuel Macron arrow-options
Reprodução/Twitter/emmanuelmacron

Emmanuel Macron

Neste sábado (24), o presidente francês, Emmanuel Macron, pediu a “mobilização de todas as potências” em prol da Amazônia . Segundo ele, essa parceria entre os países é importante para combater o desmatamento e investir no reflorestamento. O pronunciamento foi feito antes da reunião anual da cúpula G7, que acontece neste fim de semana em Biarritz, litoral da França.

LEIA MAIS: Forças Armadas iniciam combate ao fogo na Amazônia neste sábado

O pronunciamento do presidente foi motivo de polêmica entre os apoiadores de Bolsonaro, que logo colocaram a hashtag #MacronLiar ( Macron mentiroso) nos Trending Topics do Twitter. “Vai cuidar do que lhe pertence! O Brasil cuida bem da floresta”, publicou um usuário, junto de uma foto da Catedral de Notre Dame em chamas. “Covarde, que não quer ajudar, só criticar”, disse outro. Confira mais tweets abaixo:

A cúpula G7 é composta pelas sete economias mais avançadas do mundo: Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido. “A Amazônia é nosso bem comum. Estamos todos envolvidos, e a França está provavelmente mais do que outros que estarão nessa mesa, porque nós somos amazonenses. A Guiana Francesa está na Amazônia”, afirmou Macron.

Leia Também:  Franceses se manifestam por solidariedade após incêndio na Notre-Dame

LEIA MAIS: Macron pede “mobilização de potências” durante o G7

No discurso, destacou que a Amazônia “é um tesouro de biodiversidade e um tesouro para o nosso clima, graças ao oxigênio que ela emite e ao carbono que ela captura”. O presidente da França comprometeu-se a defender o oceano e as florestas. “Temos que responder a isso de maneira concreta. Nestes assuntos, o tempo não é mais para palavras, e sim para ações”, disse Macron .

Fonte: IG Nacional
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana