conecte-se conosco


Saúde

Tempo seco: aprenda a lidar com a baixa umidade do ar

Publicado

O tempo seco será rei em setembro. Segundo dados do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas da Prefeitura de São Paulo, a onda de de calor neste mês derrubou a taxa de umidade do ar para até 25%, cinco pontos percentuais a menos que o recomendado para o pleno funcionamento do corpo humano.

Leia também: Recém-nascido para de respirar mas sobrevive depois de ser “refrigerado”

Mulher secando a testa com um lenço e se abanando com um leque arrow-options
shutterstock

O tempo seco trazido pela onda de calor pode levar a diversas complicações para a saúde

Dentre as complicações trazidas pelo tempo seco estão as alergias e as doenças respiratórias. “Em São Paulo, as coisas pioram ainda mais nesta época do ano, pois com a diminuição das chuvas a tendência é a concetração de poluentes aumentar ainda mais”, observa Fausto Nakandakari, otorrino do Hospital Sírio Libanês.

Mas esta não é uma batalha perdida. Existem diversos sinais de alerta para você saber se o seu corpo está sofrendo com a baixa umidade do ar  , além de muitas soluções para os problemas causados por ela.

5 sinais de que você está sofrendo com o tempo seco

Para não sofrer mais com o ar seco dessa onda de calor , é preciso ficar atento aos sinais que o seu corpo dá de que chegou a hora de fazer alguma coisa a respeito do problema. Segundo Fausto, estes são alguns deles:

  1. Ardência nos olhos e/ou no nariz;
  2. Garganta seca;
  3. Dor de garganta;
  4. Nariz entupido;
  5. Saída de secreção do nariz.

Leia também: Chá, respiração e mais: 8 dicas caseiras para aliviar dor de cabeça

O que fazer para vencer o tempo seco?

Segundo Fausto, para combater esses sinais e evitar que eventuais alergias se agravem, existem algumas soluções bastante simples, como evitar bichos de pelúcia e tapetes, e não fumar dentro de casa. Outras dicas ainda mais práticas do otorrino, que valem para todas as idades, são:

  1. Usar um umidificador de ar – esses aparelhos são bastante úteis para espantar a baixa umidade do ar. “Em torno de 30 a 60 minutos é tempo mais do que suficiente para você manter a umidade relativa boa”, observa. Se você não tiver um em casa, algumas alternativas caseiras são usar uma bacia de água ou uma toalha molhada;
  2. Mantenha-se hidratado;
  3. Limpe o nariz com soro fisiológico – todos podem recorrer a essa saída na onda de calor, principalmente aqueles que sofrem com rinite alérgica ou sinusite. “Varia muito de pessoa para pessoa, mas o ideal é em torno de duas a cinco lavagens nasais por dia”, avalia o otorrino. A melhor forma de aplicá-lo é utilizando uma seringa colocando de 5 ml a 10 ml suavemente em cada narina; 
  4. Lave as roupas de cama com frequência.

Leia também: Saiba como criar o hábito de beber mais água diariamente

Além disso, Fausto lembra que aqueles que precisarem de remédios para combater os sintomas devem sempre procurar acompanhamento médico. Assim, você se salva do tempo seco e evita possíveis complicações decorrentes da automedicação.

Fonte: IG Saúde
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Saúde

Novo coronavírus: Brasil monitora cinco casos suspeitos

Publicado

O Ministério da Saúde acompanha cinco casos de pacientes com suspeita de infecção pelo novo coronavírus, sendo uma criança de dois anos. O boletim divulgado nesta terça-feira (18) traz dois casos a mais que o de ontem. Todos estiveram na China, mas nenhum deles na cidade de Wuhan, epicentro da doença. 

“Entraram mais dois casos de São Paulo, então permanecem os dois de ontem e dois novos em São Paulo e o do Rio Grande do Sul permanece desde a semana passada”, disse em coletiva à imprensa o secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabardo.

Segundo o secretário, o paciente do Rio Grande do Sul foi testado para os vírus mais comuns, como H1N1, e os testes deram negativo. Agora, uma amostra está sendo enviada para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) para análise específica quanto ao novo coronavírus. Três dos pacientes ainda serão testados para vírus gripais.

Gabardo enfatizou que a mobilização para prevenir e conter o vírus continua pelo menos até o começo do inverno. “Nós não vamos reduzir todas essas ações feitas, toda mobilizações feita antes da chegada do inverno, independentemente de até lá nós termos casos confirmados no Brasil”.

Repatriados

A pasta deve divulgar amanhã (19) o resultado dos exames dos brasileiros resgatados da China e dos tripulantes da Força Aérea Brasileira que estiveram envolvidos na ação. No total, 58 pessoas estão em quarentena na Base Aérea de Anápolis (GO) para descartar o risco de contaminação pela doença no Brasil.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde
Continue lendo

Saúde

Como preparar o fígado para beber no carnaval?

Publicado

O carnaval já está a todo vapor em diversas cidades, e o plano de muitas pessoas é cair na folia e beber com os amigos. O recomendado é sempre ter moderação ao ingerir bebidas alcóolicas. Mas, além disso, dá para preparar o corpo para encarar as bebidas de uma forma menos danosa, principalmente o fígado. 

Leia mais: O que acontece se você mistura álcool e medicamentos e como evitar problemas

copos de cerveja arrow-options
shutterstock

Cerveja traz menos prejuízos ao corpo que os destilados, mas é sempre bom ter moderação e seguir algumas dicas se quiser beber

O fígado , como destaca a nutricionista Gabriela Cilla, da Clínica NutriCilla, quando a pessoa bebe, sofre trabalhando mais para filtrar o álcool.

“É no fígado que ocorre todo processo de filtração do nosso organismo, inclusive as trocas sanguíneas”, explica. “Se há alta ingestão de toxinas, não só o fígado vai ficar mais prejudicado, mas  também os rins, que tem que excretá-las”, completa a nutricionista.

Por isso, a primeira dica para cuidar desses órgãos é uma clássica: beber água. Isso ajuda a diluir o álcool e facilitar o trabalho realizado pelo fígado. A indicação da nutricionista é intercalar um copo de bebida com um copo de água. 

O que você come também ajuda ou prejudica seu fígado 

Se as bebidas alcóolicas exigem mais do seu organismo, o mesmo vale para comidas muito gorduras ou outras besteiras. Por exemplo, ingerir álcool comer frituras é ruim para o organismo, porque “você dá dois trabalhos para seu fígado”, alerta Gabriela. 

Não há muito segredo. Se sabe que vai beber, tenha cuidado redobrado com a alimentação. O melhor é beber muita água, comer frutas e lanches mais naturais. Se a alimentação é feita antes de sair, dá para dar preferência aos alimentos antioxidantes, que são os mais benéficos para o fígado.

“Alimentos como couve, brócolis, rúcula e agrião atuam no processo de desintoxicação, auxiliando o funcionamento do fígado. Portanto, são boas pedidas na luta contra a ressaca”, orienta a médica nutróloga Marcella Garcez. Frutas das vermelhas para azuis (morango, maçã, ameixa, açaí, berries); alimentos integrais; cúrcuma e oleaginosas (que são fontes de ômega 3) também são bem-vindos. 

Ainda sobre alimentação, vale um lembrete durante o carnaval : não fique em jejum! Isso, segundo as especialistas, é o pior cenário para seu corpo. Para curtir e não sofrer tanto com as bebidas, seu corpo precisa de energia. 

O que beber no carnaval?

Chegou a hora da folia e o que mais tem disponível por aí é a cerveja . E a boa notícia é que ela nem é a pior das bebidas para o organismo, assim como o vinho. Por exemplo, o vinho é proveniente da uva e conta com a presença do resveratrol, que é antioxidante, como explica Gabriela. A cerveja, por sua vez, também vem do lúpulo ou do malte, o que já acrescenta uma característica melhor à ela.

“Já os destilados ou as famosas ‘pingas’ são só resquícios da concentração da cana de açúcar. Por um lado, o teor alcóolico é maior, então a pessoa bebe menos. Por outro, são mais agressivos e potentes que as outras bebidas”, diz a nutricionista.

Isso não significa que o vinho e a cerveja sejam bebidas totalmente liberadas, mas são consideradas ‘menos piores’ quando comparadas aos destilados. A chave continua sendo a moderação. 


Fonte: IG Saúde
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana