conecte-se conosco


Esportes

Técnico português Abel Ferreira é o favorito para assumir o Palmeiras

Publicado


Segundo o próprio, um estrategista. E isso ele traz desde os tempos em que era apenas mais um fã do jogo de computador Football Manager, no qual você simula a vida de um treinador. Sempre escolhia times menores para conseguir bater os grandes. Justamente com a estratégia que carrega até hoje em seus conceitos.

Abel Ferreira diz não ter um estilo de jogo definido. Gosta de adaptar suas táticas e sua maneira de atuar de acordo com o adversário.

Se o seu oponente é do mesmo nível, tudo bem, eu posso atacar. Mas se você atacar uma montanha, você tem que fazer diferente – explicou ele, em artigo no site The Coaches Voice.

Em outros jogos, você quer ser o protagonista: dominando a bola. Mas às vezes você tem que aceitar que seu oponente é mais forte que você. Então, neste caso, você tem que ser equilibrado – disse.

Abel Ferreira tem como mentor um conhecido do futebol brasileiro: Jesualdo Ferreira, que dirigiu o Santos neste ano. Foi dele que extraiu o lado “professor”, que tenta passar para seus jogadores.

O português gosta de ser minucioso ao passar as funções e explicações a seus atletas. E espera que eles entendam e aprendam da melhor maneira, a fim de executá-las bem dentro de campo. Na visão dele, isso é fundamental.

Em um vídeo publicado pela PAOK TV e recuperado por palmeirenses nas redes sociais na última quarta-feira, o treinador se apresenta de uma maneira que procura valorizar o espetáculo, os jogadores e o clube pela sua maneira de trabalhar.

As pessoas perguntam qual é a minha filosofia de jogo. Costumo dizer que é mais do que uma filosofia de jogo, é uma filosofia de vida. É uma forma de estar na vida e no esporte, porque não consigo separar o homem do jogador, não separo o treinador do homem.

Para mim é fundamental ser disciplinado fora de campo, vou levar essa disciplina para dentro de campo. Ser organizado fora de campo, vou levar essa organização para dentro de campo. Quanto mais sério e comprometido eu for fora de campo vou ser mais sério e comprometido dentro de campo.. Costumo resumir minha filosofia de jogo exatamente a isso. Mais que uma ideia de jogo, é uma forma de estar. Na vida, e de uma forma muito particular no futebol.

Tanto no Braga, de Portugal, como no PAOK, da Grécia, os times de Abel Ferreira se notabilizaram por boas campanhas, sempre fazendo muitos gols. Também eram consideradas equilibradas. No ano passado, levou a equipe ao vice-campeonato grego. Porém, ainda não tem nenhum título como técnico profissional.

Como lateral-direito, atuou por Penafiel, Vitória de Guimarães, Braga e Sporting, clube pelo qual encerrou a carreira como atleta profissional aos 31 anos, por causa de uma lesão, e iniciou trabalho nas categorias de base.

Na equipe tradicional de Lisboa, trabalhou nas divisões inferiores e na equipe B antes de se transferir para o Braga. Ali ele também passou pelo time B e iniciou a carreira como treinador. Esse trabalho com jovens é justamente algo procurado pelo Palmeiras no perfil de seu novo comandante.

Recentemente, Abel Ferreira ficou em evidência no futebol brasileiro por eliminar o Benfica de Jorge Jesus na fase eliminatória da Liga dos Campeões da Europa.

O PAOK, porém, não avançou até a fase de grupos da principal competição de clube do continente- a equipe grega foi eliminada pelo Krasnodar, da Rússia, na última eliminatória.

Nesta quinta-feira, o PAOK volta a campo para enfrentar o Granada, pela competição europeia. A tendência é, que após esse jogo, Abel Ferreira acerte os últimos detalhes e seja anunciado como novo técnico do Palmeiras.

 

COMENTE ABAIXO:

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esportes

Paraná é derrotado pelo Guaraní por 2 a 1 na Vila Capanema

Publicado


O Paraná foi derrotado para o Guarani, por 2 a 1 nesta terça-feira (24), pela 23ª rodada da Série B do Brasileiro, na Vila Capanema. Com o resultado o Tricolor fica na 13ª posição, com 29 pontos conquistados, o próximo confronto é diante do Operário, sexta-feira (27), às 19h15, no estádio Germano Kruger.

O jogo começou com os dois times se estudando bastante e com poucas chances de gol. A primeira boa oportunidade da partida surgiu aos 27 minutos, quando o lateral Paulo Henrique arriscou de longe e o goleiro fez a defesa. Aos 31 minutos, o Guarani abriu o placar em um chute de fora da área. O Tricolor tentou a reação ainda na primeira etapa, Matheus Matias finalizou de longe a bola desviou em Thiago Alves e entrou, porém o atacante paranista estava em posição irregular.

A equipe paranista voltou melhor para a segunda etapa. Aos 22 minutos saiu o empate, Fabrício fez lindo lançamento para Wandson, o atacante dominou e finalizou, 1×1. Com o gol o Paraná Clube foi pra cima, Bruno Lopes e Léo Castro tiveram oportunidades, mas a bola não entrou. Aos 48 minutos o time visitante fez o segundo e venceu a partida.

Continue lendo

Esportes

Athletico supera desfalques e segura empate com o River Plate

Publicado


Seguro e eficiente, o Athletico conseguiu anular o River Plate durante a maior parte dos 90 minutos e ficou perto da vitória, mas o gol sofrido aos 45 do segundo tempo caiu como um balde de água fria. A atuação, porém, mostra que o Furacão está no caminho certo.

Antes de a bola rolar, a maioria dos torcedores aprovaria um empate. Até pelo cenário. O Furacão, que era vice-lanterna do Brasileirão até dia desses, enfrentava o atual vice-campeão da Libertadores e um dos grandes técnicos do futebol atual, Marcelo Gallardo.

Além disso, o Athletico acumulava 12 desfalques, oito deles por Covid-19. Paulo Autuori não tinha Santos, Jandrei, Abner, Christian, Nikão… Com isso, o treinador teve que escalar Bento, de 21 anos, no gol, e João Victor, de 19 anos, na lateral esquerda.

O jogo de volta será na terça que vem, às 19h15, no Estádio Libertadores da América, casa do Independiente, em Avellaneda. O gol fora é critério de desempate. Com isso, 0 a 0 dá River. Empate por dois ou mais gols (2 a 2, 3 a 3…) dá Athletico. E 1 a 1 leva para os pênaltis. E quem vencer, claro, avança

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana