conecte-se conosco


Policial

TJ revoga prisões de militares acusados de facilitar entrada de celulares na PCE

Publicado

Os desembargadores da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJMT) revogaram nesta quarta-feira (21) as prisões preventivas dos policiais militares Cleber de Souza Ferreira (tenente), Ricardo de Souza Carvalhaes de Oliveira (subtenente) e Denizel Moreira dos Santos Júnior (cabo), presos em junho durante a “Operação Assepsia”, que apurou facilitações para entrada de aparelhos celulares na Penitenciária Central do Estado (PCE).

Apesar da decisão, o tenente Cléber permanecerá detido devido a um novo mandato de prisão determinado esta manhã por suspeita de adulteração de armas de fogo da Polícia Militar. A decisão para libertar os militares não se estende aos diretores da PCE, Revétrio Francisco da Costa e Reginaldo Alves dos Santos, detidos na operação, que continuam presos.

Na decisão, os desembargadores que compõe a Câmara, Rui Ramos Ribeiro, Alberto Ferreira de Souza e Pedro Sakamoto, argumentaram que a 7° Vara Criminal de Cuiabá não teria competência para determinar as prisões. Com isso, os processos devem ser encaminhados para Justiça Militar. A “Operação Assepsia” deflagrada em junho pela  Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) apura o envolvimento de militares e agentes na facilitação da entrada de um freezer com 84  celulares na PCE. Informações apontaram que os aparelhos seriam destinados ao Comando Vermelho.

Leia Também:  Mulheres são presas em MT levando carro roubado para a fronteira

Também foram alvos da operação os presos Paulo Cesar dos Santos, vulgo “Petróleo”, e Luciano Mariano da Silva, conhecido como “Marreta”. De acordo com Petróleo, os diretores da PCE, Revétrio Francisco e Reginaldo Alves receberiam R$ 103 mil por facilitarem a entrada dos celulares na unidade prisional.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Polícia Civil prende irmãos por tráfico de drogas no bairro Jardim Passaredo

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Dois irmãos, um deles menor de idade, envolvidos com o tráfico de drogas na região do bairro Jardim Passaredo em Cuiabá foram presos em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), realizada na tarde desta terça-feira (15.10).

O suspeito Jean Lucas Felix Ferreira, 19, foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas majorado por envolvimento de menor de idade e associação para o tráfico. Seu irmão menor de idade, E.F.B.O., 16, responderá por ato infracional de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

A equipe da DRE recebeu diversas informações sobre uma possível boca de fumo no bairro Jardim Passaredo que seria coordenado pelos dois irmãos. Com base nas denúncias, há dias os policiais passaram a acompanhar as movimentações no local, além de ouvir moradores que reclamavam do tráfico na região.

Segundo informações, os irmãos escondiam o entorpecente em uma casa abandonada ou em um matagal, vizinhos a residência em que eles moram. Em monitoramento dos suspeitos, os policiais flagraram o momento em que Jean foi buscar a droga no matagal em frente a sua residência, ocasião em que foi realizada a abordagem do suspeito.

Leia Também:  Mulher de 28 anos bate motocicleta em carro e morre em Cuiabá

O traficante tentou fugir e avisar o seu irmão que estava dentro de casa, porém os dois acabaram detidos. Em buscas no matagal, os policiais encontraram um saco plástico com três peças grandes de maconha, uma porção média da mesma substância.

Ficando comprovado o envolvimento dos irmãos com a mercancia de drogas, eles foram conduzidos a DRE, onde após interrogados, foi lavrado o flagrante.

 

 

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Policial

Polícia Civil autua reeducando do CRC por tráfico de drogas

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um reeducando do Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC) foi autuado em flagrante pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecente (DRE), da Polícia Judiciária civil, na manhã desta terça-feira (15.10), após ser detido no interior da unidade prisional com porções de substância análoga à maconha.

Luiz Junior Saraiva de Souza, 38, foi autuado pelo crime de tráfico de drogas depois de ser surpreendido por uma agente penitenciária em posse de um pacote contendo várias porções de maconha, embaladas e prontas para a venda.

Na ocasião, o suspeito que cumpre pena no CRC, na Capital, foi avistado quando fazia “uma correria”, carregando no seu bolso um volume desproporcional. Em seguida, a agente desconfiou e se aproximou e com apoio da equipe encontrou os entorpecentes.

Após o flagrante, o reeducando foi conduzido à DRE, interrogado e autuado por tráfico de droga. Após a confecção dos autos, o preso foi encaminhado de volta para o CRC. 

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Mulher de 28 anos bate motocicleta em carro e morre em Cuiabá
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana