conecte-se conosco


Nacional

Suzane Von Richthofen seduziu promotor e médico na cadeia, revela repórter

Publicado

Suzane Von Richthofen arrow-options
Reprodução

Suzane Von Richthofen seduziu promotor e médico na cadeia

O repórter investigativo Valmir Salaro revelou, durante uma entrevista no programa Conversa com Bial desta quinta-feira (11), que Suzane Von Richthofen seduziu um promotor de Justiça e um médico durante a prisão.

Leia também: Suzane von Richthofen deixa a cadeia para saída temporária do Dia dos Pais

Condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato de seus pais, Manfre e Marísia, em outubro de 2002, Suzane Von Richthofen é uma das criminosas mais infames do País. Ela planejou e executou a morte dos pais ao lado do então namorado, Daniel Cravinhos e do irmao dele, Cristian Cravinhos. 

Valmir Salaro foi um dos repórteres que cobriu o caso na época. Durante a entrevista com Pedro Bial , ele revelou que Suzane que um promotor chegou a se apaixonar pela criminosa, que também conseguiu encantar um médico do complexo prisional.

“Conheço duas histórias: de um promotor de justiça e um médico. O promotor de justiça se apaixonou pela Suzane, no interior de São Paulo, e chegava a pedir para a diretora da cadeia tirar a Suzane da cela e levar para o gabinete que ele montou no Ministério Público como se fosse boate, com som, luz, lanche para ela”, revelou Salaro.

Leia também: Suzane Von Richthofen deixa a prisão mesmo após descumprir regras do semiaberto

“Um médico, que trabalhava em presídio em São Paulo, foi denunciado por carcereiros, funcionários, dizendo que ele protegia muito a Suzane . Ele levava pastel para ela, levava ela na clínica dentro do presídio”, completou.

Suzane Von Richthofen conseguiu a progressão do regime fechado para o semiaberto em outubro de 2015, exatos 13 anos após o crime de assassinato de seus pais. Com o benefício, ela tem direito a passar páscoa, dia dos pais, dia das mães, natal e réveillon em liberdade. A defesa da criminosa entrou com um pedido para que ela cumprisse o resta da pena em liberdade, mas o recursou acabou negado.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

Tempo seco e ensolarado nesta sexta em São Paulo

Publicado


source
Sol entre nuvens.
Reprodução/CreativeCommons/Spraf

Não há previsão de chuva.

Predomínio de sol entre nuvens durante o dia marca a previsão do tempo desta sexta-feira (25), na capital paulista. As temperaturas devem entrar em elevação. O Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas ( CGE ) divulgou que a mínima será de 16ºC e a máxima de 28ºC.

Não há previsão de chuva. A umidade do ar em São Paulo oscila entre 33% e 90%.

Continue lendo

Nacional

Dirigir alcoolizado aumenta mais de três vezes a chance de morte

Publicado


source

Agência Brasil

a
Arquivo/Agência Brasil

O número de óbitos ocorreu em 10% dos 5.150 acidentes registrados em que há, pelo menos, um motorista suspeito de dirigir bêbado


O número de mortes causadas por acidentes de trânsito em que há suspeita de embriaguez chegou a 551 no estado de São Paulo, no período de janeiro de 2019 a julho de 2020. O número de óbitos ocorreu em 10% dos 5.150 acidentes registrados em que há, pelo menos, um motorista suspeito de dirigir bêbado.


A taxa geral de mortalidade em acidentes de trânsito no estado é de 3%, ou seja, dirigir sob efeito de álcool aumenta em mais de três vezes a chance de morte. Os dados, divulgados hoje (24), são do programa Respeito à Vida, da Secretaria de Governo do Estado de São Paulo.

O levantamento abrange os acidentes de trânsito registrados pela Polícia Militar com infrações aos artigos 306 e 307 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que referem-se a dirigir sob a influência de álcool e recusar-se a fazer o teste do bafômetro.

“A embriaguez no volante é um problema sério, que triplica os riscos e coloca muitas vidas em jogo . Ampliaremos nossos esforços no sentido de levar ainda mais informação e conscientização para a população. Só a mudança efetiva de comportamento pode mudar esse cenário”, afirma o diretor-presidente do Detran de São Paulo, Ernesto Mascellani Neto. 

O levantamento mostra ainda que, de janeiro de 2019 a julho de 2020, houve mais registros de mortes causadas por acidentes de trânsito nas vias municipais (275) do que nas rodovias (267). A maioria das vítimas fatais são os jovens de 18 a 24 anos (55%), seguidos pelo público entre 50 e 59 anos (19%).

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana