conecte-se conosco


Policial

Suspeito é preso em flagrante após aplicar golpe em casal na venda de consórcio de imóvel

Publicado

Um suspeito de aplicar um golpe na venda de um consórcio para aquisição de imóvel contra um casal em Sinop foi preso em flagrante nesta sexta-feira (20) pela equipe da Delegacia da Polícia Civil do município.

As vítimas procuraram a Polícia Civil e relataram que adquiriram um consórcio de uma empresa e foram atendidos pelo suspeito, que fez toda tramitação e negociou uma carta de crédito no valor de R$ 170.000,00 para a aquisição de um imóvel. Para dar continuidade ao negócio, as vítimas receberam a informação que necessitavam dar R$ 55 mil de entrada. Assim, o casal ofertou um veículo e mais um valor em dinheiro para a entrada.

O suspeito pediu que as vítimas passassem o valor em dinheiro para uma conta de uma pessoa jurídica. Posteriormente, a Polícia Civil apurou que o dono dessa empresa possui vários boletins de ocorrências registrados em outros estados pelo mesmo tipo de golpe.

Após fazer o depósito e conversar com a proprietária da casa que desejavam adquirir, o casal foi alertado de que poderia ser um golpe. As vítimas procuraram o banco, onde o suspeito informou que o contrato de crédito seria feito. A agência bancária informou que não havia nenhum convênio com a empresa indicada o contrato também não tinha nenhuma cláusula  que indicasse o banco como fornecedor desse serviço.

Nesta sexta-feira, as vítimas fariam a transferência do veículo para o suspeito para finalizar a negociação.

A equipe policial coordenada pelo delegado Paulo César Brambila fez o monitoramento e após a caracterização do flagrante de estelionato, com a entrega da chave do veículo, o suspeito de 25 anos recebeu voz de prisão e foi encaminhado à delegacia para ser ouvido e autuado.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Dupla criminosa que agiu em roubos a transeuntes em VG é presa em flagrante com celulares e documentos das vítimas

Publicado

Dois irmãos, de 30 e 36 anos, apontados em diversos roubos cometidos com violência, foram presos em flagrante nesta terça-feira (28) pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande. A equipe da Derf realizou diversas diligências para identificar e localizar a dupla criminosa e conseguiu prender os irmãos no Distrito de Bonsucesso.

Com eles foram apreendidos o veículo HB20 utilizado para cometer o roubo registrado na segunda-feira (27), no bairro Jardim Costa Verde, e os celulares e documentos levados das vítimas. Os criminosos ainda usaram cartões das vítimas para fazer compras, efetuando os pagamentos com a tecnologia por aproximação.

Roubos

Duas vítimas estavam sentadas na calçada de uma residência do bairro Costa Verde, quando a dupla se aproximou com o HB20 e desceu, anunciando o roubo, na tarde de segunda-feira.

Os dois criminosos, munidos cada um com uma arma de fogo, ordenaram que as vítimas entregassem seus pertences e ainda as ameaçaram de morte. Durante o roubo, um dos suspeitos desferiu um tapa no rosto de uma das vítimas e a dupla fugiu levando dois aparelhos celulares, uma jaqueta e carteiras com documentos pessoais e bancários.

Após cometer o roubo, os criminosos utilizaram os cartões das vítimas em estabelecimentos comerciais, um deles no bairro 24 de Dezembro, pagando as compras pelo sistema de aproximação.

Prisões

Os dois irmãos foram localizados no Distrito de Bonsucesso, em Várzea Grande. Além dos celulares levados no roubo desta segunda-feira, na residência da dupla foram localizados outros aparelhos, ambos modelos Iphone e roubados em Cuiabá. Com um dos criminosos foi apreendido um chapéu camuflado que ele usava durante um dos roubos. E o outro usava a camisa de um time, a mesma em que ele aparece nas imagens de um supermercado onde usou o cartões das vítimas.

“A dupla estava aterrorizando a cidade, com a prática de roubos contra transeuntes, executando
os crimes com o mesmo modus operandis – além da grave ameaça, eles eram extremamente violentos com as vítimas, ao ponto de agredi-las fisicamente, desferindo socos nos rostos das vítimas”, explicou a delegada Elaine Fernandes.

A suspeita da equipe da Derf de Várzea Grande é de que os dois criminosos também atuam na receptação de produtos de crime. Os dois Iphones encontrados foram roubados na Capital, um no início de junho, no bairro Pico do Amor, e outro no mês de novembro do ano passado, no Bosque da Saúde.

“Os dois não possuem apenas o parentesco, evidenciando também, um vínculo muito forte para a prática contumaz de roubos. Além dos roubos apontados, há outras ocorrências, em trâmite na Derf nas quais se constam o mesmo modus operandis”, pontuou a delegada titular da Derf.

Um dos presos em flagrante tem condenação por roubo e o outro registro criminal por furto.

Roubo a transeuntes

A Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande recebeu o registro de outra ocorrência, em que a vítima reconheceu a dupla criminosa como os autores do roubo ocorrido no dia 11 de junho, também no bairro Costa Verde.

A vítima voltava do serviço de bicicleta, quando foi interceptada pela dupla , que partiram pra cima ordenando que entregasse seu celular uma corrente de ouro. Um dos irmãos ainda colocou a mão na cintura simulando que estaria armado. Um deles desferiu socos contra o rosto da vítima antes de fugir levando o aparelho Iphone avaliado em R$ 4 mil e a corrente de ouro.

“O comprometimento e competência das equipes de investigadores que se empenharam nas diligências foram fundamentais para chegar a essa prisão em flagrante, de extrema importância, haja vista que se tratam de criminosos contumazes”, finalizou a delegada.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Armas de fogo são apreendidas em investigação sobre crimes de violência doméstica e suspeito detido

Publicado

Duas armas de fogo foram apreendidas pela Polícia Civil nesta terça-feira (28), em Lucas do Rio Verde, durante cumprimento de mandado judicial em uma investigação sobre crime de violência doméstica. O dono das pistolas, de 35 anos, foi preso em flagrante por porte ilegal e posse irregular de arma de fogo.

A equipe do Núcleo de Atendimento à Criança, Mulher e Idoso deu cumprimento ao mandado judicial que determinou a busca das armas em endereços do suspeito e a suspensão do porte das duas armas de fogo, calibre 9mm.

A vítima procurou a Polícia Civil e solicitou medidas protetivas de urgência. Durante checagem de informações, as policiais do Núcleo da Mulher constataram que o suspeito possuía registro de duas armas de fogo. O delegado Eugênio Rudy representou à Justiça pela apreensão e suspensão do porte.

O suspeito é investigado pelos crimes de ameaça, injúria e perseguição contra a ex-mulher.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana