conecte-se conosco


Mulher

Testamos a Base Matte Hidraluronic para pele negra da Vult

Publicado


source
A base é o mais novo lançamento da marca, promete reduzir as linhas de expressão e melhorar a textura da pele.
Reprodução

A base é o mais novo lançamento da marca, promete reduzir as linhas de expressão e melhorar a textura da pele.










O mais recente lançamento da Vult, a Base Matte Hidraluronic, carrega uma novidade que não estava presente em produtos anteriores. Desta vez, a base possui em sua composição Ácido Hialurônico, composto usado para combater as rugas, diminuir a flacidez do rosto e corrigir cicatrizes . A base está disponível em 12 tons e custa R$ 39,90.

Segundo a marca, o produto irá deixar a pele mais hidratada, firme, controlar a oleosidade, durar ao menos 8 horas e oferecer um acabamento super matte. Além disso, a base também reduziria as linhas de expressão, rugas e melhoraria a textura da pele. As jornalistas Beatriz Neves e Mariana Quadros testaram  a novidade. Veja o que elas acharam.

Beatriz Neves

Segundo a marca, o produto irá deixar a pele mais hidratada, firme, controlar a oleosidade, durar ao menos oito horas e oferecer um acabamento super matte.
Reprodução

Segundo a marca, o produto irá deixar a pele mais hidratada, firme, controlar a oleosidade, durar ao menos oito horas e oferecer um acabamento super matte.


Hidratação

Apesar de obter um acabamento matte, um dos diferenciais descritos pela marca é justamente a capacidade da base deixar a nossa pele hidratada. Para verificar essa propriedade, eu apliquei o produto com uma esponja no rosto limpo, sem primer. Quando a base secou, minha pele estava seca, mas não tinha um aspecto desidratado. O saldo final foi um rosto viçoso e hidratado.

Rendimento

A Base Matte Hidraluronic é líquida e vem em uma embalagem de 26 ml, assim como outras bases da Vult. A forma de aplicação é simples: basta apertar a ampola que o produto sai em suas mãos. O orifício diminuto presente na base evita o desperdício. Para espalhar a base no rosto todo, eu utilizei, aproximadamente, meia colher de café. O que foi o suficiente, porque senti que cobriu todo o meu rosto e cobriu todas as imperfeições.

Você viu?

Duração

A base garante durar no mínimo oito horas em nosso rosto. Eu apliquei às 9h e às 17h ela ainda estava intacta. Devemos considerar é claro que eu não realizei nenhum exercício físico ou suei, então não é possível saber ao certo com ela irá se comportar nessas situações. No geral, ela cumpre o prometido, durando um período considerável de tempo sem “derreter”.

Linhas de expressão

Outra promessa feita pelo produto é reduzir as rugas e linhas de expressão. Eu não tenho rugas, mas percebi algumas linhas bem visíveis no meu rosto, principalmente nas áreas próximas ao nariz e no canto dos lábios. 

Cobertura

A base possui cobertura alta, pois em apenas uma camada cobriu algumas manchas de acne que eu tenho, além das minhas olheiras, que são bem escuras e marrons. 

Pele negra

A linha de bases vem em 12 cores: seis para peles claras e seis para peles escuras. O tom que eu usei foi o Q075, que se adaptou perfeitamente ao meu tom de pele. Ele possui um sub tom avermelhado (ideal para pele negra), que não permite que a base fique acinzentada. 

Oleosidade

A Base Matte Hidraluronic é indicada para peles mistas a oleosas, prometendo controlar a oleosidade e deixá-la com acabamento mate. Minha pele é oleosa, e após o dia inteiro com o produto, meu rosto estava seco, sem nenhum sinal daquele sebo indesejado. Nesse aspecto, a base satisfaz as nossas expectativas. 

Mariana Quadros

Minha pele com aspecto sequinha
Mariana Quadros

Minha pele com aspecto sequinha


Oleosidade

Minha pele é mista e tende a ficar oleosa no final do dia. A base vult deixou ela bem sequinha, no entanto, senti que faltou um pouco de iluminosidade na pele, que tem um tom amarelado. 

Cobertura

Também notei uma alta cobertura, tenho algumas manchinhas e desapareceram.

Linhas de expressão

Minhas linhas de expressão foram completamente apagadas, mostrando a qualidade do produto.

Fonte: IG Mulher

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mulher

Compulsão alimentar: entenda o transtorno que atinge cerca de 2,5% da população mundial

Publicado


source
Compulsão alimentar: entenda o transtorno que atinge cerca de 2,5% da população mundial
Reprodução: Alto Astral

Compulsão alimentar: entenda o transtorno que atinge cerca de 2,5% da população mundial

A compulsão é uma das doenças psiquiátricas mais presentes no mundo. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a compulsão alimentar atinge cerca de 2,5% da população mundial. No Brasil, 4,7% da população têm algum tipo de transtorno alimentar, sendo mais recorrente entre jovens de 14 a 18 anos. Cerca de 49% das pessoas que apresentam o transtorno são obesas, sendo que 15% são obesas mórbidas.

O transtorno, causado por uma ingestão muito grande de alimentos em um curto período de tempo, vem sempre acompanhado da sensação de total desgoverno. A pessoa fica desesperada por não conseguir parar e isso causa um nítido sentimento de descontrole. Essa sensação, por sua vez, desencadeia uma vergonha muito intensa, uma culpa por ter feito algo que sabia que não podia.

Sérgio Barrichello, endoscopista bariátrico, explica que o diagnóstico da doença é baseado em questões comportamentais. “O diagnóstico de compulsão alimentar é dado a partir desses episódios pelo menos duas vezes por semana nos últimos 6 meses. Alguns dos sintomas do compulsivo são descontrole, vergonha e culpa por ter comido, mentiras sobre a doença, alívio por comer, irritabilidade quando não consegue comer e obsessão por comida. O compulsivo sofre antes, sente prazer em comer e depois sofre novamente com a culpa”, destaca o médico, completando que outro fator relevante é que esses pacientes não têm ação compensatória, ou seja, não provocam vômito ou mesmo usam laxantes.

Mas é só isso?

De acordo com o especialista, a compulsão alimentar também está ligada à neurotransmissores, como a dopamina. Esses neurotransmissores têm algumas características alteradas que fazem o indivíduo ter essa compulsão com mais frequência. Ou seja, não é algo apenas psicológico, existe química envolvida.

Assim, vale destacar que, além dessas características neurológicas e até mesmo hormonais, existem os gatilhos comportamentais, como o acesso muito fácil à comida, crises de ansiedade, dietas restritivas, perda de um ente querido, emprego ou dinheiro.

Por isso, o tratamento psiquiátrico é importante em um quadro de compulsão alimentar, além, claro, do acompanhamento de uma equipe multidisciplinar.

Fonte : Sérgio Barrichello, médico cirurgião endoscopista, é especialista em emagrecimento e CEO da HealthMe.

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Mulher

Lua Minguante em Câncer: hora de olhar para suas emoções

Publicado


source
Lua Minguante em Câncer: hora de olhar para suas emoções
Lúcia Agostinho

Lua Minguante em Câncer: hora de olhar para suas emoções

Nesta terça-feira, dia 28 de setembro, às 22h56m, teremos a Lua adentrando em sua fase Minguante em Câncer. A fase Minguante da Lua, por si só, já nos pede recolhimento, atenção com nossas emoções e com o último ciclo vivido. Estando em Câncer, o signo da sensibilidade e das emoções, temos a oportunidade de nos adentrarmos em nossas emoções e analisar quais emoções têm sido positivas, e quais estão nos trazendo desequilíbrio.

A Lua Minguante em Câncer é um momento de autoconhecimento; isso para que possamos perceber quais são as emoções que não estão satisfatórias, justamente para que possamos deixá-las ir embora antes de nos adentrarmos em um novo ciclo.

A Lua Minguante acontece em desafio com Marte, que está conjunto ao Sol em Libra, e em um aspecto de oportunidade com Saturno, que está em Aquário. Estes aspectos nos mostram que é importante sabermos olhar para as nossas emoções para que possamos equilibrar as nossas próprias vidas, mas sobretudo para que possamos também equilibrar as nossas relações, sem deixar com que qualquer descontrole emocional interfira negativamente nos relacionamentos.

Para aproveitar a Lua Minguante em Câncer, faça o ritual a seguir:

Ritual para Lua Minguante:

1 Acenda uma vela para seu anjo da guarda, pedindo proteção e iluminação;

2 À lápis, escreva em um papel branco todas as emoções que você não quer mais, aquelas que estão te atrapalhando;

3 Coloque o papel em um caldeirão ou panela e queime-o, com cuidado. Mentalize todas estas emoções indo embora;

4 Sopre as cinzas em um lugar aberto;

5 Faça um banho de limpeza com arruda e alecrim, do pescoço para baixo.

O ritual para Lua Minguante pode ser feito até 4/10.

Texto: Lúcia Agostinho, astróloga

Instagram: @lucia_agostinho

LEIA TAMBÉM:

Top 3 signos mais impulsivos do Zodíaco

Os signos mais quentes do Zodíaco

Top 3 signos mais rancorosos do Zodíaco

Fonte: IG Mulher

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana