conecte-se conosco


Mato Grosso

Terça-feira (27): Mato Grosso registra 141.764 casos e 3.817 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (27.10), 141.764 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.817 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 767 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 141.764 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 5.504 estão em isolamento domiciliar e 131.941 estão recuperados.

De acordo com a área técnica, houve uma correção no banco de dados que contabiliza os casos em isolamento domiciliar. O sistema ainda considerava casos que já passaram pelo prazo máximo de 20 dias de recuperação. Portanto, esses casos que já extrapolaram o prazo da recuperação passaram a ser contabilizados como recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 161 internações em UTIs públicas e 149 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 40,76% para UTIs adulto e em 17% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (28.587), Rondonópolis (10.504), Várzea Grande (9.949), Sinop (7.045), Sorriso (6.229), Lucas do Rio Verde (5.871), Tangará da Serra (5.664), Primavera do Leste (4.881), Cáceres (3.455) e Campo Novo do Parecis (2.879).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 114.339 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 957 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última segunda (26), o Governo Federal confirmou o total de 5.409.854 casos da Covid-19 no Brasil e 157.397 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 5.394.128 casos da Covid-19 no Brasil e 157.134 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de terça-feira (27).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Coordenadoria de Engenharia apresenta cronograma de andamento das obras do Detran-MT

Publicado


Um resumo e cronograma das obras em andamento na sede do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT), em Cuiabá, e nas unidades no interior do Estado foi apresentado na tarde desta sexta-feira (04.12) pelo coordenador de Obras e Engenharia do Detran-MT, Edno Martimiano de Carvalho, ao presidente da Autarquia, Gustavo Vasconcelos.

Pelo cronograma, as obras para acessibilidade e sinalização viária da sede da Autarquia já foram 62% executadas. Já estão prontas as calçadas do entorno do complexo que foram readequadas com sinalização tátil e rampas de acesso, de acordo com normas técnicas e legislações vigentes de acessibilidade. Também já está executada parte das pistas nas vias de acesso aos blocos, que agora são de concreto.

Serão readequadas ainda as vagas de estacionamento de uso exclusivo, construída faixas elevadas com sinalização tátil para travessia de pedestres, além da instalação de guarda-corpos em locais próximos à desníveis existentes, readequação de escadas e corrimãos de acesso aos blocos, adequação de acessibilidade nos sanitários de todos os blocos e no interior de todos os setores, entre outros.

A obra de revitalização do restaurante, campo e passarelas já está 52% executada. Já a revitalização dos blocos da Diretoria de Veículos, Diretoria de Habilitação, bloco da Vistoria Veicular, o antigo bloco do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar e a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos de Cuiabá (Derrfva) estão com 28% de execução.

Segundo o presidente do Detran-MT, Gustavo Vasconcelos, o objetivo das reformas é adaptar o complexo do Detran e acesso aos blocos para utilização de maneira autônoma, independente e segura, além de proporcionar maior conforto aos usuários e melhores condições de trabalho aos servidores.    

“Essa grande reforma do complexo era necessária, para tornar a Autarquia mais moderna e eficaz para a população”, falou.

Interior

Na reunião também foi apresentada a situação das reformas das unidades do Detran-MT no interior do Estado. Na 45ª Ciretran de Cláudia, por exemplo, foi realizada reforma em todo prédio, com adequações de acessibilidade e instalação de proteção de acrílico nas mesas de atendimento, como medida de prevenção a disseminação da Covid-19.

Está em reforma também a 8ª Ciretran de Barra do Bugres, 59ª Ciretran de Vila Bela da Santíssima Trindade, 44ª Ciretran de Nova Mutum, e vai iniciar a reforma da 34ª Ciretran de Colíder e na 6ª Ciretran de Rosário Oeste.  

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Sexta-feira (4): Mato Grosso registra 161.801 casos e 4.179 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (04.12), 161.801 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.179 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 685 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 161.801 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 3.082 estão em isolamento domiciliar e 154.040 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 142 internações em UTIs públicas e 131 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 35,24% para UTIs adulto e em 15% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (36.028), Rondonópolis (12.032), Várzea Grande (11.476), Sinop (8.484), Sorriso (6.970), Lucas do Rio Verde (6.354), Tangará da Serra (6.234), Primavera do Leste (5.345), Cáceres (3.629) e Nova Mutum (3.469).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 127.646 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 423 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última quinta-feira (03.12), o Governo Federal confirmou o total de 6.487.084 casos da Covid-19 no Brasil e 175.270 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 6.436.650 casos da Covid-19 no Brasil e 174.515 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sexta-feira (04.12).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana